Ondas o ano inteiro, o Rio tem um point para cada tipo de surfista!

Orla carioca atrai atletas amadores e profissionais

  
  
Outra modalidade que a cada ano ganha mais adeptos é o Stand Up, modalidade onde uma prancha larga e um remo tracionam o atleta para as ondas

Palco de competições internacionais, as ondas da orla carioca atraem atletas amadores e profissionais durante todo o ano. Há espaço para todos. Até mesmo quem nunca subiu em uma prancha não precisa sair do Rio de Janeiro sem experimentar a sensação inesquecível de deslizar sobre as ondas. Várias escolinhas oferecem cursos intensivos durante todo o ano, além de atender alunos em todos os níveis.

Outra modalidade que a cada ano ganha mais adeptos é o Stand Up, modalidade onde uma prancha larga e um remo tracionam o atleta para as ondas. O equipamento também é muito usado para travessias marítimas.

Mas, para quem já entende do esporte, é só escolher o ponto e cair na água. As opções são muitas. Divirta-se.

Picos

Arpoador: Praia com 800 metros de extensão entre o Forte de Copacabana e Avenida Vieira Souto. Ondas entre um e dois metros. Um dos pontos favoritos dos surfistas na zona sul da cidade.

Barra-Meio: Extensão de um quilômetro no meio da praia da Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade. Local escolhido para os campeonatos com ondas de até dois metros de altura.

Macumba-Pontal: 2,6 quilômetros de extensão depois do Recreio dos Bandeirantes, na estrada do Pontal, próximo ao Camping. Ondas variam entre um e três metros.

Prainha: Protegida pela Mata Atlântica, na zona oeste da cidade, tem as ondas mais bacanas do Rio e também a galera mais alto-astral. O visual é surpreenden-te. São apenas 700 metros de praia encravados entre dois morros com ondas que chegam a três metros de altura.

Grumari: 2,8 quilômetros de extensão na Praia de Grumari. Ondas entre um e três metros. Faz parte da mesma reserva de Mata Atlântica que a Prainha.

Fonte: Rio Guia Oficial

  
  

Publicado por em