Programa Aventura Segura em números

Quando falamos do maior projeto de fortalecimento, qualificação e certificação em Turismo de Aventura em âmbito nacional os números não podem ser esquecidos. O Programa Aventura Segura iniciou suas atividade

  
  

Quando falamos do maior projeto de fortalecimento, qualificação e certificação em Turismo de Aventura em âmbito nacional os números não podem ser esquecidos. O Programa Aventura Segura iniciou suas atividades em dezembro de 2005 pela ABETA, em 15 destinos nacionais, presentes em 13 estados brasileiros, abrangendo as cinco regiões do País.

Os destinos contemplados são: Região Sul = Grande Florianópolis (SC), Foz do Iguaçu (PR), Serras Gaúchas (RS e SC); Região Sudeste = Rio de Janeiro Metropolitana (RJ), Parque Nacional da Serra dos Órgãos (RJ), Brotas (SP), Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira - PETAR (SP) e Serra do Cipó (MG); Região Centro-Oeste = Bonito e Serra da Bodoquena (MS), Chapada dos Veadeiros (GO); Região Nordeste = Fortaleza Metropolitana (CE), Chapada Diamantina (BA), Recife Metropolitana e Agreste (PE), Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (MA); Região Norte = Manaus (AM).

Tais destinos foram definidos com base em 09 critérios específicos, sendo eles: Demanda internacional; Demanda nacional; Número de empresas; Efeito demonstrativo; Mobilização empresarial; Atividades oferecidas; Parnas e parques estaduais; Iniciativas de Grupos de Busca e Salvamento; e Turismo sexual e infanto juvenil. Considerando a abrangência de atuação e a própria extensão geográfica, as ações do Programa beneficiarão diretamente 64 municípios, presentes nos 15 destinos.

Por meio do Programa de Regionalização – Roteiros do Brasil, do Ministério do Turismo, que tem como objetivo alcançar a meta do Plano Nacional do Turismo, - que prevê três roteiros, no mínimo, em cada estado brasileiro com padrão de qualidade internacional até 2007 -, foi possível identificar o potencial turístico do País no segmento de aventura. Do total de 87 roteiros, foram identificados 48 destinos nacionais que oferecem atividades de aventura.

Contudo, estima-se que a oferta do produto aventura no País seja ainda maior: mais de 2 mil empresas atuantes no território nacional, mais de 200 roteiros de aventura e uma média de 15 mil empregos ao ano. A gama de atividades também é ampla. O País oferece praticamente todas as atividades, com exceção, é claro, de atividades na neve. O Relatório Diagnóstico do Turismo de Aventura no Brasil, uma das ações previstas no programa, que deve ser lançado oficialmente ainda este ano, estima a oferta de 25 atividades diferentes de TA no Brasil.

Como as ações do Programa Aventura Segura têm como base o fortalecimento e a qualificação, visando à certificação de empresas e de profissionais no segmento de Turismo de Aventura mais de 1000 pessoas já participarão estão participando da iniciativa, mobilizando ainda entidades de classe, representantes de associações regionais e do poder público.

Cerca de 155 empresas de turismo de aventura já se envolveram nas ações de associativismo, GVBS e qualificação.

Ainda este ano, o Brasil terá um Certificado de Segurança que atestará se a empresa segue à risca procedimentos de segurança com base em Normas Técnicas. Esta certificação contará com respaldo de acreditação do INMETRO - Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial.

Programa Aventura Segura

Números Gerais
15 Destinos
13 Estados brasileiros
05 Regiões
64 municípios presentes nos destinos
48 dos 87 Roteiros previstos no Programa de Regionalização - Roteiros do Brasil, uma Iniciativa do Ministério do Turismo, oferecem atividades de aventura
Mais de 2 mil empresas de Turismo de Aventura no País
Mais de 15 mil empregos gerados ao ano
25 atividades de aventura ofertadas em âmbito nacional.

Ações realizadas
1082 pessoas participantes de pelo menos uma das ações nos destinos
155 empresas de turismo de aventura participantes nos destinos
10 Seminários Técnicos de Turismo de Aventura
10 Oficinas de Estruturação de Grupos Voluntários de Busca e Salvamento – GVBS
09 Oficinas de Associativismo
01 Curso de Elaboração de Projeto
02 Cursos presenciais de Sistemas de Gestão da Segurança
02 Grupos Voluntários de Busca e Salvamento formalizados (Serra do Cipó e Serra dos Órgãos).
08 GVBS em processo de formalização
04 Comissões Regionais da ABETA em processo de formalização (Fortaleza, Serra do Cipó, Florianópolis e Lençóis Maranhenses).
03 Associações fortalecidas.

Fonte: ABETA

  
  

Publicado por em