Recife além das praias: Exposição sobre Niemeyer

Mostra reúne esculturas, desenhos, fotos e textos de Niemeyer, explorando as várias facetas do arquiteto-artista

  
  
Oscar Niemeyer

A Galeria Janete Costa, localizada no Parque Dona Lindu, abriga exposição com a obra do seu próprio criador, o arquiteto carioca Oscar Niemeyer, autor do projeto do complexo cultural situado à beira-mar de Boa Viagem, em Recife. Intitulada “Niemeyer: arquiteto, brasileiro, cidadão”, a mostra é uma ótima opção de passeio durante as férias de janeiro.

Na visita à Galeria, o público poderá conferir esculturas de projetos originais, desenhos e textos do próprio Niemeyer, além de fotografias produzidas por Kadu Niemeyer (neto de Oscar) e depoimentos de terceiros sobre sua obra e sua atuação na vida pública do país. A exposição é uma realização da Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura.

A mostra segue em cartaz até o dia 18 de março de 2012. A entrada custa R$ 2,00 (inteira) e R$ 1,00 (meia-entrada). Grupos de escolas e entidades sociais terão entrada gratuita com agendamento antecipado.

A exposição é inédita no Recife e marca a comemoração de 104 anos de vida de Niemeyer, celebrado no dia 15 de dezembro. A curadoria é assinada por Marcus de Lontra em parceria com Jobson Figueiredo. Já o design de montagem da exposição é do arquiteto e artista plástico Eduardo Werneck, responsável por outras exposições sobre Niemeyer no Brasil.

No texto curatorial da exposição, Marcus Lontra ressalta que o trabalho de Niemeyer “povoa o universo icônico brasileiro com sua arquitetura espetacular, repleta de curvas e sensualidade, interpretando o modernismo através da ótica, da sensibilidade e da inteligência brasileira”. O Conjunto da Pampulha (Belo Horizonte), o Palácio da Alvorada, a Catedral Metropolitana (Brasília), o Memorial da América Latina (São Paulo) e o edifício Copan (Rio de Janeiro) são algumas da obras do “poeta da forma” que estão em destaque na exposição através de fotografias e esculturas.

É importante ressaltar que durante exílio na Europa durante a ditadura militar, o artista conquistou destaque internacional com a criação da Sede do Partido Comunista Francês, em Paris; da Editora Mondadori, em Milão; da Universidade de Constantine, na Argélia; e do Centro Cultural Le Havre, na França, obras consideradas exemplos da arquitetura do século 20. De volta ao Brasil, Niemeyer teve sua trajetória marcada pela participação intensa no projeto de redemocratização do Brasil.

“A exposição está calcada nas formas da obra de Niemeyer. Por isso, há um diálogo entre as curvas da galeria e as peças expostas. Mas dizeres de Niemeyer também estarão espalhados pelo chão e pelas escadas”, explica Eduardo Werneck, que desenvolveu a montagem especialmente para o espaço da Galeria Janete Costa. O curador Jobson Figueiredo acrescenta: “A exposição busca mostrar o poeta, o escultor e o guerreiro militante. Um aspecto interessante é que apesar de Niemeyer ser comunista e materialista, a exposição mostra como ele se preocupa em fazer igrejas, da ligação entre o sagrado e o físico”.

A diretora da Galeria Janete Costa, Séphora Silva, reforça ainda que os visitantes poderão contar com mediadores do projeto da Ação Educativa da própria galeria. “O nosso educativo, coordenado por Cyane Pacheco, está focado na educação patrimonial para que os recifenses entendam que projeto arquitetônico foi este que Niemeyer fez para o Recife. O educativo irá provocar o olhar do público para a arquitetura, fazendo um passeio pela parte externa do Parque após a visita a exposição”, pontua.

De acordo com a diretora, a equipe selecionada para o educativo conta com pessoas capacitadas em Libras (Língua Brasileira de Sinais), inglês, espanhol, francês, alemão e italiano, visando acessibilidade comunicacional. Os textos da curadoria da exposição também terão versão em braile para atender as pessoas com deficiência visual, devido à parceria com a Gerência da Pessoa com Deficiência, da Secretaria de Direitos Humanos e Segurança Cidadã do Recife.

SERVIÇO
Exposição “Niemeyer: arquiteto, brasileiro, cidadão”
Galeria Janete Costa – Parque Dona Lindu, Av. Boa Viagem, s/n.
Visitação - Horários: de terça a sexta, das 14h às 20h, e sábados e domingos, das 10h às 20h.
Agendamento - grupos de escolas e entidades sociais terão entrada gratuita com agendamento antecipado pelo e-mail galeriajanetecosta@gmail.com. As visitas de grupos acontecem de quarta a sexta, no horário das 10h às 20h.
Ingresso: R$ 2,00 (inteira) e R$ 1,00 (meia-entrada)
Informações: 3355-9831 / 3355-9823

Fonte: Prefeitura de Recife

  
  

Publicado por em