Seis elementos incríveis da cultura marroquina

O caftan é um dos trajes tradicionais mais antigos do mundo e uma peça emblemática do vestuário marroquino

  
  

O Marrocos recebe mais de 11 milhões de turistas todo ano e não é à toa: o país é rico em cultura milenar. Além disso, oferece experiências inéditas e deslumbrantes, ainda mais especiais para quem está acostumado com a vida ocidental.

Confira o que atrai tanta gente para esse destino inesquecível:

- Tatuagens de Hena:

A hena é uma planta conhecida como “a planta do Paraíso”. Suas folhas são secas e reduzidas a um pó muito fino e verde, que, com água quente, torna-se uma massa espessa, usada para tatuagens ou coloração de cabelo.

Tradição e ritual amplamente difundido no Marrocos, as tatuagens de hena têm uma importância simbólica no país, marcando as etapas significativas da vida, como nascimento, noivado e casamento. As chamadas “hennayates” fazem, com grande destreza, desenhos com a hena, decorando mãos e pés em cerimônias especiais.

- Caligrafia árabe

Vários termos árabes foram assimilados na língua portuguesa, como nora, canal, arroz e algodão. No entanto, a escrita árabe é bem diferente: para começar, ela é feita da direita para a esquerda. Além disso, é formada por 18 figuras que variam segundo a letra. A combinação de pontos acima e abaixo dessas figuras compõe as 28 consoantes. Que tal ter o seu nome escrito por um calígrafo marroquino?

- Caftans

O caftan é um dos trajes tradicionais mais antigos do mundo e uma peça emblemática do vestuário marroquino. Embora antigamente tenha sido vestido no dia a dia, hoje é uma roupa fruto de um trabalho meticuloso e da habilidade do costureiro tradicional. O Caftan é um símbolo de uma cultura popular fortemente enraizada. Atualmente, com os novos estilistas, o caftan adquiriu mais força tornando-se o traje de festa por excelência, usado principalmente nos casamentos e festas diversas.

- Música

Os diversos gêneros musicais marroquinos são um dos pilares da identidade cultural desse país. É uma mistura da música tocada na Espanha e em Portugal antes do século 15 com a música afro-berbere do Magrebe e da África subsaariana. O alaúde, a rabeca, a darbuka, o pandeiro, a cítara e o kamancheh são os principais instrumentos, mas as músicas mais modernas podem usar também piano elétrico, guitarra, entre outros. O resultado é incrível!

- Artesanato

O trabalho fino que os artesãos marroquinos fazem com o metal é conhecido mundialmente. Existente desde o século 12 no Marrocos, essa arte é conhecida como dinanderie. A matéria-prima é martelada e cinzelada repetidamente até obter a forma e o desenho desejados, criando peças primorosas e únicas. Algumas obras podem precisar de seis artesãos em sua fabricação e levar meses para serem completas!

- Cerimônia do Chá

Tomar chá de menta é um verdadeiro ritual, uma das tradições mais originais do país. Símbolo de convívio, hospitalidade e generosidade do acolhimento marroquino, a bebida tradicional é obtida através da infusão de folhas de chá verde e menta verde (hortelã).

Visite: www.revistaecotour.tur.br

Fonte: Jessica Ferreira

  
  

Publicado por em