Conheça a cidade subterrânea que já abrigou mais de 20 mil pessoas; Veja fotos

Localizada na Capadócia, Derinkuyu foi construída 85m abaixo do nível do solo e possuía uma infraestrutura completa para suportar até 100 mil habitantes. A cidade que é datada de 1,8 mil a.C. era formada por 20 andares subterrâneos

  
  
Quando se fala em Capadócia, na Turquia, logo se pensa em suas formações rochosas inconfundíveis mescladas com paisagens idílicas que são cortadas diariamente por dezenas de balões coloridos, porém uma das maiores belezas da região está escondida embaixo da terra

Quando se fala em Capadócia, na Turquia, logo se pensa em suas formações rochosas inconfundíveis mescladas com paisagens idílicas que são cortadas diariamente por dezenas de balões coloridos, porém uma das maiores belezas da região está escondida embaixo da terra. Localizada a 85 metros de profundidade, a cidade de Derinkuyu já abrigou cerca de 20 mil pessoas, mas tinha capacidade para hospedar até 100 mil habitantes. Acredita-se que o local servia como proteção aos moradores da região contra ataques de inimigos, porém outra teoria menos popular afirma que o lugar serviu de abrigo durante uma Era Glacial.

A cidade, que é datada de 1800 a.C., é formada por um complexo sistema de túneis e salões que abrigavam todas as necessidades de uma vila da época como residências, armazéns, mercados, templos religiosos, estábulos, adegas, refeitórios e até um moderno sistema de ventilação e poços d'água. Ao todo, o labirinto de túneis possui sete quilômetros de extensão que são distribuídos em 20 níveis (andares), todos subterrâneos.

A cidade de Derinkuyu não é a única nestes moldes localizada na Capadócia, porém é a mais profunda da região. Ao todo, existem outras 150 vilas construídas sob o solo rochoso do local, entre elas Kaymakli que é ligada a Derinkuyu por um túnel de oito quilômetros de comprimento. A excessiva proteção é justificada pelo fato da região ter sido uma importante rota comercial no passado e alvo constante de ataques inimigos. Contudo, com a criação de novos caminhos comerciais, o local perdeu importância econômica e as invasões diminuíram, não mais justificando a existência destas cidades construídas em rochas vulcânicas. A partir do século VIII, estes mundos subterrâneos começaram a ser abandonados.

Desde 1965, a cidade é aberta ao público para visitação, mas com algumas restrições. Apenas oito dos 20 andares que existiram no passado podem ser visitados e para entrar no local é necessário estar acompanhado de um guia turístico. A visita dura cerca de duas horas e custa €40 (R$ 129) por pessoa.

Como chegar
Com passagens aéreas a partir de R$ 3645, os voos partem dos aeroportos de São Paulo e Rio de Janeiro rumo a Istambul. O percurso entre a capital turca e a Capadócia pode ser feito de ônibus (8 horas) ou avião (1h30). A melhor opção é voar para as cidades de Nevsehir ou Kayseri que ficam na região e oferecem pacotes turísticos até Derinkuyu.

Mapa


.
Confira fotos da cidade subterrânea de Derinkuyu, na Capadócia

A antiga cidade possuía uma infraestrutura completa com residências, armazéns, mercados, templos religiosos, estábulos, adegas, refeitórios e até um moderno sistema de ventilação e poços d'água
Acredita-se que o local servia como proteção aos moradores da região contra ataques de inimigos, porém outra teoria menos popular afirma que o lugar serviu de abrigo durante uma Era Glacial
Desde 1965, a cidade subterrânea é aberta ao público para visitação
A cidade de Derinkuyu não é a única nestes moldes localizada na Capadócia, porém é a mais profunda da região
Ao todo, o labirinto de túneis possui sete quilômetros de extensão que são distribuídos em 20 níveis
  
  

Publicado por em