Turismo cultural: Secult e Setur, em Alagoas, mobilizam gestores municipais para a Rota do Imperador

Roteiro será formatado reconstruindo o caminho por onde passou Dom Pedro II

  
  
Penedo faz parte da Rota do Imperador

Mais um roteiro está sendo formatado para diversificar a oferta turística de Alagoas. Dessa vez é a região do São Francisco que ganha a “Rota do Imperador”. Com intuito de formar o comitê gestor do roteiro, representantes da Cultura e do Turismo dos municípios de Piaçabuçu, Penedo, Porto Real do Colégio, Delmiro Gouveia, Propriá, Traipu, Pão de Açúcar e Piranhas, participaram na manhã desta terça-feira (8) de reunião, na Secretaria de Estado da Cultura (Secult), para definir ações sobre o percurso turístico-cultural da Rota do Imperador.

A rota faz parte da Celebração dos 150 anos da visita de D. Pedro II ao baixo São Francisco. Segundo a secretária adjunta do Turismo, Danielle Novis, uma visita reconstituindo todo o caminho percorrido pelo imperador está prevista para acontecer nos dias 16, 17 e 18 de outubro, com agentes de viagens, operadores, jornalistas e técnicos.

“A rota vem sendo desenvolvida por empresários da região que fazem parte do grupo gestor do APL São Francisco, assim como do Projeto de estruturação e dinamização do turismo na região, que foi aprovado pelo BID, em parceria com a Agência Espanhola de Cooperação Internacional e Sebrae”. Destaca Novis.

Durante a reunião, ficou definido um grupo especial de gestores municipais, que vão desenvolver iniciativas para a celebração dos 150 anos da visita de D. Pedro II. “O governo de Alagoas, por meior da Secult e da Setur , ficou com a responsabilidade de mobilizar os gestores, bem como viabilizar os investimentos necessários, como peças de divulgação e passagens aéreas para jornalistas de outros Estados, convidados para participar da Rota do Imperador e, assim, poderem divulgar o potencial do turismo cultural de Alagoas”, afirmou o secretário da Secult, Osvaldo Viégas.

Segundo ele, a Rota do Imperador é um dos principais programas que visam a integração das cidades ribeirinhas e o desenvolvimento do turismo cultural edo Estado, ao atrair turistas das mais diversas origens, que terão a oportunidade de conhecer também as tradições culturais, folguedos, casarios, igrejas, museus entre outros atrativos.

A reunião também contou com as presenças do desembargador Washington Luis, prefeita de Piranhas, Melina Freitas, secretário adjunto da Secult, Álvaro Vasconcelos, e representantes da prefeitura do município de Propriá (SE), do Sebrae-AL e de agências de turismo.

Fonte: Secretaria de Turismo de Alagoas

  
  

Publicado por em