Aventura floresce no Cerrado goiano

Período de seca colore Alto Paraíso e Pirenópolis

  
  
Alto Paraíso

Definir Goiás e sua relação com a natureza e as atividades de aventura é uma tarefa simples. O estado é um paraíso para os visitantes já habituados ao estilo de vida ao ar livre e cativante para os turistas que, uma vez em solo goiano, certamente se apaixonarão pelas paisagens naturais e pelo ecoturismo e turismo de aventura da região. E dois destinos indutores são as encantadoras cidades de Alto Paraíso, na região da Chapada dos Veadeiros, e Pirenópolis, mais ao centro do estado.

Em meio a Serra Geral do Paraná, a cidade que abre as portas para a Chapada dos Veadeiros não poderia ter outro nome: Alto Paraíso. As belezas naturais do local são tantas que, em meio à maior concentração de biodiversidade do cerrado, a vegetação muda de cor ao longo do ano. Nas estações secas, entre abril e outubro, as flores dão o colorido e brindam os visitantes com paisagens inesquecíveis. No restante do ano, as chuvas deixam as árvores com tom de verde escuro. De tão lindo, o lugar parece místico e conta com presenças constantes de aventureiros, esotéricos e ufólogos.

“O próprio nome já diz tudo. É um lugar em que você renova as energias graças as tantas belezas naturais que encontra”, descreve o empresário Denis Miyasaki Oki. Para ele a viagem foi inspiradora e aflorou a criatividade para abrir sua própria marca de camisetas. “Pretendo voltar. É um lugar de muita paz”, completa.

Quanto maior a presença da água, maior a aura mística da região. Em meio a brechas e fendas rochosas é possível banhar-se em piscinas naturais de águas transparentes e cristalinas. Esse espetáculo natural fica no Vale da Lua, uma das maiores atrações do local, e a parte submersa dá para ser conferida durante um mergulho autônomo, com cilindros, ou livre, com snorkel.

Para conhecer tudo de perto, nada melhor do que fazer trekking ou mountain bike para avistar o Morro da Baleia. A pedra, coberta pela vegetação, tem árvores nativas ao redor, como o Pau Santo. Com um pouco mais de caminhada, dá para contemplar o pôr do sol no Mirante de São Jorge. É exatamente na vila de São Jorge que estão localizadas as pousadas mais charmosas da região.

A 390 quilômetros dali está Pirenópolis. Dona de um relevo acidentado marcado pela inconfundível paisagem do cerrado do centro-oeste brasileiro, a cidade tem uma vasta oferta de atividades de aventura. As Serras são o cenário perfeito para as caminhadas. Assim, é possível conhecer o Pico dos Pirineus, o ponto mais alto da cidade. Já as Cachoeiras do Rosário e do Abade reservam banhos em poços para os já cansados praticantes do rapel.

Para aproveitar este paraíso ao máximo o turista precisa conhecê-lo por todos os lados. E para fazê-lo de cima, a tirolesa do Voo dos Pirineus e o arvorismo, que possui diversos pontos para a prática, são indispensáveis. As copas das árvores brindam a sensação de liberdade em meio ao ambiente natural. Ainda, de dezembro a março, a principal atração fica por conta do rafting e do boia cross nos caudalosos rios das Almas e Corumbá.

Outros pontos turísticos do município são o Santuário de Vida Silvestre Vagafogo, uma excelente opção de passeios aos finais de semana com destaque para as opções gastronômicas, e a Cidade de Pedra, uma área de 600 hectares com diversas formações rochosas dignas de cenários cinematográficos.

Todos estes destinos são contemplados pelo Programa de Promoção e Comercialização Nacional da ABETA (Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura), que trabalha para fortalecer o segmento e reforçar o potencial do Brasil para oferta segura e responsável de atividades de Ecoturismo e Turismo de Aventura.

Fonte: AD Comunicação & Marketing

  
  

Publicado por em

Mara Lee

Mara Lee

17/05/2011 21:10:10
Todo ano saímos do litoral paulista (Santos/SP), onde no outono o clima é chuvoso e frio, e vamos para GO!

A natureza belíssima da Chapada dos Veadeiros e a gastronomia maravilhosa de Pirenópolis nos cativaram e não mudamos a rota nessa época por 3 anos, paraíso!