Chapelco, na Argentina, é destino certo para a temporada de inverno

Interpoint Viagens e Turismo oferece oportunidades imperdíveis para dias inesquecíveis de ski e snowboard

  
  
Chapelco

Na cidade de San Martin de los Andes, no coração da belíssima e estonteante Patagônia Argentina, encontra-se o cordão montanhoso conhecido como Chapelco, que faz parte da Cordilheira dos Andes. Este lugar, situado a 1.980 metros de altitude, conta com 140 hectares de superfície apta à prática do ski e é um dos centros invernais mais bonitos e panorâmicos de todo o país. E é para lá que a Interpoint Viagens e Turismo oferece oportunidades incríveis para quem pretende passar dias memoráveis cercado de luxo e muita neve.

Além de suas já conhecidas 24 pistas com diferentes obstáculos, desníveis de até 730 metros e uma inquestionável qualidade de neve para prática de ski e snowboard, na estação também é possível realizar passeios de motos de neve e trenós puxados por cachorros e caminhar por bosques virgens com raquetes de neve. A paisagem também é imponente: a vista para o deslumbrante lago Lacar, o silêncio dos bosques e a impressionante presença do vulcão Lanin fazem de Chapelco um lugar único. Ainda, a estrutura da estação é excelente e os visitantes contam com ótimos hotéis, restaurantes, boates e cassino.

Chapelco

Para esta temporada de inverno, a Interpoint conta com três opções de hospedagem em Chapelco. No Loi Suites, o único hotel 5 estrelas da região e que fica situado dentro do Chapelco Golf & Resort, um lugar muito privilegiado da região, há preços a partir de US$ 2.054 com café da manhã e jantar. Já o Le Chatelet Hotel & SPA, situado no coração da cidade, combina excelentes serviços e uma cálida hospitalidade e tem preços a partir de US$ 1.795 com um jantar e uma massagem cortesia. Por fim, o Patagonia Plaza, um hotel requintado e charmoso localizado no centro de San Martin de Los Andes, conta com preços a partir de US$ 1.752 com café da manhã.

Todos os preços são por pessoa em apartamento duplo e incluem fretamento entre Buenos Aires e Chapelco, sete noites de hospedagem, seis dias de passes de acesso aos meios de elevação, traslados de chegada e saída, traslados diários para a montanha e cartão de assistência ao viajante.

Fonte: AD Comunicação & Marketing

  
  

Publicado por em