Oficina apresenta ações para o Turismo Cultural no Rio Grande do Sul

O objetivo é de articular e integrar os diferentes setores da sociedade envolvidos com o segmento cultural e turístico do Estado.

  
  
Flávio Wunderlichi acredita na qualificação profissional para a evolução do Turismo Cultural no Estado

O planejamento e a organização do turismo cultural no Rio Grande do Sul foi debatido esta semana durante oficina, organizada pela Secretaria de Estado do Turismo, Esporte e Lazer, em parceria com o Senac/RS e Sebrae/RS, com o objetivo de articular e integrar os diferentes setores da sociedade envolvidos com o segmento cultural e turístico do Estado.

Além da criação de um Grupo Gestor do Segmento Turístico Cultural, um dos resultados do trabalho realizado pelo grupo foi o esboço de um plano de ação, para os próximos dois anos, onde está inserido: estudo para a criação de uma identidade visual que represente o segmento; pesquisa de demanda; projeto de divulgação; qualificação de recursos humanos; projeto de preservação do patrimônio edificado e a criação de um grande empreendimento da cultura gaúcha em Porto Alegre.

A oficina foi moderada por Sérgio Cordioli e contou com a participação de representantes do turismo de diversas regiões gaúchas - Grande Porto Alegre, Hidrominerais, Missões, Serras e Vales, da Secretaria de Estado da Cultura, do IPHAE - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado e com a presença do diretor do Museu de Artes do Rio Grande do Sul - MARGS, Luiz Armando Capra Filho.

A próxima etapa do trabalho será apresentada durante uma reunião, no dia 25 de agosto, no turno inverso ao Fórum Estadual de Turismo, para constituição do Grupo Gestor. Para composição do grupo, serão convidados representantes das regiões turísticas; do IAB - Instituto de Arquitetos do Brasil; do IPHAE - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado; do IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional; de agências de viagens; do Sindicato dos Guais de Turismo e de Ong's ligadas à preservação do patrimônio.

Fonte: Secretaria de Turismo do Rio Grande do Sul

  
  

Publicado por em