Caça aos cogumelos mais caros é uma aventura inesquecível na Europa

As trufas são caras, pois sua caça é difícil, e é preciso cães treinados desde pequenos para encontrá-las

  
  

Já ouviu falar em trufa? Não a de chocolate, mas a iguaria culinária, caríssima, rara e igualmente deliciosa. Para quem não conhece, a trufa (ou tartufo – em italiano) é um tubérculo da família dos fungos, parente dos cogumelos. Elas nascem e se desenvolvem sob a terra, em simbiose com as raízes de determinadas árvores (como carvalho, salgueiro, álamo e tíbias).

As trufas são caras, pois sua caça é difícil, e é preciso cães treinados desde pequenos para encontrá-las. Não existe plantio das mesmas.

O fungo se reproduz naturalmente, em regiões muito específicas da Itália, França e Croácia, de acordo com a quantidade de chuva, frio e outros caprichos da natureza.

Os tartufos, sejam brancos ou negros, exalam um odor único e possuem sabor inigualável, muito apreciado por Chefs de Cozinha no mundo inteiro. Exatamente por isso, elas são conhecidas como “diamantes da gastronomia” ou mesmo “tesouros da gastronomia”.

Todos os anos acontece a famosa “Caça as Trufas” - nos países da Europa onde elas são comumente encontradas. A época ideal para a caçada é do fim de setembro até o mês de dezembro, podendo chegar até março – entre setembro, outubro e novembro colhe-se a trufa branca e entre novembro e março, colhe-se a negra. O preço do quilo pode chegar a ultrapassar 5 mil euros.

As melhores regiões onde encontrar o famoso tartufo são o Piemonte – onde se acha a melhor trufa branca do mundo, Toscana – trufas brancas e negras, Umbria, entre outras, na Italia. Na Provença, França e Catalunha, na Espanha, encontra-se a trufa negra, e ainda em Ístria, Croácia, são encontradas trufas brancas.

Para aproveitar a “temporada de caça” e entrar na aventura de procurar as raríssimas trufas, a Interpoint Viagens e Turismo propõe roteiros apaixonantes pela Europa.

Visite: www.revistaecotour.tur.br

Fonte: Lucia Paes de Barros

  
  

Publicado por em