Museus de Santos: roteiro de história, cultura e lazer

Além das praias, as férias de verão em Santos são uma boa oportunidade para passeios culturais com a família. A cidade conta com 13 museus distribuídos entre a orla e o Centro Histórico

  
  
Museu de Pesca

Além das praias, as férias de verão em Santos são uma boa oportunidade para passeios culturais com a família. A cidade conta com 13 museus distribuídos entre a orla e o Centro Histórico.

Tendo como principal atração o esqueleto de uma baleia Fin, com 23 m de comprimento e 7 toneladas, o Museu de Pesca (Ponta da Praia) é um dos mais visitados. A instituição conta também com sala lúdica que simula um barco; lula gigante, com 5 m de comprimento e 91 quilos - único exemplar em exposição no mundo; além de crustáceos, peixes, moluscos, aves e mamíferos marinhos taxidermizados.

No mesmo bairro estão localizados o Museu do Mar, que exibe um exemplar do raro tubarão Odontaspis noronhai; mandíbulas dos mais perigosos tubarões do Brasil e um peixe-lua de 254 kg; e o Marítimo, com réplicas de embarcações e peças recolhidas de navios afundados, como o espanhol Príncipe de Astúrias; maquetes de caravelas e até do Titanic.

O Museu de Pesca tem como principal atração o esqueleto de uma baleia Fin, com 23 m de comprimento e 7 toneladas

Já o esporte é destaque em três museus: Centro de Memória Esportiva De Vaney, que reúne acervo fotográfico, biblioteca, hemeroteca e uma coleção com 1.328 troféus conquistados por atletas da cidade desde 1939; Memorial das Conquistas do Santos FC, onde é possível conhecer a trajetória do time por meio de filmes e clipes exibidos numa sala que parece um campo de futebol, e até entrar no gramado da Vila Belmiro.

Há também o Museu do Surfe, no Parque Municipal Roberto Mário Santini (emissário submarino), que apresenta a história do esporte em Santos e no mundo. Lá estão 70 pranchas doadas por surfistas renomados, algumas ainda de madeira. O público pode conferir também troféus e medalhas de atletas, fotos e telas pintadas.

Outro lugar que vale uma visita é o Miss (Museu da Imagem e Som de Santos), no Centro de Cultura Patrícia Galvão. Há exposição de equipamentos fabricados no século passado, como gramofone, vitrola, rádio, televisão, máquinas fotográficas e filma¬doras, entre outras peças curiosas.

A Bolsa Oficial do Café, prédio imponente de 1922, abriga o Museu dos Cafés do Brasil

Centro Histórico
A Bolsa Oficial do Café, prédio imponente de 1922, abriga o Museu dos Cafés do Brasil. Na entrada fica a cafeteria, com grande variedade de tipos e aromas do grão para degustar, e mais à frente, a Sala dos Pregões, em cujo teto está o vitral ‘A visão de Anhanguera’, de autoria de Benedicto Calixto. Grandes painéis do mesmo pintor também ornamentam o museu e retratam o passado da cidade.

No sopé do Morro do São Bento está localizado o Museu de Arte Sacra, no antigo Mosteiro de São Bento, com cerca de 400 peças. Ali, encontra-se a imagem mais antiga de Santa Catarina de Alexandria (1540) e de Nossa Senhora das Dores, com cabelo humano. O museu também expõe a coleção de ‘paulistinhas’, imagens de até 50 cm que eram levadas em expedições pelos bandeirantes.

O roteiro inclui ainda o Museu do Porto, Pinacoteca Benedicto Calixto, Outeiro de Santa Catarina e o Palácio Saturnino de Brito. Informações podem ser obtidas pelo Disk Tour, no 0800-173887, todos os dias, das 8h às 20h.

Fonte: Prefeitura de Santos

  
  

Publicado por em