Operadores estrangeiros aprovam destinos brasileiros de ecoturismo e aventura

A grande diversidade natural do Brasil tem ajudado o País a se consolidar como um dos principais destinos do mundo no segmento

  
  
Reunião de operadores internacionais durante o Encontro Brasileiro de Ecoturismo e Turismo de Aventura

Diversidade de destinos, natureza exuberante e uma gastronomia magnífica, tudo em um só País. Foi assim que operadores estrangeiros descreveram o Brasil após retornarem das caravanas promovidas pelo Ministério do Turismo (MTur), por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), para divulgar destinos brasileiros de Ecoturismo e Aventura. Os elogios às atrações foram feitos durante o encontro dos operadores internacionais na última quinta-feira (10), durante o Encontro Brasileiro de Ecoturismo e Turismo de Aventura, o maior evento do segmento na América Latina, que vai até o próximo domingo (13), em São Paulo.

Catorze destinos, em onze estados brasileiros, foram apresentados a 65 profissionais estrangeiros especializados no segmento. Com as viagens de familiarização, profissionais de 18 países puderam conhecer destinos como: Chapadas Diamantina e dos Veadeiros, Amazônia, Lençóis Maranhenses, Fernando de Noronha, Santa Catarina, Natal, Litoral do Rio de Janeiro e São Paulo, Paraná e Itacaré.

Amit Bedi, diretor da operadora britânica Stallions Air, esteve em Fernando de Noronha e afirmou que 60% dos negócios realizados pela operadora, na Inglaterra, são de pacotes com destinos brasileiros. “A viagem foi muito importante para conhecer mais paisagens e novos roteiros. O Brasil possui grande diversidade e agora é o momento para dividirmos nossas experiências”.

As caravanas com operadores estrangeiros de turismo fazem parte de uma série de ações da Embratur para promover o Brasil no mercado internacional. “O que estes profissionais vivenciaram foi apenas uma parte do que o País pode oferecer. O segmento de Ecoturismo e Aventura evoluiu e avançou como poucos no mundo, consequentemente irá gerar muitos negócios no País”, afirmou Jeanine Pires, presidente da Embratur.

De acordo com a Organização Mundial do Turismo, o Turismo de Aventura apresenta crescimento entre 15% e 20% ao ano em todo o mundo, sendo um dos segmentos mais resistentes no período de crise.

O perfil de quem procura esse tipo de turismo explica essa tendência: são pessoas apaixonadas pela atividade, enxergam a viagem como parte fundamental de um estilo de vida e de identidade e preferem cortar outros itens do orçamento antes de pensar em deixar de vivenciar uma viagem de aventura.

Pesquisas da Adventure Travel Trade Association (ATTA) apontam a América do Sul como um dos destinos que mais crescem em interesse dos turistas de aventura no mundo. E o Brasil, com sua grande diversidade natural tem se consolidado como um dos principais destinos do mundo no segmento: em 2008, o Brasil foi apontado pela revista National Geographic Adventure como o melhor destino para turismo de aventura em 2009.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em