Conheça o verdadeiro Castelo do Conde Drácula; Veja fotos

Anualmente milhares de turistas visitam o Castelo de Bran achando que estão conhecendo a residência do Drácula, mas este é um dos maiores engodos da história. A verdadeira morada do Conde Vlad 3º é a Fortaleza de Poenari que também fica na Romênia

  
  
A verdadeira moradia do Drácula é a Fortaleza de Poenari e não o Castelo de Bran que não há nenhum registro que tenha sido sequer visitado pelo Conde

Um dos mais famosos mitos da literatura mundial, o Drácula causa até os dias atuais dúvidas sobre seu verdadeiro passado. O personagem que foi inspirado no cruel monarca romeno Conde Vlad que era conhecido pela alcunha de 'O Empalador' ganhou fama mundial com o livro do romancista Bram Stoker. Desde então, muitos mitos foram criados e a história do verdadeiro Conde e do personagem se misturaram no imaginário popular.

A única certeza é que Vlad 3º nasceu onde hoje está situada a Romênia e que morou na Fortaleza de Poenari. Ao contrário do que se propaga no país eslavo, o Castelo de Bran não serviu como residência para o Conde. O local não consta em nenhum registro histórico sobre o monarca e suas moradias. A confusão foi criada em 1887 quando o escritor Stoker descreveu um castelo em seu livro que se parecia com o de Bran. Até os dias atuais, o país apresenta ambas as estruturas como sendo as moradias do Conde Drácula.

Castelo de Poenari

Com uma área de 22 mil m², o prédio está localizado numa posição estratégica, no topo de um monte de onde é possível avistar boa parte da região
Construído a 900 metros de altura, a Fortaleza só é acessível através dos 1.480 degraus que compõem a única escadaria que liga a estrada de acesso local até o alto do monte

A construção que também é conhecida como Fortaleza de Poenari foi erguida em meados do século XIII. Localizado na região de Arges, na cidade de Pitesti, o Castelo ganhou destaque na história do país durante o reinado de Vlad 3º quando serviu como base militar na luta contra invasores turcos. O prédio foi usado na defesa da região até o século 15 e depois abandonado devido às dificuldades de acesso ao local.

Utilizado por Vlad para defender seu território, o Castelo foi palco de um show de horrores durante a Idade Média. O prédio também serviu como moradia para centenas de soldados fiéis ao Conde durante as batalhas, além de abrigar a família do monarca. Segundo uma lenda, a primeira esposa de 'Drácula' cometeu suicídio ao se jogar de uma das torres do edifício durante uma tentativa de invasão turca. Após isso, Vlad 3º passou a empalar seus inimigos e colocá-los no jardim do Castelo como troféus de guerra. As vítimas ficavam até 48h agonizando no local.

Devido a um forte terremoto que causou o desmoronamento de parte do Castelo em 1888, apenas 11 quartos podem ser visitados dos 26 quartos que existiam originalmente. Com uma área de 22 mil m², o prédio está localizado numa posição estratégica, no topo de um monte de onde é possível avistar boa parte da região. Construído a 900 metros de altura, a Fortaleza só é acessível através dos 1.480 degraus que compõem a única escadaria que liga a estrada de acesso local até o alto do monte.

Castelo de Bran

Construído em 1211 por cavaleiros teutônicos, o castelo de Bran fica na região da Transilvânia (Romênia)
Cerca de 560 mil turistas visitam o Castelo por ano
Recentemente, a propriedade foi colocada a venda por R$ 180 milhões, porém ainda não houve compradores dispostos a desembolsarem o alto valor
O Castelo é considerado uma das maiores e mais importantes atrações turística da Romênia
Com 89 mil m², o local ganhará em breve um elevador de vidro que ligará as montanhas ao prédio

Construído em 1211 por cavaleiros teutônicos, o castelo de Bran fica na região da Transilvânia (Romênia). O prédio da idade média, que possui 57 quartos e nenhum banheiro, se transformou num museu sobre o Drácula. Considerada uma das mais importantes atrações turísticas da Romênia, o 'Castelo do Drácula' é na realidade um dos maiores engodos de todos os tempos. Não há nenhuma comprovação histórica que o Conde Vlad esteve no local ou que tenha morado na luxuosa construção.

Com 89 mil m² de área, o local é um enorme museu sobre o assunto e atrai 560 mil turistas por ano. Com uma movimentação de milhões de dólares anuais dificilmente haverá interesse do governo local e dos proprietários em desfazer a secular confusão. Recentemente, a propriedade foi colocada a venda por R$ 180 milhões, porém ainda não houve compradores dispostos a desembolsarem o alto valor. O edifício fica na belíssima cidade de Brasov e é acessível pela estrada 73.

Romênia
Localizada no Mar Negro, a Romênia faz divisa com a Ucrânia e possui 19 milhões de habitantes. O país que é conhecido por ser a terra do vampiro mais famoso do mundo já fez parte do Império Romano e Bizantino. Inclusive, muitas ruínas deste período estão entre os principais destaques turísticos da nação eslava. Contudo, nada supera a Transilvânia e os Castelos do Conde Drácula!

Mapa

  
  

Publicado por em