Acordo entre países do Mercosul dá mais segurança ao turista

Um turista brasileiro, por exemplo, que se sentiu lesado ao se hospedar em um hotel em Buenos Aires terá mais facilidade em solucionar seu problema.

  
  

Turistas que planejam conhecer alguns dos principais destinos do Brasil, da Argentina e do Uruguai têm um aliado para resolver conflitos de consumo.

Os órgãos de defesa do consumidor destes países passaram a atuar em cooperação e trocar informações para resolver os problemas dos viajantes com mais agilidade e eficiência.

A parceria só foi possível a partir de um acordo firmado entre os três países, com o objetivo de proteger o consumidor visitante. Um turista brasileiro, por exemplo, que se sentiu lesado ao se hospedar em um hotel em Buenos Aires terá mais facilidade em solucionar seu problema. Ele tem à disposição um formulário específico para estrangeiros. E sua demanda será encaminhada ao órgão de defesa do consumidor do país de origem, que entrará em contato com o Procon.

De acordo com o Ministério da Justiça, o órgão de proteção ao consumidor do local onde ocorreu o conflito e o da residência do consumidor estarão em permanente contato até a resolução da demanda.

“O aumento da proteção aos direitos dos visitantes estrangeiros ajuda a tornar o Brasil um destino mais competitivo. Trata-se de uma iniciativa que se soma a todo o trabalho que vem sendo feito para movimentar a cadeia do turismo nacional”, afirma o secretário Nacional de Políticas de Turismo do MTur, Vinicius Lummertz.

Para a assessora de relações institucionais do Procon-DF, Sofia Carneiro, o acordo representa um avanço para o turismo na América Latina.

Participam do projeto, os Procons das cidades brasileiras Brasília, Natal, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, além dos órgãos de defesa do consumidor das cidades argentinas Buenos Aires e Mendoza e das cidades uruguaias Montevidéu e Punta del Este.

Visite: www.revistaecotour.com.br

Fonte: MTur / Gustavo Henrique Braga

  
  

Publicado por em