Turismo de Aventura atrai visitantes de todo mundo para Roraima

Cachoeiras na Serra do Tepequém, trekking na Serra Grande, expedições no Monte Roraima, pesca esportiva e turismo étnico, são algumas das atividades procuradas pelos visitantes

  
  

A diversidade de riquezas naturais e os recentes investimentos e visão político administrativa do governador José de Anchieta, estão fazendo de Roraima uma das principais rotas para o turismo de aventura do país. O Estado desfruta de inúmeras opções e vem se tornando referência no segmento.

Cachoeiras na Serra do Tepequém, trekking na Serra Grande, expedições no Monte Roraima, pesca esportiva e turismo étnico, são algumas das atividades procuradas pelos visitantes.

O lendário e místico Monte Roraima, por exemplo, atrai desde aventureiros a cientistas que procuram no lugar algo ainda não visto na natureza. O Monte é uma das formações rochosas mais antigas do planeta, conhecidas como Tepuis. Possui 2.739,30 metros de altitude e está localizado na tríplice fronteira Brasil/Venezuela/Guiana.

Por fazer fronteira com a Venezuela e a República Cooperativista da Guiana, Roraima atrai turista não só da América do Sul como de todo o mundo.

O preço também é outro grande atrativo. Uma viagem de seis dias ao Monte Roraima pode custar em média R$ 1.500, incluindo alimentação, transporte da capital Boa Vista até a aldeia na cidade venezuelana de Santa Elena, carregadores, coletivos, hotel, seguro viagem e city tour.

Outra grande procura é pela pesca esportiva, que teve um crescimento considerável no estado, contribuindo para o aumentou do potencial turístico, socioambiental e econômico de Roraima.

Segundo a Forbes, uma das principais revistas de economia, finanças e negócios no mundo, Roraima está em 1º lugar do Ranking dos 10 melhores destinos de pesca esportiva do planeta. O desenvolvimento deste tipo de atividade, além de ser uma ação ecologicamente correta, movimenta R$ 1 bilhão por ano no Brasil.

Desenvolvimento
O Governo do Estado vem fazendo um grande investimento nas estradas que dão acesso a região. O governador pavimentou a rodovia estadual 203 (RR 203) que leva o turista a Serra do Tepequém, que após a facilitação do acesso, teve um aumento na oferta de pousadas e nas demandas turísticas.

Além disso, como forma de preservar a região, o governo estadual, por meio do Instituto de Terras de Roraima (Iteraima), está desenvolvendo ações de desenvolvimento sustentável no Tepequém.

Visando promover o sustento das comunidades que dependem do turismo, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RR) e o Serviço Social do Comércio (Sesc-RR), realizaram treinamentos para a formação de guias turísticos e incremento do artesanato com a pedra sabão.

Visite: www.revistaeotour.com.br

Fonte: Mauro Rocha

  
  

Publicado por em