Cidade mais antiga das Américas possui pirâmides mais velhas do que as egípcias; Veja fotos

Considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, a cidade de Caral é datada de 2,6 mil a.C. e ganhou fama por suas pirâmides mais antigas do que as de Gizé. Devido ao abandono do governo peruano, a região corre o risco de desaparecer

  
  
Descoberta em 1905, a cidade só foi reconhecida como a mais antiga das Américas no ano de 2001, após testes de carbono catorze confirmarem a data dos vestígios localizados pelos historiadores

Quem disse que para conhecer pirâmides milenares é necessário atravessar o oceano Atlântico? A cidade de Caral, no Peru, possui as famosas construções que são o símbolo do império dos Faraós. Com mais de 4,6 mil anos de idade, o local é considerado a primeira cidade das Américas e foi habitada por uma civilização pré-colombiana, conhecida como 'Norte Chico'. A região está localizada a 120 quilômetros de Lima, capital do Peru, e a localidade mais próxima é Puerto Supe, a 22 quilômetros de distância.

Construídas aproximadamente um século antes das famosas pirâmides de Gizé, no Egito, o monumento de Caral demorou a ser encontrado, pois 'parecia' um relevo natural da região. Contudo, após estudos mais detalhados foi descoberto que o 'monte' existente ali, na realidade, era uma pirâmide pré-colombiana. Conhecida como 'Pirâmide do Peru', a maior delas possui 20 metros de altura acima do nível do solo, mas sua base mede cerca de 154m por 138m. Erguidas em uma ou duas fases, elas foram as primeiras estruturas planejadas das Américas. A 'grande pirâmide' possui uma escadaria que leva até um átrio principal que dá acesso aos aposentos e a uma pira cerimonial. O local foi datado de 2.627 a.C. após exames realizados em sacos de fibras trançadas que na época eram utilizados para carregar as pedras de construção.

Na região onde estão os enormes monumentos milenares ainda existem residências e vestígios da civilização que viveu ali há mais de 4,6 mil anos. Nos últimos tempos foram encontrados corpos enterrados no local, entre eles uma criança de dois anos e um adulto, que foi sepultado numa parede de uma casa. Ambas as mortes foram de causa natural. Em Caral ainda foram encontrados instrumentos musicais, redes de pesca e animais talhados nas rochas da região.

Risco de desaparecer
Descoberta em 1905, a cidade só foi reconhecida como a mais antiga das Américas no ano de 2001, após testes de carbono catorze confirmarem a data dos vestígios localizados pelos historiadores. Contudo, as próximas gerações correm o risco de conhecerem Caral apenas pelos livros de história, pois a região está sendo saqueada constantemente por ladrões em busca de tesouros. O local figura na lista dos 100 sítios arqueológicos que mais correm o risco de desaparecer, segundo a World Monuments Fund (WMF).

Mapa


.
Confira fotos da cidade mais antiga das Américas, Caral

Considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, a cidade de Caral é datada de 2,6 mil a.C.
Na região onde estão os enormes monumentos milenares ainda existem residências e vestígios da civilização que viveu ali há mais de 4,6 mil anos
Conhecida como 'Pirâmide do Peru', a maior delas possui 20 metros de altura acima do nível do solo, mas sua base mede cerca de 154m por 138m
  
  

Publicado por em