Setur / PE anuncia pacote de obras para requalificação do patrimônio histórico e cultural do Estado

O conjunto de intervenções engloba os municípios de Recife, Olinda, Itamaracá, Igarassu e o Arquipélago de Fernando de Noronha.

  
  

O secretário de Turismo de Pernambuco, Sílvio Costa Filho, anunciou nesta quinta-feira (18) uma série de obras voltadas para a requalificação do patrimônio histórico e cultural do Estado. O conjunto de intervenções está orçado em mais de R$ 27 milhões que será empregado até 2011, englobando os municípios de Recife, Olinda, Itamaracá, Igarassu e o Arquipélago de Fernando de Noronha.

O anúncio ocorreu durante a cerimônia de abertura do Fórum das Cidades Históricas Turísticas, no Centro de Convenções de Pernambuco, que foi fruto de uma parceria entre o Ministério do Turismo, Prefeitura de Olinda, Secretaria de Turismo do Governo do Estado e Empetur.

“O nosso diferencial entre os outros destinos de Sol e Mar é a nossa cultura. É importante para o Estado que cuidemos do nosso patrimônio e, por esse motivo, estamos realizando esses investimentos”, declarou o secretário Costa Filho.

A grande maioria das ações de requalificação será realizada com recursos oriundos do Prodetur II e Prodetur Nacional. São elas:

Mercado Eufrásio Barbosa (Olinda) – Restaurar o mercado assegurando a sua integridade arquitetônica para adequá-lo a usos que reafirmem sua vocação como equipamento cultural, transformando-o em Centro da Cultura Popular de Pernambuco. O projeto arquitetônico está em elaboração e a estimativa da ação é de R$ 5 milhões.

Museu do Estado (Recife) – Requalificação do prédio com a realização de várias intervenções como, por exemplo, projeto paisagístico dos jardins, pavimentação do estacionamento, climatização do casarão principal. O valor previsto é R$ 1,1 milhão. A obra está na fase de licitação.

Requalificação da Vila dos Remédios (Fernando de Noronha) – Recuperação da Armazém de Cereais, Casa de Banho do Presídio e desassoreamento de um trecho do Riacho Mulungu. Com edital previsto para ser lançado em julho de 2009, o investimento previsto é de R$ 1,9 milhão.

Requalificação do Alto da Sé (Olinda) – Restauração da Caixa D´àgua com instalação de elevador panorâmico, construção de Mercado de Artesanato, reforma e revitalização do Largo da Sé. O orçamento é R$ 4,5 milhões. A estimativa é que a obra seja finalizada em dezembro deste ano.

Plano de Preservação de Vila Velha (Itamaracá) – Promover a preservação e melhoria das condições ambientais, paisagísticas e urbanísticas do Sítio Histórico de Vila Velha. A execução do plano está em andamento e o orçamento é de R$ 335,6 mil.

Projeto de Requalificação do Engenho São João (Itamaracá) – Elaboração de projeto para a recuperação da Casa Grande do Engenho São João, onde será instalado o Museu do Conselheiro João Alfredo. O valor estimado é R$ 500 mil.

Requalificação do Engenho Monjope (Igarassu) – Elaboração de projeto para recuperar o conjunto patrimonial do Engenho Monjope e seu entorno. A elaboração do projeto-executivo está em processo licitatório e o valor estimado é de R$ 500 mil.

Trilhas do Patrimônio (Recife) – Trata de ações de melhoria da acessibilidade nas vias de maior circulação de pedestre, onde se desenvolvem os circuitos turísticos mais atrativos do Bairro do Recife. O valor para o investimento é de R$ 2,3 milhões e está em fase de licitação.

Caminhos do Recife (Recife) – Ações de melhoria física nas ruas que compõem os circuitos turísticos e culturais dos bairros de Santo Antônio e São José. O valor previsto é R$3,7 milhões e está em fase de licitação.

Forte das Cinco Pontas (Recife) – Ação de requalificação física do Forte das Cinco Pontas e a instalação de um portal de turismo de abrangência metropolitana. O edital já foi publicado e o valor do investimento é de R$ 2,6 milhões.

Cruz do Patrão – Elaboração de projeto para a urbanização no perímetro de atuação da Cruz do Patrão, compreendendo as intervenções de requalificação física e a execução do projeto de agenciamento ao Monumento Cruz do Patrão e ao Centro Cultural. O valor do investimento é R$ 5 milhões.

Fórum das Cidades Históricas Turísticas - É a primeira vez que um fórum nacional para discutir as potencialidades turísticas das cidades históricas está sendo realizado. O objetivo principal é promover o intercâmbio entre os principais centros brasileiros que possuem um acervo histórico e destacável potencial turístico. O evento ocorreu nesta quinta (18) e sexta-feira (19). Participam do fórum cerca de 40 cidades históricas do Brasil, entre elas Ouro Preto (MG), Missões (RS), Salvador (BA), Vitória do Espírito Santo (ES), Rio de Janeiro (RJ), Diamantina (MG).

Na ocasião serão discutidos problemas em comum das principais cidades históricas turísticas participantes, envolvendo assuntos como turismo, transporte, segurança, dentre outros temas. A partir daí, será elaborado um documento final, a “Carta de Olinda”, que subsidiará as questões levantadas durante a discussão e servirá de embasamento para a política do turismo dos municípios. Será um documento de domínio público, encaminhado para o Ministério do Turismo e secretarias estaduais e municipais.

Na manhã do sábado (20), os participantes terão a oportunidade de realizar um city tour pelo Sítio Histórico de Olinda. O encontro será no Receptivo Turístico, no Carmo, a partir das 10h.

Fonte: Secretaria de Turismo de Pernambuco

  
  

Publicado por em