Trem do Samba é destaque da programação do Dia Nacional do Samba

A 16ª edição do Trem do Samba, festa que comemora o Dia Nacional do Samba, vai trazer artistas renomados para alegrar o trajeto pelos trilhos com apresentações ao vivo para os passageiros

  
  
Festas acontecem de terça a sábado

De 29 de novembro a 3 de dezembro, as viagens de trem que partem da Central do Brasil ficarão muito mais animadas. A 16ª edição do Trem do Samba, festa que comemora o Dia Nacional do Samba, vai trazer artistas renomados para alegrar o trajeto pelos trilhos com apresentações ao vivo para os passageiros. A festa, uma iniciativa da Prefeitura do Rio de Janeiro, Riotur, Petrobras e Supervia, homenageia este ano dois ícones que levaram a bandeira do samba Brasil afora: os “cinquentões” Cacique de Ramos e Marquinhos de Oswaldo Cruz.

A grande novidade desta edição do Trem do Samba é que serão cinco dias de shows. No palco montado na Central do Brasil, haverá apresentações de Mestre Monarco, Marquinhos de Oswaldo Cruz, Velha Guarda da Portela, Nelson Sargento, Wilson Moreira e muitos outros bambas do samba às 18h30, nos quatro primeiros dias de evento. Em Oswaldo Cruz, o Pagode da Tia Doca receberá convidados no dia 2 de dezembro, às 21h.

A grande festa acontecerá no dia 3 de dezembro, começando ao meio dia na Central do Brasil. Ao longo da tarde, a estação receberá as velhas guardas da Portela, Salgueiro, Império Serrano, Mangueira e Vila Isabel, Bateria do Mestre Faísca, Noca da Portela, e outros. Quem quiser continuar a comemoração, poderá pegar um trem rumo ao bairro de Oswaldo Cruz a ártir das 17h. Já nos vagões o passageiro poderá sentir o clima dos shows que ainda estarão por vir, ao som do Pagode do Renascença, Cacique de Ramos, Democráticos de Guadalupe e muitas outras atrações. Nos três palcos montados no destino final da viagem, a festa continuará a partir das 20h, com shows da canotra Mart’nália, Delcio Carvalho, Mauro Diniz, Arlindo Cruz, Fundo de Quintal e outros artistas.

O embarque nos trens especiais será feito mediante a troca de 1 kg de alimento não perecível pelo bilhete, na própria Estação da Central, a partir das 17h do dia do evento e é limitada a até três mil pessoas. Os alimentos arrecadados serão doados para o Banco Rio de Alimentos, do programa Fome Zero. Os foliões também poderão viajar comprando uma passagem de trem regular.

Serviço
Trem do Samba
Data: 29 de novembro a 3 de dezembro
Local: Central do Brasil e Oswaldo Cruz
Entrada gratuita para os shows na Central do Brasil e em Oswaldo Cruz
Bilhetes de trem: preço comum ou troca por 1kg de alimento não-perecível ou compra do bilhete regular

Fonte: Rio Guia Oficial

  
  

Publicado por em