Pesquisa da Empetur revela perfil do turista do Festival de Inverno de Garanhuns

Uma pesquisa realizada pela Empetur identificou o perfil socioeconômico do turista do 20º Festival de Inverno de Garanhuns

  
  

Uma pesquisa realizada pela Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur) identificou o perfil socioeconômico do turista do 20º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), ocorrido no mês de julho. Os dados foram coletados durante os dois finais de semana do evento (16 e 17/07; 23 e 24/07) e mostram a grande participação dos pernambucanos no festival (67,3%), em especial, os residentes da cidade do Recife (72,07%).

O público do FIG foi bastante equilibrado, com a predominância do sexo masculino (58,94%). Segundo o levantamento, os jovens foram a maioria (30,83%), com a faixa etária de 18 a 25 anos. O festival também mostrou ser um programa bastante familiar. A maioria dos visitantes fez a viagem com membros da família (56,64%), permanecendo em média cinco dias na cidade. Ainda de acordo com a pesquisa, o gasto médio individual diário foi de R$ 97,48.

Os shows artísticos (52,86%) foram os principais motivos de ida ao FIG. Entre os aspectos que mais agradaram os visitantes do evento, destaque para os shows (26,9%), seguidos do clima frio de Garanhuns (24,78%). A pesquisa apontou que os turistas ficaram bastante satisfeitos com o FIG: 49,59% consideraram o festival ótimo e 43,74% classificaram o evento como bom.

O levantamento também contemplou informações turísticas sobre Garanhuns. O atrativo turístico mais visitado foi o Relógio das Flores (22,08%), seguido do Parque Ruber Van Der Linden (20,44%), onde aconteceram os shows instrumentais durante o festival. Os dados mostram que 98,58% dos entrevistados manifestaram interesse em voltar ao município e 99,49% afirmaram que recomendariam Garanhuns a outras pessoas.

Este foi o terceiro ano da pesquisa do perfil socioeconômico do turista no FIG. Os questionários foram aplicados na Esplanada Guadalajara, Parque Euclides Dourado e Parque Ruber Van Der Linden. Foram entrevistados 1.001 turistas que se encontravam em todo o percurso do evento. Os questionários foram aplicados por dez pesquisadores supervisionados por dois coordenadores, todos uniformizados e identificados, distribuídos nos pontos de coleta.

“Esta pesquisa é importante para que possamos conhecer melhor o visitante e disponibilizar subsídios que possam contribuir para a formação de uma base de dados gerenciais sobre o setor, objetivando orientar as políticas públicas, bem como facilitar a tomada de decisões dos órgãos governamentais e empresários do setor”, afirma a diretora de Estruturação da Empetur, Ceci Amorim.

Fonte: Empetur

  
  

Publicado por em