Aventura e Ecoturismo nos passos dos descobridores

Conheça os caminhos que seduziram os portugueses 500 anos atrás

  
  

Imagine o que Cabral encontrou na Bahia em 1500. O litoral sul do estado é de uma beleza hipnotizante que os anos de colonização e desenvolvimento não diminuíram. Praias deliciosas, sol radiante o ano todo, cachoeiras e rios. Sem dúvida, percorrer os caminhos do descobrimento deixa qualquer um boquiaberto.

A chamada Costa do Descobrimento é composta pelas cidades de Santa Cruz Cabrália, Belmonte e Porto Seguro. São cidades com infraestrutura moderna e recheadas de pousadas e hotéis paradisíacos. A primeira missa realizada no Brasil ocorreu na praia de Coroa Vermelha, em Santa Cruz Cabrália. A região foi a primeira a receber as naus portuguesas na virada dos séculos XV e XVI. Nestas cidades os visitantes podem conhecer a rica flora costeira. A Mata Atlântica, ainda preservada em alguns pontos, permite a observação de diferentes animais silvestres e a prática de atividades de aventura como cicloturismo, caminhadas e escaladas.

A península de Maraú, mais ao norte da Costa do Descobrimento, é um recanto de belezas naturais e de cidades aconchegantes. Barra Grande é a vila mais conhecida da região. A maneira mais fácil de chegar até lá é passando por Camamu e, deixando o carro, seguir de barco para a cidade.

A pequena vila de Itacaré fica no meio do caminho entre Ilhéus e Salvador. Alguns anos atrás, chegar até lá era muito difícil. O visitante tinha que enfrentar estradas de terra e ainda assim era obrigado a percorrer boa parte do caminho sem o carro. Hoje a situação é bem diferente. Após a inauguração da estrada BA 001, que liga Ilhéus a Itacaré, chegar dirigindo ficou muito mais fácil.

A famosa praia da Tiririca, ainda em Itacaré, é considerada a melhor para o surfe no estado. Por aqui, os praticantes da atividade se deleitam nas belas e imponentes ondas. A vila de pescadores parece ter parado no tempo e suas construções antigas acabam se tornando pontos turísticos. Para chegar até as praias é preciso percorrer trilhas em meio à Mata Atlântica, o que somente aumenta a exclusividade desse litoral e deixa uma expectativa que prontamente é atendida ao deparar-se com um mar límpido e tranquilo. Os visitantes podem também descer o Rio de Contas praticando rafting. Outras atividades de aventura estão à disposição: parapente, rapel, ciclismo, boia-cross, caiaque e canoagem.

“Itacaré é um dos destinos mais completos do país, pois possui lindas praias, Mata Atlântica abundante, inúmeras atividades e um belo interior”, avaliou Otto Hassler, empresário apaixonado pela região.

Já a Chapada Diamantina, na parte central do estado, é o destino perfeito para quem quer aventurar-se em contato com a natureza. As cidades do entorno são Lençóis, Palmeiras, Andaraí e Mucugê. Lençóis tem a melhor estrutura da região, com melhores acomodações e mais opções. O centro tem ainda construções do século XIX, época do ciclo do diamante. Na Chapada, os turistas se divertem em trilhas ecológicas inesquecíveis. Na cidade descansam em confortáveis hotéis e reencontram amigos para trocar experiências das aventuras do dia. Afinal, uma visita às grutas e cachoeiras sempre rende muitas histórias.

A Praia do Forte, próxima à Costa do Sauípe, recebeu o primeiro projeto de ecoturismo do Brasil, em 1980. A região é acolhedora e recebe muito bem seus hóspedes. Longe da badalação de outras cidades baianas, por aqui os visitantes podem observar as lindas tartarugas do projeto Tamar em um ambiente de tranquilidade e descanso.

Não foi por acaso que os portugueses e o mundo se apaixonaram pelo país do pau-brasil. Surfe, mergulho, cachoeirismo, caminhada, caminhada de longo curso, canionismo, cicloturismo, escalada, espeleoturismo, montanhismo e rapel. As opções são tantas que fica até difícil saber por onde começar.

Estes destinos são contemplados pelo Programa de Promoção e Comercialização Nacional da ABETA (Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura), que trabalha para fortalecer o segmento e reforçar o potencial do Brasil para oferta segura e responsável de atividades de Ecoturismo e Turismo de Aventura.

Fonte: AD Comunicação & Marketing

  
  

Publicado por em