Com belas cachoeiras, Torrinha atrai aventureiros

Cachoeiras belíssimas, paredões de até 100 metros de altura, algumas cavernas de arenito e até mesmo vales poucos explorados figuram entre as principais atrações do município de Torrinha. A cidade é uma ótima opção para a prática de trekking e rapel

  
  
A Cachoeira do Bissoli possui queda de 76 metros e fica localizada no Encontro das Águas, área da Mata Atlântica totalmente preservada

Cachoeiras belíssimas, paredões de até 100 metros de altura, algumas cavernas de arenito e até mesmo vales poucos explorados figuram entre as principais atrações do município de Torrinha. Distante 260 quilômetros de São Paulo, a cidade é uma boa opção para quem busca aventura e contato com a natureza.

Para começar o passeio, é interessante saber a origem do nome do município. Torrinha tem essa denominação devido a uma pedra de arenito de formação geológica única, de 50 metros de altura, cujo formato lembra uma torre ou um farol gigante. Próximo ao local, na Fazenda da Ponta, foi construído um mirante onde os turistas podem observar a paisagem, fotografar e até mesmo praticar o salto de parapente.

Além de possuir forte apelo junto aos aventureiros, a cidade também é ótima para quem busca descanso. Com várias trilhas, uma opção é fazer trekking ou mesmo praticar canyoning pelo córrego São José. Já na Pedra do Triunfo, os corajosos podem fazer um rapel de 8 metros.

Na cachoeira do Bissoli, há uma queda de 76 metros, localizada no Encontro das Águas - uma área da Mata Atlântica totalmente preservada, com árvores centenárias ao longo de toda a trilha.

Outra queda d´água que atrai os olhares é a cachoeira do Paraíso, com 85 metros. Se a intenção é relaxar, a piscina natural existente em volta da cachoeira do Mosteiro é o local ideal.

Já na antiga Estação Ferroviária, os turistas encontram o espaço dedicado a arte e a cultura. O prédio é patrimônio histórico e atualmente abriga uma luthieria especializada na construção e reparo de violas.

Religião
A religião também está muito presente em Torrinha. A Paróquia São José de Torrinha é um exemplo: construída por volta de 1870, em homenagem ao padroeiro da cidade, São José.

Já no mosteiro do Paraíso, um dos principais pontos turísticos, o visitante pode conhecer as delícias como o chocolate caseiro, trufa e pão de mel. O local conta com três capelas, a de São José do Paraíso, uma réplica da igreja matriz; a de Apresentação do Senhor e a da Figueira, onde anualmente é realizada a festa do Cio da Terra. O evento sempre acontece em novembro, ao final da colheita do café, um dos produtos típicos da região.

Fonte: Governo de São Paulo

  
  

Publicado por em