São Luiz do Paraitinga espera recorde de público

O Carnaval de São Luiz do Paraitinga ovimenta habitantes e foliões vindos de toda parte desde 1981

  
  
modas populares são cantadas como aquelas típicas dos primórdios da festa no Brasil

Movimentando habitantes e foliões vindos de toda parte desde 1981, o Carnaval de São Luiz do Paraitinga, no Vale do Paraíba, inicia sua 32ª edição nesta sexta-feira, 17 de fevereiro, apresentando suas famosas marchinhas. O tema deste ano será um trecho da música do tradicional Bloco Juca Teles : “CARNAVAL AMORA EM FLOR: Semeie amores, cores, fitas e colherás flores de chita”.

Seguindo uma linha tradicionalista, que exalta lendas do folclore nacional, modas populares são cantadas como aquelas típicas dos primórdios da festa no Brasil. Ao todo, 29 blocos e 16 bandas garantirão a alegria dos moradores e visitantes. Para contribuir, a Prefeitura montará dois palcos, um no mercado municipal e outro na praça de eventos.

Elpídio dos Santos (1909 – 1970) foi quem revolucionou o carnaval na cidade, escrevendo marchinhas nas décadas de 40 e 50. Se nas primeiras edições as principais referências eram os sambas-enredo de São Paulo e Rio de Janeiro, esse quadro mudou pela influência do compositor, que se consagrou pela sua parceria do artista e cineasta Mazzaropi, para quem escreveu trilhas sonoras de 27 de seus filmes. Depois de um hiato de 20 anos sem realizar a festa, em 1981 colaboradores de São Luiz, incluindo o Grupo Paranga (formado pelos quatro filhos de Elpídio), foram responsáveis pelo resgate das tradições começadas pelo músico.

O Festival de Marchinhas de São Luiz do Paraitinga, realizado há duas semanas, no início de fevereiro, é uma espécie de aquecimento para o início dos festejos. Na edição deste ano a canção vitoriosa pelos júris popular e técnico foi o “Melô da Costureira”, de autoria dos compositores Moreno Overá e Totó Porqueira. “A marchinha começa com uma introdução de viola caipira e a letra homenageia Dona Isa, esposa do Mestre Afonso Pinto, um dos precursores do carnaval daqui”, explica Moreno.

A expectativa do município é de receber até terça-feira de carnaval um montante recorde de cerca de 150 mil pessoas, marca alcançada em 2009, segundo dados fornecidos pela Polícia Militar da cidade. O objetivo em 2012 é recuperar o tempo perdido nos últimos dois anos. As chuvas da virada de 2009 para 2010, ano em que o Carnaval na cidade foi realizado em uma versão reduzida, causaram um dano muito grande à infraestrutura do município. A edição de 2011 foi um recomeço importante, quando cerca de 80 mil pessoas prestigiaram o evento durante os dias de feriado.

A estudante de jornalismo Gabriela Godoy, 18 anos, é natural de Caçapava, cidade também localizada no Vale do Paraíba, e desde criança ouvia a fama do Carnaval de São Luiz do Paraitinga. Em 2011, mesmo tendo se mudado para São Paulo, ela pela primeira vez foi conferir a festa e aprovou a experiência. “É bem legal por esse lado das marchinhas e dos bonecões, é algo mais ligado às raízes do carnaval mesmo. Deu pra ver que foi um recomeço por causa dos problemas causados pela chuva em 2010, mas eu gostei bastante. Neste ano eu vou de novo com o lindo do meu namorado e os meus amigos de Caçapava!”, contou Gabi, muito empolgada.

Fonte: Governo de São Paulo

  
  

Publicado por em