Semana Nacional de Museus oferece programação variada no Rio de Janeiro

A 10ª Semana Nacional de Museus acontecerá entre os dias 14 e 20 de maio, com centros culturais e museus oferecendo programações especiais gratuitas aos visitantes e cariocas

  
  
Planetário

A 10ª Semana Nacional de Museus acontecerá entre os dias 14 e 20 de maio, com centros culturais e museus oferecendo programações especiais gratuitas aos visitantes e cariocas. Mostras, palestras, seminários, shows, visitas guiadas e a exibição de filmes e documentários compõem a extensa agenda do evento, que este ano conta com a participação de quarenta e cinco espaços culturais na cidade. O tema abordado será 'Museus em um mundo em transformação. Novos desafios, novas inspirações', convidando os envolvidos para uma calorosa discussão sobre como espaços dedicados a preservar o passado podem apresentar projeções de como será o futuro da identidade e cultura locais em uma sociedade em constante mutação.

O evento surgiu em 2003 por iniciativa do Ibram - Instituto Brasileiro de Museus, ligado ao Ministério da Cultura, para celebrar o Dia Internacional do Museus, comemorado em 18 de maio. Além da celebração, o evento prioriza democratizar o acesso aos museus e centros culturais brasileiros e estabelecer um relacionamento mais estreito com o público.

No Museu do Índio, em Botafogo, haverá duas apresentações de dança nos dias 19 e 20, às 16h, apresentando a realidade das comunidades indígenas e sua cultura. Na Gávea, a Fundação Planetário contará com sessões especiais em suas cúpulas durante todos os dias da 10ª Semana Nacional de Museus, além de uma palestra sobre 'Mudanças climáticas'. Estarão em cartaz no Museu Nacional de Belas Artes, no Centro, as mostras permanentes da Galeria de Arte Brasileira do Século XIX e Galeria de Arte Brasileira Moderna e Contemporânea, além da agenda de visitas guiadas no ia 18. No Espaço Cultural da Marinha, também no Centro, haverá oficina de nós de marinheiro para o público infantil nos dias 15, 16 e 17, das 13h às 17h, além de outros eventos.

Serviço
10ª Semana Nacional de Museus
Data: de 14 a 20 de maio
Entrada gratuita

Confira abaixo a lista de Museus:
ASSOCIAÇÃO DE GUIAS DE TURISMO DO BAIRRO IMPERIAL DE SÃO CRISTOVÃO
Rua Sinímbu, 73 - Sala 201 - Imperial de São Cristóvão - Tel. 3064-0172 / 8658-8334 - agtubis@otmail.cot
SEMANA DE MUSEUS
• Visita Guiada - Por acreditar que estamos diante de um museu ao ar livre, direcionamos nosso trabalho à alunos de escola pública ou privada. Realizamos aulas-passeio com o grupo visitante
Local: Bairro Imperial de São Cristóvão (Quinta da Boa Vista).
Até 14 de novembro, 9-16h

ATELIÊ CARLOS VERGARA
Rua Progresso, 70 - Largo das Neves - Santa Teresa - Tel. 2508-9169 / 2224-2373 - museologia@cvergara.com.br
SEMANA DE MUSEUS
• Encontro - Conversa entre público, museólogos, artistas e interessados em arte sobre o tema: Museologia, MUSEU, ATELIÊ de artista e arte contemporânea - “Novos Desafios, Novas Inspirações”. Local: Av. Ayrton Senna, 2.600 - Barra da Tijuca.
19 de maio, 15-17h

CENTRO CULTURAL BANCO DO BRASIL
Rua Primeiro de Março, 66 - Centro - Tel. 3808-2020
Fax. 3808-2101 - www.bb.com.br/cultura
Ter-Dom, 10-21h
O CCBB possui uma magnífica biblioteca com 140 mil volumes sobre assuntos gerais além de três teatros, quatro cabines de vídeo, um cinema, dois auditórios, salas de exposição, salão de chá e restaurante. Sessões de cinema nacional com legendas para surdos aos sábados, às 17h. A mesma sala vai contar com sistema de audiodescrição para atender também os cegos.

SEMANA DE MUSEUS
• Ação Educativa - Visita Performática ao Museu e Laboratórios de Memória e Patrimônio. As atividades serão oferecidas com agendamento prévio, de terça a sexta. Tel. 3808-2070 ou 3808-2254. De 2 de maio a 31 de dezembro, 10h30 às 17h30
EXPOSIÇÕES PERMANENTES
• Iconografia de D. João VI
Constituída por parte do acervo do Banco do Brasil, a mostra é composta por quadros a óleo, gravuras e objetos diversos compõem um novo espaço expositivo no corredor do quarto andar do CCBB.
• O Banco do Brasil e Sua História
Composta por peças do acervo do Museu e do Arquivo Histórico, conta a História do Banco do Brasil de forma cronológica, num paralelo com a história econômico-financeira do país.
• Galeria de Valores
Com cerca de 2.000 peças do acervo numismático do Banco do Brasil a exposição cria um espaço interativo que conta a história da moeda, no Brasil e no mundo.
EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS
• Tarsila do Amaral - Percurso Afetivo
Serão cerca de 82 obras, entre pinturas, desenhos, objetos e gravuras (a única série que é reconhecida como sendo da artista) que ocuparão todo o segundo andar da Instituição. A mostra também marca o fim de um jejum de 43 anos em que o Rio de Janeiro não recebia uma individual da artista. Curadoria: Antonio Carlos Abdalla.
Até 29 de abril
• “Anticorpos” - Irmãos Campana
A mais completa retrospectiva dos Irmãos Campana, com 200 obras (de 1989 a 2009), foi realizada pelo Vitra Design Museum, Weil am Rhein, Alemanha. A mostra tem como foco o conjunto dos trabalhos dos irmãos Fernando e Humberto Campana, figuras centrais do design internacional, – artes plásticas, peças de mobiliário e joias –, elucidando suas estratégias, fontes de inspiração e as variadas abordagens do design que eles utilizam. Curadoria: Mathias Schwartz-Clauss.
Até 6 de maio
• Stefan Zweig no Brasil
Exposição de painéis com a trajetória brasileira e o legado do escritor austríaco Stefan Zweig.
4º andar - Até 22 de abril
• José Rufino - “Divortium Aquarum”
A instalação Divortium Aquarum - termo em latim que designa o espaço geográfico de separação de águas - recupera memórias ligadas ao universo dos rios e do mar.
Segundo o artista, “a cidade do Rio de Janeiro parece perfeita para a realização de Divortium Aquarum, já que está implantada em um sítio dominado por nascentes, rios, estuários, lagoas, lagunas, uma enorme baía e o mar.”
Sala A Contemporânea - Até 29 de abril
• Opavivará
Evocando as práticas populares da pajelança e curanderia, um “objeto-performance” permite a interatividade com o público, que por meio de um cardápio de 73 ervas medicinais, seleciona ervas e cria sua própria mistura de chás.
Sala A Contemporânea - Até 10 de junho
PROGRAMAÇÃO
• MÚSICA
• Terças Musicais
Teatro II, Ter, às 12h30 e às 19h.
• Gauchada Sul Gêneris
O evento apresenta a música popular contemporânea produzida no estado do Rio Grande do Sul, tanto instrumental quanto vocal, com artistas representativos da cultura gaúcha, nos mais diversos matizes e diferentes gerações.
- Pedrinho Figueiredo Trio
22 de maio
- Leandro Maia e Banda
26 de junho
• Simplesmente Inédito
Série musical que objetiva trazer ao conhecimento do público a produção autoral e inédita de novos compositores do choro brasileiro, destacando recentes e até então desconhecidos talentos em plena atividade nas escolas de música e rodas de choro populares em todo o País.
- Sotaques – Los Cuatro.
3 de abril
- Linhagens – Quinteto Mauricio Carrilho.
1 de maio
- Ineditíssimo – Marcílio Lopes (bandolim e violão tenor); Gabriel Gezsti (acordeon); Jayme Vignoli (cavaquinho); Luiz Flavio Alcofra (violão); Pedro Aune (contrabaixo); Oscar Bolão (percussão/bateria).
5 de junho
• Eternos Modernos
Série musical que apresenta a busca pela modernidade em diferentes momentos da música de concerto no Brasil. Do percurso da modernidade como sinônimo de civilização no século XIX e início do XX, ao conceito de ruptura, estabelecido com a Semana de Arte Moderna.
- Modernidade e Experimentação - Sexteto Rio.
10 de abril
- Modernidade e Independência - Grupo Música Nova.
8 de maio
- A Pós-Modernidade - Quarteto Uirapuru.
29 de maio
• TEATRO
• Vestido de Noiva
História de duas irmãs que disputam entre si a posse do mesmo homem. A peça desenrola-se em um cenário, que durante o dia se transforma em exposição interativa, com tablets sobre a obra de Nelson Rodrigues. Direção: Caco Coelho. Elenco: Vivianne Pasmanter, Renata de Lelis, Vanessa Garcia e outros. Até 6 de maio
Qua a Dom, 21h
Ingressos: R$6.
Classificação 18 anos
• JT - Um Conto de Fadas Punk
A história real de um adolescente que se consagrou como um fenômeno da literatura mundial, revelando-se depois como um farsa, é o tema da peça que trata das celebridades-relâmpago. Direção: Paulo José. Elenco: Natália Lage, Débora Duboc, Nina Morena, Gabriel Gorosito e Roberto Souza.
Até 27 de maio - Qua a Dom, 19h30
Ingressos: R$6. - Classificação 16 anos

CENTRO CULTURAL DA BÍBLIA
Rua Buenos Aires, 135 - 2º andar - Centro - Tel. 2221-9883 - barborj@sbb.org.br
SEMANA DE MUSEUS
• Exposição - Visita assistida à exposição itinerante “A Bíblia e a Comunicação” e a exposição permanente sobre “traduções e curiosidades bíblicas”.
Até 1 de janeiro, 10-17h

CENTRO CULTURAL JERUSALÉM
Av. Dom Helder Camara, 4.242 - Parte - Del Castilho - Tel. 2582-0144 / 2582-0145 - falecom@centroculturaljerusalem.com.br
SEMANA DE MUSEUS
• Oficina de Leitura: “O Banquete” e “Fédon de Platão”. Prof. Roger Ribeiro da Silva - Mestrando em Filosofia PUC-Rio.
Até 28 de maio, 19-21h
• Curso - “A Filosofia e a Astronomia: Instâncias em que o Deslumbramento Aparece”. Pesquisador Benito Pepe. Esp. Filosofia Antiga e Contemporânea, PUC-Rio.
Até 27 de junho, 19-21h
• Exposição Fotográfica: “CCJ - Espaço de Cultura e lazer”. Curadora: Elaine Herrera.
De 14 de maio a 14 de novembro, 10-18h

CENTRO CULTURAL MAÇÔNICO DO SUPREMO CONSELHO DO BRASIL
Campo de São Cristóvão, 114 - Imperial de São Cristóvão - Tel. 2589-8773 / 2589-8971 - supremo@ritoescoces.org
SEMANA DE MUSEUS
• Exposição - Visitas mediadas pelas exposições de longa duração “Câmaras Filosóficas” e exposição temporária do artista Thiago Castro.
19 e 20 de maio, 10-16h

CIESPI - CENTRO INTERNACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS SOBRE A INFÂNCIA
Estrada da Gávea, 50 - Gávea
Tel. 2259-2908 / 8400-3848
ciespi@ciespi.org.br
SEMANA DE MUSEUS
• Exposição - Memórias do projeto Rede Brincar e Aprender, cujas práticas contribuíram para a construção dos Museus do Horto e da Rocinha, por meio de brinquedos, brincadeiras e depoimentos. 17 de maio, 15-18h

ESPAÇO CIÊNCIA VIVA
Av. Heitor Beltrão, 321 - Tijuca
Tel. 2204-0599 - eventos@cienciaviva.org.br
SEMANA DE MUSEUS
• Exposição - Atendimento noturno com a mediação de diversos módulos interativos, oficinas de arte-ciência e dinâmicas de astronomia com observação do céu com telescópios entre outras.
16 de maio, 19-21h

ESPAÇO CULTURAL DA MARINHA
Av. Alfredo Agache, s/nº - Centro - Tel. 2104-5592 / 2104-6025
educativo@dphdm.mar.mil.br / www.dphdm.mar.mil.br
Agendamento para grupos
Ter-Dom, 12-17h
Entrada Franca
SEMANA DE MUSEUS
• Ação Educativa - Oficina de Arte - Oficina de nós de marinheiro - Oficina de arte destinada ao publico infantil..
De 15 a 17 de maio, 13-17h
• Exposição Temporária - “Azul da Cor do Mar”.
De 15 a 20 de maio, 12-17h
• Visita Guiada - Navio-museu “Bauru”, Submarino-museu “Riachuelo”, Modelo da “Nau dos Descobrimentos” e Helicóptero-museu “Rei do Mar”.
De 15 a 20 de maio, 13-17h
• Ação Educativa - Apresentação teatral e oficina de arte. Serão duas apresentações teatrais destinadas ao público infantil com oficina de arte no intervalo entre as apresentações.
16 de maio, 14h30-16h30
• Outros - Passeio Marítimo - Venda de ingressos a partir de 11h no Espaço Cultural da Marinha. Horário dos passeios: 13h15 e 15h15. Meia entrada para museólogos e profissionais de museus.
De 17 a 20 de maio, 13h15-15h15
• Outros - Passeio Ilha Fiscal - Venda de ingressos a partir de 11h no Espaço Cultural da Marinha. Horários dos passeios: 13h, 14h30 e 16h. Meia entrada para museólogos e profissionais de museus.
De 17 a 20 de maio, 13h-16h
EXPOSIÇÕES PERMANENTES
Exposição permanente sobre navegação
• Galeota D. João VI
• Helicóptero - Museu
• Submarino - Museu Riachuelo
• Nau Capitânia - réplica de uma nau da época do descobrimento do Brasil

FUNDAÇÃO EVA KLABIN
Av. Epitácio Pessoa, 2.480 - Lagoa
Tel. 3202-8550 / 3202-8554 / 3202-8559
cultura@evaklabin.org.br / www.evaklabin.org.br
Visitas Guiadas com marcação prévia: Ter-Sex, 14h30 e 16h
A antiga residência de Eva Klabin abriga a coleção de obras de arte por ela reunida ao longo de sessenta anos.
SEMANA DE MUSEUS
• Visita Guiada à coleção, acompanhada por museólogos.
De 1 a 31 de maio, 14-18h
• Show Musical - Concertos de Eva - Série Quintas com Música - programa musical precedido de visita guiada e coquetel.
17 de maio, 20h30-22h
• Exposição - Projeto Respiração, 15ª edição: intervenções de arte contemporânea na casa-museu. Com as artistas Maria Nepomuceno e Sara Ramo.
De 28 de abril a 30 de junho

MUSEU DO UNIVERSO / FUNDAÇÃO PLANETÁRIO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO
Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100 - Gávea - Tel & Fax. 2274-0046
planetario@rio.rj.gov.br
Ter-Sex, 9-17h; Sáb-Dom e feriados, 15-18h
Experimentos interativos estão distribuídos em quatro áreas temáticas:
• A Terra e seus Movimentos - Espaço e Tempo
• Astronomia Estelar
• Nave-Escola
SEMANA DE MUSEUS
• Exposição - Visitação às exposições do Museu do Universo.
Até 20 de dezembro
• Outros - Sessões de Planetário. Local: Cúpulas da Fundação Planetário.
De 14 a 20 de maio
• Palestra - Mudanças Climáticas. Local: Auditório da Fundação Planetário.
De 14 a 18 de maio
• Seminário/ Painel/ Mesa Redonda - Astrobiologia, Exoplanetas, Vida no Universo.
Local: Auditório da Fundação Planetário.
De 14 a 18 de maio
• Outros - Observação do Céu. Local: Praça dos Telescópios da Fundação Planetário.
16 de maio

INSTITUTO DE PESQUISA E MEMÓRIA PRETOS NOVOS - IPN MUSEU MEMORIAL
Rua Pedro Ernesto, 32 - Gamboa
Tel. 2516-7089
pretosnovos@pretosnovos.com.br / www.pretosnovos.com.br
SEMANA DE MUSEUS
• Exposição - Entender a história da escravidão negra é preciso devassar arquivos, desencavar o passado. É preciso superar a mera historiografia documental ou a visão economicista e produção. Sondagem arqueológica.
Até 20 de dezembro, 14-20h

MUSEU AEROESPACIAL
Av. Marechal Fontenelle, 2.000 - Campo dos Afonsos - Tels. 2108-8954, 2108-8956 r. | Ext. 2108 - Fax. 2108-8967
receducativos@musal.aer.mil.br / www.musal.aer.mil.br
Ter-Sex, 9-15h - Sáb-Dom e feriados, 9h30-16h
Visitas guiadas com prévia marcação
Tels. 2108-8955 / 2108-8956 r: 2108 Entrada franca.
O Museu Aeroespacial ocupa uma área coberta de 16.000m² e abriga um acervo valioso para a História da Aviação Brasileira e Mundial.
SEMANA DE MUSEUS
• Visita Guiada com contação de histórias na Sala Santos Dumont.
Local: Sala Santos Dumont.
15 e 16 de maio, 9-11h
• Palestra - “A Força Aérea ao alcance de todos” com SO Marinho. Público alvo: jovens do 6º ao 9º ano do ensino fundamental.
Local: Museu Aeroespacial.
16 de maio, 13h30-15h
• Visita Guiada com chá da tarde, exposição de quadros e apresentação da Banda de Música da BAAF. Público alvo: 3ª idade.
Local: Museu Aeroespacial.
17 de maio, 13h30-16h
• Visita Guiada.
Local: Museu Aeroespacial.
18 de maio, 9-11h
• Encontro de Ultraleves.
Local: Pátio externo do Museu Aeroespacial.
19 de maio, 10h
• Visitação - “Por dentro do avião”.
Local: Hangares do Museu Aeroespacial.
19 e 20 de maio, 9h30-15h
• Encontro de carros antigos e motociclistas.
Local: Pátio externo do Museu Aeroespacial.
20 de maio, 10h
• Show Musical - Recital Santos Dumont.
Local: Museu Aeroespacial.
20 de maio, 14h

MUSEU CARMEN MIRANDA
Parque Brigadeiro Eduardo Gomes (em frente ao nº 560 da Av. Rui Barbosa) - Flamengo
Tel & Fax. 2334-4293 - museucarmenmiranda@gmail.com
Ter-Sex, 10-17h; Sáb, 13-17h
Visitas orientadas com marcação prévia. Entrada franca aos domingos.
Entrada Franca
O museu reúne uma coleção de mais de três mil peças, entre trajes sociais e de cena, colares, turbantes e as famosas sandálias plataforma. Integra ainda a coleção, cópias de filmes, cartazes de filmes e shows, caricaturas e fotografias.
SEMANA DE MUSEUS
• Oficina - Confecção de objetos que serão sonorizados a partir de sucatas. Marco Antônio Cândido, músico e artista plástico ministrará a oficina que terá como inspiração o legado artístico de Carmen Miranda.
15 de maio, 13-17h

MUSEU CASA DE BENJAMIN CONSTANT
Rua Monte Alegre, 255 - Santa Teresa
Tel. 3970-1177 / 3970-1168
mcbc@museus.gov.br
Qua-Sex, 10-17h; Sáb-Dom, 13-17h.
Visitas orientadas com marcação prévia. Entrada franca aos domingos.
Casa de chácara onde viveu Benjamin Constant Botelho de Magalhães, professor da Escola Militar da Corte e um dos disseminadores do positivismo no Brasil. Foi diretor do Instituto dos Meninos Cegos, hoje Benjamin Constant.
SEMANA DE MUSEUS
• Oficina - Confecção de objetos que serão sonorizados a partir de sucatas. Marco Antônio Cândido, músico e artista plástico ministrará a oficina que terá como inspiração o legado artístico de Carmen Miranda.
14 a 20 de maio, 10-17h

MUSEU CASA DE RUI BARBOSA
Rua São Clemente, 134 - Botafogo
Tels. 3289-4663 / 4664 - Fax. 3289-4692 museu@rb.gov.br
www.casaruibarbosa.gov.br
Visitas orientadas com marcação prévia tel. 3289-4683 - Entrada Franca aos Domingos 14-18h
Ter-Sex, 10-17h30; Sáb-Dom e feriados,14-18h
Sua construção data de 1849 e representa um importante documento arquitetônico carioca do século XIX, de influência neoclássica.
SEMANA DE MUSEUS
• Exposição temporária - “O Registro da Escravidão na Vida Privada” com documentos históricos da escravidão constantes no arquivo da FCRB..
Local: Biblioteca do Museu Casa de Rui Barbosa.
De 17 de maio a 1 de julho, 10-18h

MUSEU CASA DO PONTAL - ARTE POPULAR BRASILEIRA
Estrada do Pontal, 3.295 - Recreio dos Bandeirantes - Tels. 2490-4013 / 3278 www.museucasadopontal.com.br
Ter-Dom, 9h30-17h
Visitas guiadas com marcação prévia.
Situado num dos mais belos recantos da cidade, entre o mar e a reserva ecológica da serra de Grumari, o museu reúne uma coleção, fruto de quarenta anos de pesquisa do designer francês Jacques van de Beuque.
SEMANA DE MUSEUS
• Visita Guiada teatralizada. Gratuita. 1ª visita às 11h e 2ª visita às 15h.
19 de maio, 11-16h

MUSEU DA FEB
Rua das Marrecas, 35 - Centro
Tel. 2262-3609 / 2532-1933
anvfeb@uol.com.br
SEMANA DE MUSEUS
• Visita Guiada ao museu. Acervo composto de uniformes, armas, equipamentos e inúmeras outras peças que relatam as campanhas militares do Brasil durante a Segunda Guerra Mundial, no Teatro de Operações da Itália.
15 e 17 de maio, 13-17h

MUSEU DA GEODIVERSIDADE
Av. Athos da Silveira Ramos, 274 - Prédio do CCMN - Cidade Universitária - Ilha do Fundão - Tel. 2598-9461 - mgeo@ufrj.br
SEMANA DE MUSEUS
• Exibição de Filme - “Viagem ao centro da Terra - Jurassic Park - O Núcleo”, entre outros, com debate mediado pelos professores da UFRJ. Exposição “Memórias da Terra” - Venha conhecer um pouco mais sobre o planeta em que vivemos. Fósseis (incluindo os dinossauros), meteoritos, rochas e minerais são expostos através de uma proposta atraente e interativa.
14 a 18 de maio, 9-16h30

MUSEU DA JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Rua Dom ManueL, 29 - Centro
Tel. 3133-3552 / 3133-1896
museudajustica@tjrj.jus.br
SEMANA DE MUSEUS
• Visita Guiada mediada, histórico-educativa.
Até 31 de dezembro, 14-15h20

MUSEU DA MARÉ
Av. Guilherme Maxwell, 26 - Maré
Tel. 3868-6748 / 3105-1070
museudamare@ceasm.org.br
SEMANA DE MUSEUS
• Exposição temporária - Brasil através dos Selos Postais.
14 a 20 de maio, 9-18h
• Oficina de leitura com crianças de 7 a 12 anos em dias alternados (terça e quinta-feira).
15 a 17 de maio, 14-16h
• Visita Guiada à exposição permanente do Museu com Contação de Histórias com o grupo Maré de Histórias.
16 a 18 de maio, 10-16h

MUSEU DA REPÚBLICA
Rua do Catete, 153 - Catete

Tel. 3235-2650 - Fax. 2557-5477

museu@museudarepublica.org.br / www.museudarepublica.org.br

Ter-Sex, 10-17h; Sáb-Dom-Feriados, 14-18h
Visitas agendadas para grupos escolares.
Entrada franca às quartas-feiras e domingos
O Palácio do Catete foi sede da Presidência da República no período de 1897 a 1960. O museu apresenta um amplo projeto cultural que alia exposições, música, teatro, cinema, vídeo, lojas, restaurantes e livraria.
SEMANA DE MUSEUS
• Mesa Redonda sobre o tema “Museu da República na ECO 92/Museu da República na Rio 20”, com lançamento do Programa Ambiental do Museu da República.
14 de maio, 17-22h
• Ação Educativa - Contação de histórias sobre meio-ambiente.
15 a 18 de maio, 10-12h
• Exibição de Filme - “Lixo Extraordinário”.
15 de maio, 19-21h30
• Exibição de Filmes ecológicos para crianças.
15 a 18 de maio, 14-16h
• Ação Educativa - Feira de Mudas de plantas, pelos alunos da ONG “Ser Cidadão”.
18 de maio, 14-17h
• Ação Educativa - Jogo da Memória sobre a fauna do Jardim do Museu da República.
19 de maio, 14-17h

MUSEU DA ROCINHA SANKOFA MEMÓRIA E HISTÓRIA
Est. Gávea, 250 - Gávea - Tel. 8192-5334 / 8819-8624 - centroludico@bol.com.br
SEMANA DE MUSEUS
• Seminário/ Painel/ Mesa Redonda - Debate sobre o desafio de preservar a memória e História local dentro do território.
Local: Ciep Airton Senna. Rocinha.
18 de maio, 18-21h

MUSEU DE ASTRONOMIA E CIÊNCIAS AFINS - MAST
Rua General Bruce, 586 - São Cristóvão
Tel. 3514-5200 / 3514-5229

atendimento@mast.br - www.mast.br.

Ter-Qui-Sex, 10-17h; Qua, 10-20h; Sáb, 14-20h; Dom e feriados, 14-18h
Visitas orientadas com marcação prévia.- Tel. 3514-5229
Sua exposição permanente “Quatro Cantos de Origem” aborda aspectos da ciência moderna: A Origem do Universo; A Origem da Matéria; A Origem da Vida e a Origem da informação. Pode-se fazer a observação do céu, numa cúpula através de luneta equatorial (Heyde de 21 cms) construída na década de 30 de 1800, às quartas, sábados e domingos.
SEMANA DE MUSEUS
• Lançamento de livro: Santos, Cláudia P., Alves, Márcia C. Inventário da coleção de objetos de ciência e tecnologia do Museu de Astronomia e Ciências Afins. Rio de Janeiro MAST, 2011.
Local: Auditório e Hall (anexo).
14 de maio, 16-18h
• Palestra - Educação em Debate. Da “Museu de Idéias”, promovida pelo MAST, Museus Castro Maia e Fundação Casa de Rui Barbosa.
Local: Auditório (anexo).
15 de maio, 13h30-17h
• Curso - A História do Papel, ministrado pelo Laboratório de Conservação e Restauração de Papel - LAPEL. Inclui aula prática de fabricação de papel artesanal. Vagas limitadas.
Local: Sala de aula e LAPEL.
16 e 17 de maio, 13h30-17h
• Oficina - Brinquedos. A oficina estimula a reflexão criativa da criança sobre seu brinquedo ou brincadeira preferida, por meio de colagem, desenho ou produção de HQ. Favorece o autoconhecimento. Idade: 7 a 12.
Local: Sala de atividades.
16 de maio, 10h-11h15
• Outros - Programa de Observação do Céu: Aproveite a noite para observar o céu nos telescópios, assistir a um vídeo sobre astronomia e a uma palestra sobre o “céu do mês”.
Local: Auditório do prédio sede / campus / Pavilhão 21.
16 e 19 de maio, 17h30-20h
• Oficina de Arte e Meditação para adultos, focada na consciência do desejo pessoal. Favorece a integração entre Coração e Mente. Amplia a percepção e desenvolve a criatividade. Vagas limitadas
Local: Sala de atividades.
17 de maio, 10-13h
• Palestra - Icléia Thiesen. “Documentos sensíveis e usos políticos do passado: embates entre a memória e a história”. Palestra da Série “Encontro com a História”. Local: Auditório (Anexo).
Local: Auditório (anexo).
17 de maio, 14-17h
• Oficina - Em busca da Informação. Conheça os bastidores do arquivo do MAST, desvende sua biblioteca. Vagas limitadas. Serão fornecidos certificados aos participantes.
Local: Auditório (anexo).
18 de maio, 14-17h
• Exibição de Filme - Planetário digital. Em uma cúpula inflável, serão projetadas imagens do céu noturno, oferecendo a oportunidade de observar o céu e entender seus movimentos. Sessões de hora em hora.
19 de maio, 15-18h
• Visitação - Turismo Cultural no Bairro Imperial: Circuito de Visitação às instituições científico-culturais do Bairro Imperial de São Cristóvão.
19 e 20 de maio, 14-18h
• Outros - Observação do Sol e manchas solares. A realização da atividade dependerá das condições meteorológicas.
20 de maio, 15-17h
• Visita Guiada orientada por mediador. Conheça o conjunto arquitetônico, o Sistema Solar em escala, as cúpulas de observação e a coleção de instrumentos científicos. Sessões a cada hora
20 de maio, 15-17h

MUSEU DE CIÊNCIAS DA TERRA
Av. Pasteur, 404 - Tel. 2295-4896 / 2546-0254 - mcter.dnpm@dnpm.gov.br
SEMANA DE MUSEUS
• Exposição – “Conhecer o Passado, para Entender o Presente e Construir o Futuro”. Instalações com painéis e fósseis mostram a transformação da Terra ao longo do tempo geológico, da terra primitiva à vida humana.
• Visita Guiada - Acervo de minerais, rochas e fósseis que registram as transformações da Terra. Inclui acervo bibliográfico, com obras que embasam as pesquisas e o conhecimento científico. Grupos mediante agendamento.
14 a 18 de maio, 10-16h
• Palestra - Bacia do Araripe - exemplo de um mundo em transformação. Por Alexander Kellner (Museu Nacional / UFRJ), apresentando, através do estudo dos fósseis, as modificações dos ecossistemas atuais e do passado.
14 de maio, 16-17h30

MUSEU DE FAVELA
Travessa N. Senhora de Fátima Ipanema, 7 - 2ª andar - Igrejinha Morro do Cantagalo - Copacabana - Ipanema - Tel. 2267-6374 - info@museudefavela.org
SEMANA DE MUSEUS
• Visita Guiada - Passeio (3h) por obras de arte Circuito Casas-Tela e Base MUF para conhecer o modo de trabalho, estratégia participativa, desafios de musealização e governança do museu. Loja REDEMUF. Vista panorâmica CineMUF. Visitas pré-agendadas, 2ª feira e Sábado. Saídas às 9h e 15h. R$60 visitante brasileiro e do Mercosul, R$100 demais visitantes. Selecione atrações opcionais em www.museudefavela.org ou pelo 2267-6374.
14 a 20 de maio, 9-17h

MUSEU DE IMAGENS DO INCONSCIENTE
Rua Ramiro Magalhães, 521 - Engenho de Dentro - Tels. 3111-7464 / 7465 / 7469 - mii@mii.org.br
Seg-Sex, 9-16h
Entrada franca. Visitas guiadas com marcação prévia.
O museu criado em 1952 pela doutora Nise da Silveira, reúne trabalhos de terapia ocupacional produzidos pelos internos do Centro Psiquiátrico Pedro II. As imagens do inconsciente, não são apenas decifráveis terapeuticamente, são verdadeiras obras de arte com harmonia, dramaticidade e beleza.
SEMANA DE MUSEUS
• Exibição de Filme - Apresentação dos vídeos “Museu de Imagens do Inconsciente, sua história e suas principais pesquisas”, “Entrevista de Nise da Silveira” e “Estrela de Oito Pontas” (desenho animado de Fernando Diniz).
14 a 19 de maio, 11-16h
• Visita Guiada à Exposição “As Origens do Museu de Imagens do Inconsciente”.
14 a 19 de maio, 10-16h
• Oficina de Expressividade.
15 e 17 de maio, 10-12h
• Palestra - “O Museu Vivo: a produção de seus ateliês terapêuticos e as transformações da Reforma Psiquiátrica”.
17 de maio, 11h
• Palestra - “História das práticas museológicas no Museu de Imagens do Inconsciente e seus desafios”.
18 de maio, 10h30

MUSEU DE ODONTOLOGIA SALLES CUNHA
Rua Barão de Sertório, 75 - Rio Comprido - Tel. 2504-0002 - museu@aborj.org.br
SEMANA DE MUSEUS
• Outros - O Museu de Odontologia Salles Cunha irá realizar sua tradicional homenagem à Mãe Museóloga 2012, com recital de piano. Na ocasião, o museu será reaberto após obras de modernização. Local: ABO-RJ.
18 de maio, 19-00h
MUSEU DO HORTO
Estrada Dona Castorina, 105 - Casa - Horto - Jardim Botânico - Tel. 3875-5980 / 9384-5125 - contato@museudohorto.org.br
SEMANA DE MUSEUS
• Exposição de fotos antigas do acervo do Museu do Horto
19 de maio, 11-17h
• Sarau com a participação de músicos da comunidade e convidados.
19 de maio, 15-20h
• Visita Guiada.
19 de maio, 9-13h
Local: Clube Caxinguelê.

MUSEU DO ÍNDIO
Rua das Palmeiras, 55 - Botafogo

Tel. 3214-8702 - Fax. 3214-8703

comunicacao@museudoindio.gov.br / www.museudoindio.gov.br
Ter-Sex, 9-17h; Sáb-Dom, 13-17h
Entrada Franca aos domingos
Visitas orientadas para grupos com marcação prévia: Tels. 3214-8730 / 8731 / 8732
A construção de 1880, é sede de um dos mais importantes acervos de povos indígenas da América Latina.
SEMANA DE MUSEUS
• Ação Educativa - Grupo de hip-hop: jovens buscam retratar a realidade vivida pelas comunidades indígenas e divulgar sua cultura.
Local: no Jardim do Museu.
19 e 20 de maio, 16h

INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO BRASILEIRO
Av. Augusto Severo, 8 - 12º andar - Glória
Tel. 2252-4430 - www.ihgb.org.br
museu@ihgb.org.br / Ihgbbiblioteca@globo.com
Seg-Sex, 9h30-17h
Visitas guiadas com marcação prévia
Entrada Franca
Sua biblioteca é formada por obras dos séculos XVI ao XIX. O museu, cujo núcleo principal localiza-se no 12º andar, tem próximo de 2.300 peças entre louças, cristais, e o famoso crânio do “Homem de Lagoa Santa”.
SEMANA DE MUSEUS
• Ação Educativa - O Museu do IHGB, através de uma importante e emblemática peça de sua coleção, a Roda dos Expostos, desenvolverá painéis educativos, mostrando como uma peça de origem do séc. XVIII e XIX é atual no sec. XXI..
15 a 18 de maio, 13-16h

MUSEU DOM JOÃO VI
Av. Pedro Calmon, 550 - Prédio da Reitoria 7º andar - Ilha do Fundão Cidade Universitária - Tel. 2598-1997 - museu@eba.ufrj.br
SEMANA DE MUSEUS
• Seminário - III Seminário do Museu Dom João VI - Ver para crer: visão, técnica e interpretação na Academia. Local: Auditório 614, 6º andar.
8 a 10 de maio, 8h20-16h30
• Palestra - Tema: Museu Dom João VI - novos desafios e inspirações. Palestrantes: Equipe do Museu Dom João VI. Local: Local: Auditório 614, 6º andar.
17 de maio, 10h-12h

MUSEU HISTÓRICO DO EXÉRCITO E FORTE DE COPACABANA
Praça Coronel Eugênio Franco, 1 - Posto Seis - Copacabana - Tel. 2521-1032 agendamento@fortedecopacabana.com
Ter-Dom,10-18h
Visitas guiadas para grupos com marcação prévia: Tel. 2287-3781
A exposição permanente “O Exército na Formação da Nacionalidade Brasileira no período da Colônia, do Império e da República” é explicada através de quiosques de multimídia em inglês e português.
SEMANA DE MUSEUS
• Ação Educativa - A ação museológica “Nos bastidores do museu” realizará visitas às seções internas do museu como processamento técnico e reserva técnica, com vistas a apresentar a rotina dos museólogos.
15 a 17 de maio, 13h30-15h30

MUSEU HISTÓRICO NACIONAL
Praça Marechal Âncora, s/nº - Praça Quinze de Novembro - Centro

Tels. 2550-9224 / 2550-9220

mhn02@visualnet.com.br / www.museuhistoriconacional.com.br
Ter-Sex, 10-17h30; Sáb-Dom e Feriados, 14-18h
Entrada franca aos domingos
O Museu Histórico Nacional, criado em 1922, é um dos mais importantes museus do Brasil, reunindo um acervo de mais de 287.000 itens, entre os quais a maior coleção de numismática da América Latina.
SEMANA DE MUSEUS
• Mesa Redonda - “Museu e Educação em um Mundo em Transformação”. Debate sobre os desafios da educação em museus na contemporaneidade. Local: Auditório do Museu.
15 de maio, 9h30-13h
• Ação Educativa - Teatralização na exposição de longa duração, oficina de arte, apresentação teatral em área externa, oficina de música e narração de história. Agendamentos com a Divisão Educativa. Local: Pátio da Minerva, Pátio dos Canhões, Pátio Gustavo Barroso e circuitos expositivos.
• Visita Guiada mediada aos circuitos de exposição de longa duração do Museu Histórico Nacional. Agendamento de grupos com a Divisão Educativa. Local: Circuitos de exposição de longa duração do Museu Histórico Nacional.
15 a 18 de maio, 10h-17h30
• Ação Educativa - Visitas mediadas às exposições de longa duração. Em seguida, oficinas de arte. Agendamento com a Divisão Educativa. Local: Pátio da Minerva e circuito de exposições do Museu
19 e 20 de maio, 14h-18h
EXPOSIÇÕES PERMANENTES
• Portugueses no Mundo - 1415 a 1822
Apresenta desde a expansão marítima portuguesa, suas causas e conseqüências, sobretudo a colonização do Brasil, até a proclamação da Independência por D. Pedro I.
• A Construção da Nação - 1822 - 1889
Apresenta desde a Independência até o exílio da família imperial com a proclamação da República.
• A Cidadania em Construção - 1889 à atualidade
Apresenta o sistema republicano instaurado a partir de 1889, abordando os direitos políticos, civis e sociais.
• Oreretama
Palavra que em tupi significa “a nossa morada”, Oreretama apresenta a pré-história brasileira e as populações indígenas, sua cultura, utensílios, mitos e saberes.
• Coleção de Moedas - Uma Outra História
Recriação de um antigo Gabinete de Numismática, mostrando a formação da coleção do próprio Museu, representada por conjuntos de moedas, medalhas, papel moeda, entre outros itens.
• As Moedas Contam a História
A evolução da moeda no mundo, do século VII a.c. ao XX, abrangendo praticamente todas as regiões habitadas do planeta.
• Do Móvel ao Automóvel: Transitando pela História
Situada no térreo, devido ao acervo de grandes proporções, reúne 27 peças, entre cadeirinhas de arruar, berlindas, traquitanas e um automóvel do início do século XX, o Protos, que pertenceu ao Barão do Rio Branco.
• Farmácia Homeopática Teixeira Novaes
Reconstituição da tradicional farmácia que funcionou de 1847 a 1983 na Rua Gonçalves Dias, no centro do Rio de Janeiro.
• Pátio dos Canhões
Coleção de canhões, que inclui, entre outros, exemplares portugueses, ingleses, franceses e brasileiros. Adequados ao manuseio de portadores de deficiência visual, todas as peças têm legenda em Braille.
EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS
• Japão: um ano depois do terremoto – imagens da superação do povo e da reconstrução do país
A exposição traz cerca de 100 painéis fotográficos mostrando as regiões devastadas e a solução dada a esses espaços. Também poderão ser vistas imagens das belezas de Tohoku, região diretamente afetada pelo terremoto seguido de tsunami, com suas paisagens, culinária regional e arquitetura.
Até 13 de maio

MUSEU MILITAR CONDE DE LINHARES
Av. Pedro II, 383 - São Cristóvão
Tel. 2589-9581 / 2589-1683
mmcl.museo@fortedecopacabana.com
Ter-Dom e feriados, 10-16h
Visitas orientadas com marcação prévia
Seu acervo reúne material que mostra a evolução do armamento, desde o machado de pedra ao míssil..
SEMANA DE MUSEUS
• Show Musical - Música no Museu.
15 de maio, 12h30-13h30
• Show Musical - Banda no Coreto.
17 de maio, 19h-20h30
• Visitação - Turismo Cultural no Bairro Imperial de São Cristóvão.
19 e 20 de maio, 10h-17h
• Exposição - Encontro Mensal de Veículos Antigos.
20 de maio, 9h-14h
• Show Musical - Encontro de Corais.
24 de maio, 19h-20h30

MUSEU NACIONAL DE BELAS ARTES
Av. Rio Branco, 199 - Centro - Tel. 2219- 8474 Fax. 226-6067

administracao@mnba.gov.br / www.mnba.gov.br

Ter-Sex, 10-18h; Sáb-Dom, 12-17h
Entrada franca aos domingos.

A bilheteria fecha 30 minutos antes do término do horário de visitação.

O acervo do MNBA abriga cerca de 18 mil obras de arte, e inclui obras trazidas por D. João VI de Portugal, em 1808, e obras do séculos XIX e XX. A tela “Primeira Missa no Brasil”, de Vitor Meireles, merece destaque especial.
SEMANA DE MUSEUS
• Lançamento da publicação “Guia da Visita em Família ao Museu Nacional de Belas Artes”, produzido pela educadora e técnica do MNBA, Simone Bibian.
• Lançamento do livro sobre a obra de Vitor Meirelles “Primeira Missa no Brasil”, em inglês e francês, organizado pelos técnicos do MNBA Pedro Xexéo e Andrea Pedreira.
Local: Auditório Leandro Joaquim - 3ª andar do Museu.
15 de maio, 11h
• Outros - Cerimônia de entrega do Prêmio “Quirino Campofiorito” a 10 personalidades que se destacaram pela cooperação e parceria com o Museu Nacional de Belas Artes.
Local: Auditório Leandro Joaquim - 3ª andar do Museu.
15 de maio, 14h
• Visita Guiada - O MNBA ficará aberto até às 20h e após às 18h, haverá visita guiada ao museu, previamente agendadas pela seção educativa. Vagas Limitadas. Inscrições pelo 2219-8474 - Ramal: 23. 18 de maio, 20h
EXPOSIÇÕES PERMANENTES
• Galeria de Arte Brasileira do Século XIX
O espaço com 2 mil metros² e 8 metros de pé direito, abriga a exposição permanente mais antiga do Rio de Janeiro e concentra num só local os mais significativos autores e obras produzidas no século XIX no Brasil, entre elas pinturas, esculturas, arte sobre papel e mobiliário.
• Galeria de Arte Brasileira Moderna e Contemporânea
Situado no terceiro piso, o espaço reúne cerca de 180 obras de mestres das artes visuais, distribuídos em 1.800m² de área de exposição.
• Galeria Rodrigo Mello Franco - Esculturas estrangeiras do acervo
O MNBA inaugura sua primeira galeria dedicada ao acervo de esculturas estrangeiras, exibindo treze obras. Entre os destaques temos: “Torso”, do argentino Rogelio Yrurtia; “Águia”, do uruguaio José Belloni e “A meditação sem braço”, do francês Auguste Rodin.
EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS
• Amadeo Modigliani
A mostra, integrante dos eventos programados para o Momento Itália Brasil, reúne cerca de 50 obras do artista italiano Amadeo Modigliani entre desenhos, retratos, catálogos, diários, pinturas e esculturas, algumas feitas pelo artista e outras, integrantes de sua coleção pessoal.
Até 10 de maio
• Eliseu Visconti: a Invenção da Modernidade
A mostra reúne obras como pinturas, desenhos, cerâmicas e documentos, realizadas entre os anos 1890 e 1940. Eliseu Visconti (Salerno, Itália, 1866 - Rio de Janeiro, 1944) destacou-se, entre as décadas de 1890 e 1920, como um dos artistas mais importantes do Brasil.
Até 17 de junho

MUSEU NACIONAL
Quinta da Boa Vista, s/nº - São Cristóvão Tel. 2562-6042 - museu@mn.ufrj.br www.museunacional.ufrj.br
Visitas orientadas com marcação prévia : Tels. 2562-6924 / 2562-6923
Ter-Dom, 10-16h
Criado por Dom João VI em 1818 com o nome de Museu Real, o Museu Nacional/UFRJ é a mais antiga instituição científica do Brasil e o maior museu de história natural e de antropologia da América Latina.
Ingressos: R$3.
SEMANA DE MUSEUS
• Exposição - “Inspirações e sapucaias: As transformações da Quinta da Boa Vista”. A exposição contará com acervos que retratam os projetos e transformações realizados nos jardins da Quinta da Boa Vista.
De 18 de maio a 5 de agosto, 10h-16h
• Visitação - Turismo Cultural no Bairro Imperial de São Cristóvão – Circuito de visitação a museus e instituições culturais, históricas e científicas do Bairro Imperial de São Cristóvão.
19 e 20 de maio, 10-16h
EXPOSIÇÕES PERMANENTES
• Meteoritos
No saguão principal está exposto o meteorito de Bendegó, maior meteorito brasileiro com 5,36 toneladas. Oriundo da região do Sistema Solar entre os planetas Marte e Júpiter, possui cerca de 4,56 bilhões de anos. Em uma sala anexa estão expostos outros meteoritos brasileiros e estrangeiros.
• Nova sala de Paleontologia
Apresenta um grande painel sobre a origem da vida e os esqueletos das preguiças-gigantes e do tigre-dentes-de-sabre. Destaca-se também a representação em vida do dinossauro brasileiro Unayssauros tolentinoi.
• A descoberta de um gigante
Na sala Rondon está a primeira réplica de um dinossauro de grande porte montada no Brasil: o Maxakalisaurus topai, um herbívoro de 9 toneladas e 13 metros de comprimento, que viveu há cerca de 80 milhões de anos na região do Triângulo Mineiro.
• Dinossauros do Sertão
Apresenta a evolução e a diversidade de espécies encontradas na região da Chapada do Araripe há mais de 110 milhões de anos, durante o período Cretáceo. Destaque para a maior reconstrução de esqueleto de um dinossauro carnívoro brasileiro já montado no país, o Angaturama limai, com quase seis metros de comprimento
• Um Tiranossauro no Museu
Exibe a réplica do crânio deste carnívoro que viveu há 65 milhões de anos e que povoa a imaginação popular como o mais temido dos dinossauros. É apresentada também uma reconstituição em escala do T-rex em vida.
• Etnologia indígena brasileira
Apresenta o protagonismo indígena na formação do Brasil, sobretudo diante dos desafios contemporâneos. Propõe-se que o visitante acompanhe a vitalidade cultural destas populações, relacionando os objetos às culturas dos povos. Destaque para as máscaras tikuna utilizadas no ritual da moça nova, que é exibido em vídeo nesta sala.
• Entre Dois Mundos: franceses de Paratitou e Tupinambá de Rouen
A exposição apresenta um acervo que reflete os primeiros contatos do “homem branco” com os nativos brasileiros no início do século XVI. São apresentadas cerâmicas indígenas que revelam as influências dos europeus ao cotidiano das tribos. Uma relíquia desta mostra é a cota de malha metálica trazida por navios piratas para a costa fluminense.
• Etnologia - culturas do pacífico
Esta é uma das primeiras coleções de acervo estrangeiro do Museu e expõe a cultura dos habitantes das ilhas do Pacífico, bem como suas vestes e seus objetos de uso cotidiano.
• Arqueologia brasileira
Exposição que apresenta vasta quantidade de registro das culturas humanas que habitaram o território brasileiro. Um importante destaque é a reconstituição da provável face de Luzia, o esqueleto humano mais antigo das Américas já encontrado.
• Arqueologia pré-colombiana
A mostra traz as origens das populações ameríndias, como os Incas e os Jivaros, e conta um pouco da história da ocupação das Américas. Entre os destaques estão tecidos pré colombianos, instrumentos musicais, cerâmicas de formas diversas, além de uma múmia Aymara.
• Arqueologia - culturas mediterrâneas
A coleção Greco-Romana do Museu Nacional/ UFRJ destaca-se por ser um reflexo da cultura da antiguidade clássica. O seu acervo é fruto do interesse da imperatriz Tereza Cristina - considerada mãe da arqueologia brasileira - pelas culturas mediterrâneas. A mostra exibe várias estatuetas de terracota, cerâmicas dos séc. III e IV a.C., lamparinas, objetos de bronze e ânforas para vinho, azeite e salmoura. Outro grande destaque da coleção são os Afrescos (painéis de pintura mural) de Pompéia.
• Egito Antigo
A coleção egípcia é uma das mais antigas e importantes do gênero na América do Sul. Suas peças revelam a intensa espiritualidade e misticismo desta cultura milenar.
• Nos passos da humanidade
Esta exposição é uma verdadeira aula sobre os caminhos do processo evolutivo humano que culmina com o surgimento de nossa espécie. Ela traz as últimas descobertas da ciência sobre o tema e exibe materiais originais e réplicas únicas de peças provenientes de vários museus do mundo. Exibe também um mapa que ilustra as rotas migratórias dos povos pré-históricos.
• Salas Históricas
Ao caminhar pelo Museu, o visitante encontrará também salas que mantiveram elementos artísticos e características arquitetônicas do período Imperial. No segundo piso, as salas do Trono e dos Embaixadores preservam pinturas ilusionistas datadas de 1856 e 1860. Na sala particular da Imperatriz Teresa Cristina (atual exposição Pré-Colombiana) chamam atenção douramentos sobre ornatos de madeira.

MUSEU NAVAL
Rua Dom Manuel, 15 - Praça Quinze de Novembro - Tels. 2104-6721 / 2233-9165
Agendamento para grupos.
www.dphdm.mar.mil.br / sdm.30@sdm.mar.mil.br
Ter-Dom, 12-17h
Entrada franca. Visitas orientadas com marcação prévia.
Instalado em um prédio de mais de cem anos, o Museu Naval exibe exposição permanente “O Poder Naval na Formação do Brasil”.
SEMANA DE MUSEUS
• Exposição de longa duração - “O Poder Naval na formação do Brasil”.
De 15 a 20 de maio, 12h-17h
• Visita Guiada.
De 15 a 18 de maio, 13h-17h

MUSEU PMERJ - MUSEU E SALA D’ARMAS GENERAL JOSÉ DA SILVA PESSOA
Rua Marquês de Pombal, 128 - Cidade Nova Tel. 2332-6668
museu_pmerj@policiamilitar.rj.gov.br / www.policiamilitar.rj.gov.br
Visitas guiadas para grupos marcadas previamente.
Ter-Sex, 9-16h
O acervo reúne armaduras dos séculos XV e XVI e armas usadas desde os primeiros tempos da Divisão Militar da Guarda Real de Polícia.
SEMANA DE MUSEUS
• Exposição fotográfica com as atividades sociais realizadas pela PMERJ.
De 14 a 20 de maio, 9h-16h
• Mesa Redonda com policiais convidados: Diretora do Museu PMERJ, Batalhão Florestal, UPP e outros.
18 de maio, 14h-16h

MUSEU VILLA-LOBOS
Rua Sorocaba, 200 - Botafogo
Tels. & Fax. 2266-3845 / 2266-3894 mvillalobos@museuvillalobos.org.br www.museuvillalobos.org.br
Seg-Sex, 10-17h
Entrada Franca
Discos, programas de concertos nacionais e internacionais, partituras relativas ao compositor e maestro Heitor Villa-Lobos.
SEMANA DE MUSEUS
• Ação Educativa - “O Brasil de Tuhú” - contação de história ilustrada por apresentação musical, narrando episódios da infância do menino Villa-Lobos e suas aventuras até a maturidade. Local: Jardim do Museu Villa-Lobos.
De 15 a 17 de maio, 15h-16h30
• Seminário/ Painel/ Mesa Redonda - “Villa-Lobos e o Movimento Folclórico Brasileiro” debate sobre atuação do compositor frente ao movimento que buscou aprofundar estudos sobre tradições populares e obter apoio institucional do Estado.
16 de maio, 15h-17h

MUSEUS CASTRO MAYA - IPHAN - INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL

• MUSEU DO AÇUDE
Estrada do Açude, 764 - Alto da Boa Vista Tels. 2492-2119 / 2492-5219
www.museuscastromaya.com.br / acude@museuscastromaya.com.br
Visitas orientadas com marcação prévia
Diariamente, 11-17h exceto Ter
Entrada Franca às quintas-feiras
Instalações permanentes de artistas brasileiros contemporâneos. Coleção de azulejaria portuguesa dos séculos XVII a XIX, móveis coloniais brasileiros e uma das mais significativas coleções de arte oriental em instituição pública no Brasil.
SEMANA DE MUSEUS
• Ação Educativa - Encontro de alunos da rede pública de ensino com Iole de Freitas, para acompanhar e interagir durante o processo de montagem da obra da artista.
De 14 a 18 de maio, 11h-16h
• Exposição - Inauguração de nova obra da artista Iole de Freitas, destruída por ocasião das chuvas de abril de 2010. Esta obra integra o Espaço de Instalações - projeto que relaciona Arte Contemporânea e Natureza.
De 20 de maio a 20 de maio de 2013, 12h-16h
• Show Musical - Apresentação musical, retomando a idéia dos Brunches Culturais que ocorreram no Museu por 9 anos.
20 de maio, 14h-16h

• MUSEU CHÁCARA DO CÉU
Rua Murtinho Nobre, 93 - Santa Teresa - Tel. 3970-11226 chacara@museuscastromaya.com.br / www.museuscastromaya.com.br
Visitas orientadas com marcação prévia. .
Diariamente, 12-17h exceto Ter
Entrada Franca às quartas-feiras
Antiga casa do colecionador Castro Maya reúne acervo de arte moderna, coleção de Brasiliana, álbuns de viajantes sobre o Brasil do século XIX (Debret, Rugendas, Taunay).
SEMANA DE MUSEUS
• Encontro com professores e alunos de escolas de formação de professores, para palestra com especialista em Educação em Museus e lançamento do material “Museus Castro Maya para professores Volume II”.
17 de maio, 14h-17h
EXPOSIÇÕES PERMANENTES
• Coleção de Arte Européia
Reúne pinturas, desenhos e gravuras de artistas consagrados como Matisse, Modigliani, Degas, Seurat, Miró.
• Coleção de Arte Brasileira
Formada principalmente por trabalhos de artistas modernos, entre eles Guignard, Di Cavalcanti, Iberê Camargo, Antonio Bandeira, além de importante conjunto de obras de Portinari, hoje considerado o maior acervo público desse artista.
• Coleção de Brasiliana Uma das mais expressivas, esta coleção inclui mapas dos séculos XVII e XVIII, pinturas a óleo, aquarelas, guaches, desenhos e gravuras de viajantes do século XIX, como Rugendas, Chamberlain e Taunay, destacando-se os mais de 500 originais de Jean-Baptiste Debret, adquiridos em Paris, em 1939 e 1940.
EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS
• Gente
Curadoria: Anna Paola Baptista. A exposição reúne 160 criações de 100 artistas que compõem o acervo do museu. Trata-se de um apanhado que passa por épocas, estilos e técnicas variados revelando representações da figura humana nas artes plásticas. Obras de Debret, Pablo Picasso, Candido Portinari e Mestre Vitalino podem ser apreciadas na mostra.
Até 30 de julho

MUSIFE-MUSEU DE SINALIZAÇÃO FERROVIÁRIA DO RIO DE JANEIRO
Praça do Engenho Novo, s/nº - Engenho Novo - Tel. 9672-4313 / 8214-0197 - dzn01@yahoo.com.br
SEMANA DE MUSEUS
• Exposição de fotos ferroviárias antigas.
19 de maio, 13h-18h

SUPERINTENDÊNCIA DE MUSEUS
Rua da Ajuda, 5 - 13º e 14º andares - Centro Tel. 2333-1354
superintendenciademuseus@gmail.com
SEMANA DE MUSEUS
• Mesa Redonda - Mesa 1 - Museus e Economia Criativa, Museus e cidades criativas: Luiz Marcelo Mendes - Mesa 2 - Estudo de Casos: Museu da Roça, Museu de Favela e Museu da Moda.
14 de maio, 14-18h
Local: Museu de História e Artes do Estado do Rio de Janeiro, Rua Presidente Pedreira, 78 - Ingá - Niterói.

CONSULTAR PREVIAMENTE OS HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO DOS MUSEUS E CENTROS CULTURAIS

MUSEU DE ARTE MODERNA DO RIO DE JANEIRO - MAM
Av. Infante Dom Henrique, 85 - Parque Brigadeiro Eduardo Gomes – Centro

Tel. 2240-4944 / 4899 /comunicacao@mamrio.org.br

Ter-Sex, 12-18h; Sáb-Dom-Feriados, 12-19h
Sua construção representa um marco da arquitetura, resultado dos traços do arquiteto Affonso Eduardo Reidy e projeto paisagístico de Roberto Burle Marx. Além da beleza arquitetônica, o museu guarda preciosidades.
Com mais de 15 mil obras, seu acervo dispõe de esculturas e pinturas de artistas de renome internacional, além de um grupo notável de artistas latino-americanos. As coleções de Gilberto Chateaubriand, internacionalmente conhecidas como o mais completo conjunto de arte moderna e contemporânea brasileira, e a Coleção Joaquim Paiva, com cerca de 1.200 obras de fotógrafos brasileiros, enriquecem o acervo.
A Cinemateca firmou-se como centro de referência da memória do cinema brasileiro e mundial. Sua programação está voltada para a difusão de obras e ciclos da história do cinema.
Ingressos: Exposições R$8 (inclui uma sessão gratuita na cinemateca válida no dia da emissão do ingresso). Maiores de 60 anos, estudantes maiores de 12 anos R$4. Domingos, ingresso família até 5 pessoas R$8. Cinemateca R$5 (maiores de 60 anos e estudantes maiores de 12 anos R$2).
Os horários podem sofrer modificações de acordo com as exposições em cartaz. A bilheteria fecha 30 minutos antes do término do horário de visitação.
EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS
• Fernanda Gomes
A maior exposição da artista no país ocupará os 1.820 metros quadrados do espaço central do segundo andar do museu.
Até 22 de abril

MUSEU DA IMAGEM E DO SOM
Praça Rui Barbosa, 1 - Praça Quinze – Centro - Tels. 2332-9068 / 2332-9067
Seg-Sex, 10-18h - Entrada franca - Visitas marcadas
O primeiro museu audiovisual do país reúne acervo composto por fotografias, filmes e vídeos, além de instrumentos musicais..

MUSEU MAURO RIBEIRO VIERGAS
Praça N. S. da Glória, 135 - Glória

Tel. & Fax. 2557-4600

irmandade@outeirodagloria.org.br

Ter-Sex, 9-17h; Sáb-Dom, 9-12h; Dom, 9-13h.
Inaugurado em 1942, reúne objetos de valor material e histórico do século XIX, doados pela nobreza brasileira.

MUSEU AMSTERDAM SAUER DE PEDRAS PRECIOSAS
Rua Garcia D’Ávila, 105 - Ipanema - Tel. 2512-1132 -
Seg-Sex, 9-19h e Sáb- 9 às 16h
Visitas guiadas para grupos com prévia marcação.
São mais de 3.000 peças entre pedras preciosas e minerais. Pode-se, ainda, ver réplicas de duas minas em tamanho natural.

MUSEU ARQUIDIOCESANO DE ARTE SACRA DO RIO DE JANEIRO
Av. República do Chile, 245 - Centro - Tel. 2240-2669
Qua, 9-12h e 13-16h - Sáb, 9-12h
Visitas orientadas para grupos com marcação prévia: catedral@catedral.com.br
O Museu possui um arquivo precioso com mais de 4.000 peças registradas.

MUSEU DAS TELECOMUNICAÇÕES
Instituto Oi Futuro - Rua Dois de Dezembro, 63 - Flamengo - Tel. 3131-3060
Ter-Dom, 11-17h
Entrada Franca
Com um conceito revolucionário de exposição, o museu conta a aventura e a história da comunicação humana através de objetos museológicos, como telefones, aparelhos de telex, mas também por meio de telas de LCD e computadores de última geração.

MUSEU DA FAZENDA FEDERAL
Av. Presidente Antônio Carlos, 375/1003 - Castelo - Tels. 3805-2003 / 3805-2004
museu.rj.gra@fazenda.gov.br
Seg-Sex, 9-17h
Visitas guiadas para grupos com marcação prévia. Entrada franca
O museu reúne peças e documentos que divulgam a história econômica-financeira do País, a história do Palácio da Fazenda e seus Ministros.

MUSEU DA VIDA
Av. Brasil, 4.365 - Fundação Oswaldo Cruz - FIOCRUZ - Manguinhos - Tel. 2598-4221
www.fiocruz.br/museudavida - Ter-Sex, 9-16h30 (visitas agendadas) - Sáb, 10-16h
Entrada franca
Visitas orientadas com marcação prévia por telefone, exceto domingos.
Museu científico interativo que discute os temas ligados à vida. O museu tem vários espaços interligados pelo Trenzinho da ciência: Ciência em Cena; Biodescoberta e Parque da Ciência. Também podem ser visitados o patrimônio arquitetônico, artístico e cultural da Fiocruz.

MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA
Mirante da Boa Viagem, s/n - Boa Viagem - Niterói - Tel. 2620-2400
www.macniteroi.com.br
Entrada franca às quartas-feiras
Ter-Dom, 10-18h
Visitas guiadas com um mês de antecedência
Projetado por Oscar Niemeyer, o museu reúne expressiva coleção de arte contemporânea brasileira.

MUSEU DO PRIMEIRO REINADO
Av. Pedro II, 293 - São Cristóvão
Tels. 2332-4513 / 2332-4514
mir@funarj.rj.gov.br
Ter-Sex, 11-17h
Entrada franca. Visitas orientadas para escolas e grupos com marcação prévia.
Projetado por Pierre Joseph Pézerat em estilo neoclássico, o Solar foi construído a mando do Imperador D. Pedro I para seu grande amor Domitila de Castro Canto e Melo - a Marquesa de Santos - que lá residiu de 1826 a 1829. A história do 1º Reinado (1822-1831) é revelada através de documentos.

MUSEU E WORKSHOP TOUR H. STERN
Rua Garcia D’Ávila, 113 - Ipanema
Tel. 2106-0000 - smc@hstern.com.br / www.hstern.com.br
Seg-Sex, 9-18h; Sáb, 9-14h
Entrada Franca
Exposição permanente do acervo, incluindo raras pedras preciosas em estado bruto.

MUSEU HISTÓRICO E DIPLOMÁTICO
Av. Marechal Floriano, 196 - Centro - Tel. 2253-2828
Seg-Qua-Sex, 14-15-16h (Visitas guiadas)
Visitas monitoradas com duração de 45 minutos.
Entrada franca
Raro exemplar de arquitetura neoclássica, o Palácio Itamaraty foi sede do Ministério das Relações Exteriores de 1899 a 1970. O Arquivo Histórico tem cerca de seis milhões de documentos que remontam a 1808.

MUSEU JUDÁICO
Rua México, 90/1º andar – Centro - Tel. 2524-6451 museu@museujudaico.org.br
Seg-Qui, 10-16h; Sex, 10-14h
Entrada franca. Visitas orientadas com marcação prévia.
O museu tem como objetivo cultivar, preservar e dinamizar a cultura e a memória das tradições judaicas.

CASA HISTÓRICA DE DEODORO
Praça da República, 197 - Centro - Tel. 2222-0126
Ter-Sex, 10-17h
Entrada Franca
A casa serviu de residência ao Marechal Deodoro da Fonseca até 15 de novembro de 1889, quando foi proclamada a República. O espaço abriga o Instituto de Geografia e História Militar do Brasil e uma exposição permanente.

MUSEU CARTOGRÁFICO DO SERVIÇO GEOGRÁFICO DO EXÉRCITO
Rua Major Daemon, 81 - Morro da Conceição - Centro - Tel. 2223-2177
Seg-Qui, 8-16h e Sex, 8-12h
Acesso pela rua do Acre
Visitas agendadas. Entrada Franca
Mapas. Fotografias e instrumentos utilizados em levantamentos topográficos tais como bússolas, lunetas, teodolitos revelam a evolução da cartografia no Brasil. Outro ponto de visita é a Biblioteca instalada no local da antiga capela do palácio Episcopal.

MUSEU DA II GUERRA MUNDIAL
Av. Infante Dom Henrique, 75 - Parque Brigadeiro Eduardo Gomes - Aterro do Flamengo
Tel. 2240-1283
mnm2gm@ig.com.br
Ter-Dom, 10-16h
Entrada Franca
Monumento Nacional aos Mortos na II Guerra Mundial.
Construído em 1960, o Monumento inclui, além do Museu, o Mausoléu com os restos mortais dos heróis dos campos de batalha italianos.

MUSEU HISTÓRICO DA FORTALEZA DE SÃO JOÃO
Fortaleza de São João - Av. João Luis Alves, s/nº - Urca - Tel. 2586-2291
sitiohistorico.fsj@gmail.com
Agendamento - Seg-Qui, 10-16h
Ter-Sex, 10-12h e 13h30-16h; Sáb-Dom e feriados, 10-12h e 13-16h
Iniciativa da Diretoria de Pesquisa e Estudos de Pessoal e Fortaleza de São João
Dezoito painéis, auto-explicativos, retratam a História, desde as Grandes Navegações, passando pelo Descobrimento do Brasil, e a chegada da Corte Portuguesa.

MUSEU DO DESPORTO
Fortaleza de São João - Av. João Luis Alves, s/nº - Urca - Tel. 2586-2291
Ter-Sex, 10-12h e 13h30-16h; Sáb, Dom e feriados, 10-12h e 13-16h
Visitas orientadas com marcação prévia
Iniciativa da Diretoria de Pesquisas e Estudo de Pessoal da Fortaleza de São João, Comitê Olímpico Brasileiro e Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro.
O Museu abriga rico acervo com fotografias, painéis, livros, medalhas, troféus, indumentárias que retratam a participação e trajetória brasileiras em Olimpíadas e Pan-Americanos e competições esportivas.

PANTEÃO DUQUE DE CAIXIAS
Praça Duque de Caxias, 25 (em frente ao Palácio Duque de Caxias) - Centro - Tel. 3223-5035
Ter-Sex, 10-17h
A vida e os principais feitos do Duque de Caxias. Lápides dos túmulos do Duque e da Duquesa com os restos mortais do Patrono do Exército Brasileiro

ARQUIVO NACIONAL
Praça da República, 173 - Centro
Tels. 2179-1228 / 2179-1273
pi@arquivonacional.gov.br / www.arquivonacional.gov.br
Entrada Franca
Visitas técnicas com marcação prévia por telefone ou e-mail - Ter e Qui, no período da manhã.
Criado em 1838, o Arquivo Nacional representa um dos mais importantes monumentos da arquitetura neoclássica brasileira do século XIX.
EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS
• Lago Eu Sou - Mário Lago um homem do século XX
A mostra em homenagem aos 100 anos de nascimento do artista conta com imagens de Mário Lago superpostas por frases e versos autobiográficos, cartazes, cenas de novelas e peças teatrais, manuscritos, capas de livros e discos, além de imagens da boemia carioca, amigos, família, troféus. Destaca-se ainda uma ampla cronologia com a rica trajetória de Mario Lago e sua inserção na história artística e política do Brasil. Curadoria de Mario Lago Filho.
Até 24 de maio

CAIXA CULTURAL RIO
Av. Almirante Barroso, 25, esquina com Av. Rio Branco - Centro
Tels. 2544-7666 / 8129 / 1099 / 4080
Ter-Dom, 10-22h
São 6.000m² com quatro espaços para exposições, um teatro de arena (com 240 lugares), duas salas de cinema, cinco salas multiuso, uma livraria e um cybercafé. No mezanino, painéis em têmpera sobre madeira, de Lídio Bandeira de Mello e pilastras talhadas do escultor espanhol Julio Espinoso. PROGRAMAÇÃO
• Galeria 1 - Gesto Amplificado
Mostra coletiva a partir da seleção de artistas contemporâneos de diferentes cidades da América Latina, que se unificam e qualificam pela integração e habilidade plástica de manter características gestuais, pictóricas e manufaturadas em suas criações, em comum acordo com as possibilidades tecnológicas vigentes na contemporaneidade.
Até 22 de abril
• Galeria 2 - Modernismos - 90 anos de 1922
A exposição celebra os 90 anos da Semana de Arte Moderna de São Paulo, mostrando a força do evento como marco fundador de nosso pensamento moderno, mas relativizando sua existência como único eixo de ruptura com o academicismo do século 19.
Até 29 de abril
• Galeria 1 - Exposição Séculos Indígenas No Brasil - IV Edição
A exposição apresenta o material artístico e documental produzido ao longo dos 17 anos de existência do projeto “Séculos Indígenas no Brasil”, composto por fotografias, desenhos, gravuras, objetos de arte indígena, vídeos, animações e textos.
Até 20 de maio

CAIXA CULTURAL
Av. República do Chile, 230 / anexo 3ºandar - Centro
Tels. & Fax. 2262-8152 / 2262-5483
caixacultural.rj@caixa.gov.br
Seg-Sex, 10-18h; Sáb-Dom e Feriados, 11-15h
Entrada Franca
O prédio, um marco da arquitetura da década de 70, tem forma de tronco de pirâmides de bases largas e é envolvido por jardins, passarelas e espelhos d’água.

CASA DE CULTURA LAURA ALVIM
Av. Vieira Souto, 176 - Ipanema - Tels. 2332-2016 / 2332-2040

Ter-Dom, 13-21h
Entrada Franca
O espaço abriga três salas de cinema, o Teatro Laura Alvim, com 245 lugares e o Espaço Rogério Cardoso com 70 lugares, galeria de arte, o café do Ateliê Culinário com mesas e ombrelones nas arcadas. O local possui facilidades para idosos e portadores de necessidades especiais.
PROGRAMAÇÃO
• TEATRO (245 lugares)
• A peça do casamento - Edward Albee
Escrita em 1987, pelo mais célebre dramaturgo norte-americano vivo, Edward Albee, a peça relata, com humor e ironia, o momento de separação de um casal, juntos há 30 anos. Direção: Pedro Brício. Elenco: Guida Vianna e Dudu Sandroni.
De 5 de abril a 27 de maio
Qui-Sáb, 21h e Dom, 20h
Ingressos: R$50 (plateia) R$30 (balcão)
CASA FRANÇA BRASIL
Rua Visconde de Itaboraí, 78 – Centro - Tel. 2332-5120
info@casafrancabrasil.rj.gov.br
Ter-Dom, 10-20h
Construído em 1820 o edíficio se caracteriza pela severidade da fachada neoclássica. Seu grande espaço interno é subdividido e abriga exposições temporárias de arte e eventos.
PROGRAMAÇÃO
• 4° Prêmio Marcantonio Vilaça
O prêmio que homenageia o galerista pernambucano Marcantonio Vilaça falecido em 2000, constitui uma das principais iniciativas de estímulo à arte brasileira. Cada edição bienal resulta na montagem de mostra coletiva, que precorre cidades e capitais. A mostra reúne obras de cinco artistas contemplados na edição 2011/2012. Os premiados são o pernambucano Jonathas de Andrade, a mineira Laura Belém, o maranhense Marcone Moreira e os paulistas André Komatsue Paulo Nenflidio.
Visitas Mediadas seguidas de oficinas.
Agendamentos: 2332-5124 / 2332-5120 - projetos.assist@casafrancabrasil.rj.gov.br
Até 29 de abril

CENTRO CULTURAL CORREIOS
Rua Visconde de Itaboraí, 20 - Centro - Tel. 2253-1580 / Fax. 2253-1545 –
centroculturalrj@correios.com.br
Ter-Dom, 12-19h
Entrada Franca
As linhas arquitetônicas da fachada, em estilo eclético, caracterizam o prédio do início do século (1922), dotado de três pavimentos interligados por um elevador panorâmico. São 3.480m² divididos em dez salas de exposições, uma galeria de arte, um teatro com capacidade para 200 pessoas. Ao lado, há a Praça dos Correios, uma área de 1,3 mil m² ao ar livre, com espelho d’água e suporte de uma concha acústica.
EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS
Até 6 de maio
• Olhares para o Céu: a evolução do pensamento até a conquista espacial
Exposição para celebrar o 51º aniversário da primeira viagem do homem pelo espaço.
• Cada um de nós, também os outros
O artista plástico baiano Gustavo Moreno expõe 20 obras: impressão e acrílico, óleo e sintético s/ lona e impressão e sintético s/ aço, em grandes dimensões e que se referem à fusão memória, tempo e espaço.
• Poças Quânticas
A mostra reúne cerca de 30 obras de Renato Santana em diferentes técnicas e formatos.
• Willy Reuter
A mostra do artista Willy Reuter, reúne cerca de 35 trabalhos, entre desenhos, colagens e gravuras, em dimensões variadas.

CENTRO CULTURAL PAÇO IMPERIAL
Praça Quinze de Novembro, 48 - Centro - Tel. 2215-2622
paco@pacoimperial.com.br
Ter-Dom, 12-18h
Desde 1985, o Paço Imperial é um centro cultural vinculado ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN, do Ministério da Cultura. O espaço conta ainda com o Bistrô do Paço, o Restaurante Atrium e a Livraria e Café Arlequim.
EXPOSIÇÕES PERMANENTES
• História do Paço
Exposição localizada na área da antiga Casa da Moeda, no andar térreo do edifício. Painéis iconográficos e maquetes ilustram as transformações arquitetônicas do monumento, na sociedade brasileira ao longo da história.
• Atelier Sergio Camargo
Instalação do atelier do artista, na sala Armazém d’El Rey, no térreo do prédio, com um acervo de obras, em regime de comodato. As instalações museográficas em espaço climatizado, são compostas por elementos removíveis e respeitam a arquitetura do bem tombado.
EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS
• Mario Testino: Tudo ou nada
Fotografia - Individuais de Gabriela Machado, Rosana Ricalde, Rafael Alonso, Felipe Barbosa, Maria Lynch.
Até 20 de maio

CENTRO CULTURAL JUSTIÇA FEDERAL - CCJF
Av. Rio Branco, 241 - Centro - Tel. 3261-2550 –
Ter-Dom, 12-19h
Entrada Franca
Possui rampa de acesso para deficiente físico
O prédio de quatro pavimentos foi sede do Supremo Tribunal Federal de 1909 a 1960. Restaurado, transformou-se no Centro Cultural Justiça Federal, com uma programação de exposições, cujo enfoque é dedicado à arte nacional, sobretudo à fotografia.
EXPOSIÇÕES PERMANENTES
• Linha do Tempo do Judiciário do Brasil
O equipamento audiovisual da Sala Interativa, no térreo, apresenta fatos marcantes da história do Judiciário do Brasil.
• Galeria das Togas
Breve histórico da origem e evolução do uso da Toga – roupa indispensável no vestuário dos magistrados.
• O CCJF no centro do Rio
A exposição interativa, em tela LCD, traça um paralelo entre a história de prédio e os fatos marcantes da cidade no mesmo período.
EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS
• Heterogêneo - Um retrato da diversidade - fotografia
Curadoria: Vivian Faingold. Exposição digital do carioca Leo Neves, que registrou a Parada do Orgulho LGBT 2011, em São Paulo, utilizando uma octabox adaptada para um flash compacto.
Até 13 de maio
• Simplesmente Doisneau - fotografia
Curadoria: Agnès de Gouvion Saint-Cyr. A exposição, inédita no país, celebra o centenário de nascimento de Robert Doisneau, um dos maiores nomes da história da fotografia mundial. Influenciado pelas obras de Henri Cartier-Bresson, Eugène Atget e André Kertész, ganhou fama por fotografar a vida social de Paris e de seus arredores, sem distinção de classe social
Até 17 de junho
• TEATRO
• Cabeça de Vento - peça infantil
Léo é um menino de oito anos, apaixonado por pipas. Ao ganhar de presente um livro que pertenceu a seu pai, faz um mergulho na História, entrando em contato com três figuras marcantes: o cientista norte-americano Benjamin Franklin, a guerreira e rainha chinesa Fu Hao, e Ricardo Coração de Leão, rei da Inglaterra
Até 6 de maio - Sáb-Dom, 16h - Ingressos: R$20.
• Senhora Solidão
A peça conta a história de quatro solitários que, ao se encontrarem, revisitam suas memórias, brincando de reconstruir o que os desagradou no passado e de se visualizarem no futuro. A terapia não convencional executada flerta com elementos do psicodrama, criado pelo romeno Jacob Levy Moreno.
Até 6 de maio - Sex-Dom, 19h - Ingressos: R$20.
• MÚSICA
• O Prelúdio 21
O grupo é formado pelos compositores, de estéticas diferentes, Alexandre Schubert, Caio Senna, Heber Schünemann, J. Orlando Alves, Marcos Lucas, Neder Nassaro e Sergio Roberto de Oliveira. Há 10 anos vem movimentando o cenário da música de concerto contemporânea da cidade do Rio.
28 de abril e 26 de maio, 15h.
Entrada Franca

CENTRO MUNICIPAL DE ARTE HÉLIO OITICICA
Rua Luís de Camões 68 - Centro - Praça Tiradentes
Tel. 2232-4213 / 2232-2213 - caho@rio.rj.gov.br
Ter-Sex, 11-18h; Sáb-Dom e feriados, 11-17h
Entrada Franca
É um centro de referência de arte visual contemporânea que abriga exposições internacionais e de artistas brasileiros, performances, ciclos de palestras e debates abordando a contemporaneidade nas artes. Conta com palco na sala de palestra
EXPOSIÇÃO TEMPORÁRIA
• Chaplin e sua Imagem
A mostra reúne documentos, imagens e vídeos sobre a vida e a trajetória artística de Charles Chaplin. A exposição está baseada numa extraordinária coleção de fotografias, guardadas no arquivo da família Chaplin.
Até 29 de abril
• Gramática Urbana
Um conjunto de onze artistas contemporâneos apresentam associações, afinidades e oposições entre as mais diversas formas, técnicas e linguagens. A cidade e o espaço público são os campos de investigação muito presentes nas obras desses artistas. Em sua maioria, tiveram sua trajetória oriunda de pinturas realizadas pelas paredes da cidade e com a vitalidade da urgência urbana.
De 11 a 22 de abril

INSTITUTO MOREIRA SALLES
Rua Marquês de São Vicente, 476 - Gávea Tel. 3284-7400 -
Ter-Dom, 11-20h
Exposições e estacionamento gratuitos. Entrada Franca
Visitas guiadas com marcação prévia
A casa abriga salas de exposição, cinema, biblioteca, auditório, cafeteria, loja de arte, ateliê. A Reserva Técnica Fotográfica do IMS reúne fotos, boa parte delas retrata a cidade do Rio de Janeiro.

EXPOSIÇÕES TEMPORÁRIAS
• Federico Fellini
A exposição explora o universo felliniano e apresenta o processo de criação do diretor. A mostra inclui uma seleção de fotografias, desenhos feitos pelo próprio Fellini, revistas, cartazes e entrevistas filmadas. Muitos dos documentos apresentados são inéditos.
Até 17 de junho

CENTRO CULTURAL PARQUE DAS RUÍNAS
Rua Murtinho Nobre 169 - Santa Teresa - Tel. 2215-0621 / 2224-3922
Ter-Dom, 8-18h
Entrada Franca
O Centro Cultural Parque das Ruínas foi a casa da grande mecenas da Belle Époque carioca, Laurinda Santos Lobo. Conhecida como a “marechala da elegância”, Laurinda reunia intelectuais e artistas nas magníficas dependências do palacete, e hoje é um dos mais belos projetos premiados do arquiteto Ernani Freire.

ESCOLA DE ARTES VISUAIS – PARQUE LAGE
Rua Jardim Botânico, 414 - Jardim Botânico Tel. 3257-1800 - eav@eavparquelage.org.br
Diariamente, 8-17h
A EAV é referência nacional no ensino das artes, localizada em um parque nacional de mata atlântica, em uma casa de estilo eclético construída em 1920. Este espaço pertence à Secretaria de Estado de Cultura.

OI FUTURO - IPANEMA
Rua Visconde de Pirajá, 54, 3° andar - Ipanema - Tel. 3201-3000
Ter-Dom, 11-20h
Entrada Franca
Nos dois andares estão distribuídos moderna sala de espetáculos com 130 lugares para encenação de peças e exibição de filmes, espaço para exposições de artes visuais, café e a escola de arte e tecnologia Oi Kabum.

OI FUTURO - FLAMENGO
Rua Dois de Dezembro, 63 - Flamengo - Tels. 3131-3050 / 3070
Entrada Franca
Ter-Dom, 11-20h
Entrada Franca
Em seu acervo, um dos mais importantes da história da telefonia brasileira.

CENTRO CULTURAL LAURINDA SANTOS LOBO
Rua Monte Alegre, 306 - Santa Teresa - Tel. 2215-0618 - cclobo@pcrj.rj.gov.br
Ter-Dom, 10-19h
Entrada Franca
O espaço é dotado de quatro salas de exposições, auditório e possui um acervo fotográfico referente a Laurinda Santos Lobo.
Cursos e Oficinas: teatro, artesanato, danças populares, dança de salão, capoeira - Informações pelo telefone.

ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS
Av. Presidente Wilson, 203 - Castelo - Tels. 3974-2500 / 3974-2552
secretaria@academia.org.br
Visitas guiadas com marcação prévia: Tel. 3974-2526
Seg, Qua e Sex, 14h e 16h
O prédio, reprodução do Trianon de Versalhes, foi construído para abrigar a representação francesa na Exposição Internacional Comemorativa da Independência do Brasil, em 1922 e doado posteriormente, pelo Governo da França para sediar a Academia Brasileira de Letras.

ATELIÊ DA IMAGEM ESPAÇO CULTURAL
Avenida Pasteur, 453 - Urca - Tel. 2541-3314
Seg-Sex, 10h-21h; Sáb, 10-18h
Entrada Franca
De uma escola de fotografia, transformou-se num espaço consagrado à imagem. Ao longo do tempo o Ateliê da Imagem também é sinônimo de vídeo, cinema, artes visuais, mídias digitais, design, web e produção gráfica.

BAUKURS CULTURAL
Rua Goethe, 15 - Botafogo - Tel. 2530-4847 / 2246-6242 -
Seg-Qui, 10-21h; Sex-Sáb, 12-18h
Vocação cultural vem dos tempos em que era apenas um curso de alemão, que promovia cineclube, roda de samba e debates. Além disso, o espaço promove cursos nas mais variadas áreas de interesse: de filosofia, religião, cosmologia e arquitetura às artes cênicas, caligrafia e mosaico.

BIBLIOTECA NACIONAL
Av. Rio Branco, 219 – Centro - Tel. 2220-9484 - Fax. 2220-2356 –
visiguia@bn.br
Seg-Sex, 9-20h; Sáb, 9-15h
Entrada Franca
Visitas Guiadas em português (11 e 15h) e às 13h (Visitas guiadas em inglês) - Tel. 2220-9484
Visitas Guiadas para escolas, grupos e instituições com marcação prévia.
O prédio em estilo neoclássico, circundado de colunas corínticas, foi inaugurado em 1910. Seu acervo reúne cerca de 9 milhões de peças entre raridades, como cartas da princesa Isabel, os primeiros jornais impressos no país, além de muitos documentos históricos.

CASA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA UFRJ
Rua Lauro Müller, 3 - Botafogo - Tel. 2542-7494
casadaciencia@casadaciencia.ufrj.br
Ter-Sex, 9-20h (visitas mediante marcação prévia); Sáb-Dom e Feriados, 10-20h
Entrada Franca
É um centro de divulgação científica que tem como marca a interatividade e a interdisciplinaridade. O centro apresenta, também, produções audio-visuais, espetáculos musicais e teatrais e projetos itinerantes.

CASA DE ARTE E CULTURA JULIETA DE SERPA
Praia do Flamengo, 340 - Flamengo - Tel. 2551-1278
evento@casajulietadeserpa.com.br
Ter-Sex, 13-19h; Sáb, 16-19h
O palacete de arquitetura eclética, funciona como Centro Cultural e oferece ao visitante, sala de exposições, livraria, restaurante e salão de chá.

CENTRO CULTURAL LIGHT
Av. Marechal Floriano, 168 - Centro - Tel. 2211-4515 - Fax. 2211-4420

www.light.com.br / paulo.bicalho@light.com.br

Seg-Sex,11-17h
Entrada Franca
O edifício, construído em 1911, na antiga rua Larga, como sede e garagem de bondes da Light, abriga desde 1994 o centro que participa ativamente da vida cultural da cidade.

CENTRO CULTURAL DA SAÚDE
Praça Marechal Âncora, s/nº - térreo - Centro - Tel. 2240-5568
ccs@ccs.saude.gov.br/ www.ccs.saude.gov.br
Visitas guiadas com marcação prévia
Ter-Sáb,10-17h
Entrada Franca
O palacete, em estilo sóbrio, foi projetado por Gastão Bahiana para ser o Pavilhão da Estatística na exposição do centenário da Independência, em 1922. Ali também funcionou a Vigilância Sanitária.

CENTRO CULTURAL MIDRASH
Rua General Venâncio Flores, 184 - Leblon - Tel. 2239-1800
secretaria@midrash.org.br / www.midrash.org.br
Seg-Qui, 9-22h Sex, 9-15h Dom, horários especiais
Foi concebido para funcionar como um centro de estudos, interpretação de texto e estimulação do pensamento, conectando a tradição judaica com a modernidade.

CENTRO CULTURAL ODUVALDO VIANNA FILHO
Praia do Flamengo, 158 – Flamengo
Tels. 2205-0655 / 0276 - castelinho@pcrj.rj.gov.br
Ter-Sáb,10-20h - Dom, 10-18h
Entrada Franca
Projetado em 1916, sua construção foi concluída em 1918 e em 1992 foi convertido em centro cultura..
• Sala Vianinha
Exposição do acervo de Oduvaldo Vianna Filho.
• Midiateca Castelinho
Sala multimídia e sala de leitura com acervo de livros, revistas e catálogos de arte.
• Sala de Leitura
Obras variadas para consulta.

CENTRO DE ARTES FUNARTE
Rua da Imprensa, 16 - Centro - Tel. 2279-8092 - www.funarte.gov.br
Seg-Sex, 10-18h
Visitas guiadas com marcação prévia
Entrada Franca
Localizado no Palácio Gustavo Capanema, o espaço abriga as galerias de artes plásticas Sergio Milliet, Lygia Clark e Macunaíma, o auditório Gilberto Freyre e a Sala Funarte Sidney Miller.

CENTRO DE MEMÓRIA DO CARNAVAL
Av. Rio Branco, 4 - 2º andar - Centro - Tel. 3213-5162 - Fax 3213-5162 - Liesa - Tel. 3213-5151 cultural@liesa.com.br / centrodememoria@liesa.com.br / liesarj@liesa.com.br / www.liesa.com.br
O acervo do espaço é destinado à pesquisa, com marcação prévia
O espaço reúne em seu acervo, um banco de dados totalmente informatizado com mais de 20 mil itens, relacionados com o Carnaval no Brasil e no mundo

CENTRO NACIONAL DE FOLCLORE E CULTURA POPULAR
Rua do Catete, 179 - Catete
Tel. 2285-0441 - www.cnfcp.gov.br - difusao.folclore@iphan.gov.br
Ter-Sex , 11-18h; Sáb, Dom e feriados, 15-18h
Entrada Franca
Instalado em dois casarões do final do século XIX, o Museu apresenta exposição permanente com cerca de 1.400 objetos. Organizada em cinco unidades temáticas: Vida, Técnica, Religião, Festa e Arte, a mostra conta uma das muitas histórias possíveis sobre o homem brasileiro.

ESPAÇO CULTURAL TREM DO CORCOVADO
Rua Cosme Velho, 513 - Cosme Velho - Tel. 2558-1329
www.corcovado.com.br / tremdocorcovado@corcovado.com.br
Diariamente, 8h30-18h30
Seu acervo traça um painel de toda a história do Corcovado com fotos e reportagens do dia da inauguração da estrada de ferro, em 9 de outubro de 1884. A grande atração é a cabeça de quatro metros, em terracota sobre estrutura de concreto, esculpida em Paris pelo arquiteto e escultor Paul Landowsky, que serviu de modelo para a estátua do Cristo.

ESPAÇO DE MEMÓRIA BERNARDO MONTEVERDE
Rua Evaristo da Veiga, 55/ 3º e 5º - Centro - Tel. 2533-2000
monteverde@monteverde.srv.br / www.monteverde.srv.br
Seg-Sex, 8-11h, 13-17h
Entrada Franca
Visitas guiadas com marcação prévia às quartas-feira
Objetos, documentos, fotos e arquivos narram uma parte significativa da construção civil no país e a trajetória do engenheiro catarinense Bernardo Monteverde.

INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL DO RIO DE JANEIRO
Rua do Pinheiro, 10 - Flamengo
Tel. 2557-4480 - Fax. 2557-4192

iabrj@iabrj.org.br / www.iabrj.org.br

Salão de Exposições - Seg-Sex, 10-20h
Biblioteca - Seg-Sex, 13-19h
A sede do IAB-RJ ocupa prédio tombado, construído em 1904. Ali funcionou a “Sala das Machinas” da Companhia Ferro Carris Jardim Botânico ( CFCJB ).

MANSÃO FIGNER- ARTESESC
Rua Marquês de Abrantes, 99 - Flamengo Tel. 3138-1343 - artesesc@sescrio.org.br
Ter-Sáb, 12-20h - Dom, 11-17h
Visitas guiadas com marcação prévia
Entrada Franca
A mansão é um exemplo claro do ecletismo na arquitetura da cidade, a casa é um exemplar raro da chamada “casa burguesa” do início do século XX e abriga o centro cultural ArteSesc.

REAL GABINETE PORTUGUÊS DE LEITURA
Rua Luís de Camões, 30 - Centro (próximo à Praça Tiradentes) - Tel. 2221-3138
www.realgabinete.com.br
Seg-Sex, 9-18h
Entrada Franca
Fundado em 14 de maio de 1837, o Gabinete surgiu com o intuito de oferecer aos patrícios residentes no Rio de Janeiro acesso às publicações de seu país. Entre os cerca de 400 mil títulos de Literatura Portuguesa, como a primeira edição de “Os Lusíadas”, de 1572

RECICLOTECA - Centro de Informações sobre Reciclagem e Meio Ambiente
Rua Miranda Valverde, 118 s. 101 - Humaitá
Tel. 2551-6215 / 2552-6393 - www.recicloteca.org.br
Seg-Sex, das 9h às 17h
A Recicloteca é um centro de informações sobre o meio ambiente, com foco em resíduos sólidos e reciclagem. O projeto dispõe de vasto acervo de livros, artigos e vídeos, além de manter o espaço Reciclarte com exposição permanente sobre os 3R’s (Reduzir, Reutilizar e Reciclar), que nos convida à adoção do consumo responsável.

SOLAR GRANDJEAN MONTIGNY
Rua Marquês de São Vicente, 225 - Gávea Tel. 3527-1435
www.puc-rio.br/sobrepuc/dept/solar
Seg-Sex, 10-17h30
Entrada Franca
Atualmente funciona como Centro Cultural da PUC-RIO. Seu acervo abriga obras de artistas brasileiros e estrangeiros.

TEMPO GLAUBER
Rua Sorocaba, 190 - Botafogo
Tels. 2527-2272 / 2527-5840 - www.tempoglauber.com.br
Seg-Sex, 11 às 17h
Entrada Franca
O casarão abriga o acervo de filmes, fotos, documentos do cineasta Glauber Rocha, com exposição permanente.

GALERIA ANNA MARIA NIEMEYER
www.annamarianiemeyer.com.br
Praça Santos Dumont, 140 / lj. A - Gávea
Tel. 2540-8155
Shopping da Gávea - Rua Marquês de São Vicente, 52 / 205 - Gávea - Tel. 2239-9144
• Robinson Oliveira - Barroco Urbano - pinturas
O artista recria um mundo, sob a ótica barroca, com cerca de 10 pinturas, baseadas em imagens publicadas em livros, jornais e revistas, reproduzidas em superfície de tela. Seus trabalhos revelam o fascínio despertado por imagens de personagens que se destacam na mídia e pelo grande interesse que possui na Pop Art Americana.
Até 30 de abril
• Fátima Villarin - esculturas
A partir de maio

ANITA SCHWARTZ GALERIA DE ARTE
Rua José Roberto Macedo Soares, 30 - Gávea - Tels 2540-6446 / 2274-3873 galeria@anitaschwartz.com.br /www.anitaschwartz.com.br
Seg-Sex, 10-20h e Sáb, 12-18h.
Entrada franca
• Ensaios não destrutivos - Ana Holck
No grande espaço de 200 metros quadrados com pé direito de mais de sete metros, serão apresentadas cerca de oito esculturas, em grandes dimensões, com tamanhos que chegam a 3,5 metros de altura. As obras fazem parte de uma recente pesquisa em que a artista utiliza elementos de concreto pré-moldado e acrílico.
Até 12 de maio
• José Paulo – Retratos e autorretratos
O artista atribui o nome da exposição à sua recente pesquisa, em que investiga a retratação das pessoas. A mostra terá a serie “Quarenta retratos”, com 40 desenhos em grafite sobre papel feitos a partir de copos recolhidos de amigos, parentes e anônimos, em situações diferentes.
Até 12 de maio

LAURA MARSIAJ ARTE - CONTEMPORÂNEA E ANEXO
Rua Teixeira de Melo, 31 C - Ipanema - Tel. 2513-2074
laura@lauramarsiaj.com.br
Ter-Sex, 10-19h e Sáb, 11-16h.
Entrada franca
• Fábio Baroli: Domingo
Curadoria e texto: Marcelo Campos. A exposição reúne pinturas, capturadas do cotidiano interiorano brasileiro, entremeadas por signos eróticos, poses, trejeitos, atitudes que misturam personagens. São imagens advindas de referências de tempo e lugares variados: fotos de família, revistas, internet.
Até 12 de maio
• Fernanda Chieco
Durante os últimos dez anos, Fernanda Chieco tem realizado trabalhos artísticos resultantes de experiências dentro e fora de seu país de origem. O foco central de sua pesquisa é comportamento humano, principalmente quando relacionado a situações onde as pessoas criam e executam regras para sobrevivência em grupo.
Até 12 de maio.

Fonte: Rio Guia Oficial

  
  

Publicado por em