Operadores conhecerão experiências em ecoturismo e turismo cultural no Peru e no México

Foram definidos na última semana os 12 participantes da segunda viagem técnica do projeto Excelência em Turismo - aprendendo com as melhores experiências internacionais. A iniciativa é fruto da parceria entre Embratur (Instituto Brasileiro do Turismo), Se

  
  

Foram definidos na última semana os 12 participantes da segunda viagem técnica do projeto Excelência em Turismo - aprendendo com as melhores experiências internacionais. A iniciativa é fruto da parceria entre Embratur (Instituto Brasileiro do Turismo), Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo).

O destino dessa vez é o Peru, onde os profissionais brasileiros de operadoras de receptivo e meios de hospedagem vão conhecer técnicas aplicadas em locais como Cuzco, Machu Picchu e o Parque Nacional Manu, especializados na associação de turismo cultural e ecológico.

A viagem acontece entre os dias 10 e 19 de junho. O projeto visa o aprimoramento dos serviços, a qualidade e a competitividade dos produtos turísticos brasileiros.

Entre os dias 24 de junho e 2 de julho, a terceira etapa do projeto vai buscar informações de ponta sobre um outro nicho específico de mercado: o turismo de Mergulho. O destino será o México.

Os critérios para a escolha dos participantes levaram em conta, principalmente, sua especialização em relação ao tema a ser estudado e também a melhor distribuição pelo território nacional, de modo a estarem representadas as cinco macrorregiões. O comitê de seleção foi coordenado pela Braztoa e incluiu representantes da Embratur e do Sebrae.

Vão integrar o grupo que irá ao Peru: Amazon EcoPark e Amazon RiverSide, ambas de Manaus (AM); Pousada Uacari, na Reserva Mamirauá (AM); Santarém Tour, de Santarém (PA); Dunas Expedições, de Fortaleza (CE); operadora Gato do Mato, de Murici (AL); Pousada Sítio Paraíso, de Itacaré (BA); Brasil Aventuras, de Belo Horizonte (MG); operadora Harpya, de Santos (SP); Recanto Barra Mansa, no Pantanal (MS); Cristalino Jungle Lodge, de Alta Floresta (MT); e operadora Gondwana Brasil, de Curitiba (PR).

Vale lembrar que os participantes assumem uma série de compromissos com os organizadores, tais como o de multiplicar, comprovadamente, o conhecimento adquirido entre os demais profissionais de sua região pelo menos uma vez e de implantar as técnicas adquiridas nos próprios empreendimentos.

A primeira viagem, para a Costa Rica, teve avaliação bastante positiva pelos operadores. Eles destacaram a escolha do país, a qualidade dos consultores técnicos que acompanharam o grupo e a troca de informações e experiências entre os participantes como pontos fortes.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

  
  

Publicado por em