Viaje quase de graça com Milhas Aéreas

Notícias > Turismo > Turismo internacional > 

Conheça os 10 melhores Museus da Europa

A Europa é o berço cultural da civilização ocidental e possui os melhores e mais completos Museus do Mundo, como o Louvre, o do Vaticano, a Acrópole, o Van Gogh, entre outros. Selecionamos os 10 melhores e mais badalados museus para você

24 de Dezembro de 2011.
Publicado por Equipe EcoViagem  

Museu do Louvre

Museu do Louvre
Foto: Divulgação

A Europa é o berço cultural da civilização ocidental e possui, indiscutivelmente, os melhores e mais completos Museus do Mundo, como o Louvre, o do Vaticano, a Acrópole, o Van Gogh, entre outros. Selecionamos os 10 melhores e mais badalados museus europeus para você conhecer quando for para lá.

Prado – Madrid, Espanha
Com um dos acervos de pintura mais completos do mundo, o museu conta com quase nove mil obras, mas apenas 1300 estão em exposição. As meninas, de Velázquez, é o quadro mais famoso, mas há outros por onde escolher, como as pinturas de El Greco, Goya, Bosch, Botticelli, Rubens ou Caravaggio. Destaque também para a arquitetura da ala renovada do museu.

Louvre – Paris, França
É o museu mais visitado da Europa e as longas filas comprovvam isso. Nem só de Mona Lisa vive este espaço em Paris, mas a fama da obra de Leonardo da Vinci contribui para atrair todos os anos milhões de visitantes. Destaque para a Vênus de Milo, a Vitória de Samotrácia e para a ala dedicada ao Egito. Rembrandt, Miguel Ângelo e Rubens são outros artistas representados.

Galerias Uffizi – Florença, Itália
Na magnífica cidade de Florença, as Galerias Uffizi merecem uma visita obrigatória. O apogeu artístico do tempo da família Medici perdura até os nossos dias, com exemplo de obras únicas para a humanidade. Não perca o Nascimento de Vênus, de Sandro Botticelli, A Anunciação, de Leonardo da Vinci, ou as várias obras de Rafael ou Durer.

Acrópole

Acrópole
Foto: Divulgação

Vaticano - Roma, Itália
A Igreja Católica Apostólica Romana juntou, ao longo dos séculos, um património incalculável em valor artístico e financeiro. Uma pequena parte pode ser apreciada no Museu do Vaticano, com destaque para o famoso teto da Capela Sistina, de Michelângelo, e para obras de Caravaggio, Rafael e Da Vinci.

Acrópole – Atenas, Grécia
A capital grega é um poço de antiguidade e é aqui que podem ser apreciados os melhores vestígios de uma civilização brilhante. Inserida no complexo mais visitado de Atenas, não perca a Acrópole, o Pártenon, as suas fundações, o templo de Athena Nike e as fabulosas colunas da época.

Belvedere – Viena, Áustria
No coração de Viena, o Museu Belvedere abriga – além de outros pontos de interesse como os magníficos jardins – a maior coleção de pinturas de Gustav Klimt. O Beijo, a obra mais conhecida do pintor, tem direito a uma sala própria onde se pode apreciar toda a magnitude deste trabalho da escola vienense de art nouveau.

Ludwig – Colônia, Alemanha
O ponto alto deste museu é a coleção pop art, uma das maiores fora dos EUA, agregando obras assinadas desde o início do século XX, bem como uma considerável mostra de trabalhos russos de avant-garde, do período entre 1906 e 1930. Além disso, o museu alemão dá também grande destaque ao espanhol Pablo Picasso e a algumas centenas de trabalhos dos mais variados períodos da sua produtiva vida de pintor.

Belvedere

Belvedere
Foto: Divulgação

Van Gogh – Amesterdão, Holanda
Dedicado à obra de Vincent van Gogh, trata-se de um museu de autor que merece uma visita detalhada. Além dos trabalhos do carismático pintor holandês, destaque para as obras de outros artistas seus contemporâneos, como Paul Gauguin. Os Girassóis é uma das obras de referência de Van Gogh que você não poderá perder neste museu.

Tate Gallery – Londres, Inglaterra
A colecção da Tate é a imagem da arte Britânica desde o século XVI, mas há mais para ver, como obras do Sul e Leste da Europa, Sudeste Asiático e América do Norte e Latina. São mais de 66 mil obras de cerca de três mil artistas, em que se destacam os trabalhos de J.M.W. Turner e Pablo Picasso.

Hermitage – São Petersburgo – Rússia
Nesta impressionante cidade russa, não perca um museu igualmente grandioso. O Hermitage está aberto ao público desde 1867 e neste complexo de seis edifícios podem ser apreciados alguns dos mais marcantes exemplos de arte pré-histórica, antiguidades egípcias e clássicas, arte decorativa e joalharia, arte espanhola, holandesa, italiana e alemã e trabalhos de arte moderna de Matisse e Kandinsky ou dos impressionistas Renoir, Monet e Gauguin.

Fonte: Destinos de Viagem

Compartilhar nas Redes Sociais

Comentários

Sandoval

 postado: 3/5/2012 12:14:27editar

Não concordo com o museu selecionado para a Inglaterra. O British Museum é bem mais interessante e possui obras de arte de valor incalculavel, como a coleção de Arte Egipcia.

 

Liliana Blanes

 postado: 17/8/2012 18:25:07editar

Todos os Museus da Europa são um banho de civilização e cultura. Mesmo para quem só vai para visitá-los e conhece-los.

 

 

Veja também

A cada dez turistas brasileiros, apenas um viaja para o exteriorDubai Shopping Festival começa dia 5 de janeiro

 

editar    editar    editar    0 visitas    2 comentários