Cresce número de turistas brasileiros na Terra do Fogo

Houve um aumento de cerca de 40% nas viagens de turistas brasileiros rumo ao extremo sul do continente

  
  

A companhia de navegação Australis, que realiza cruzeiros de expedição pelo extremo sul do Continente Americano, registrou um aumento de 40% no número de passageiros brasileiros em sua mais recente temporada, que começou em setembro de 2010 e terminou em abril de 2011. Os roteiros encantaram os turistas com as belas paisagens da Patagônia e da Terra do Fogo.

A frota da empresa é composta atualmente pelos confortáveis e luxuosos navios Via Australis e Stella Australis, que possuem 64 e 100 cabines, respectivamente. Graças a visitas a lugares como o Estreito de Magalhães, o Canal Beagle e o mítico Cabo Horn, região de navegação entre os oceanos Pacífico e Atlântico conhecida como o “Fim do Mundo”, os viajantes se envolvem com a natureza e apreciam ainda mais a navegação. Contando com paradas diárias e uma equipe de expedição, os turistas ainda realizam desembarques em lugares remotos e têm contato com uma natureza ainda virgem.

Outras atrações que chamam a atenção durante a rota são os glaciares da Cordilheira Darwin, os fiordes, a baía Wulaia e o belo ecossistema do Bosque Magalhânico, última floresta antes da Antártica, além das incríveis colônias de pinguins e elefantes marinhos. A bordo, as opções de entretenimento e as palestras sobre a história das conquistas, fauna e flora da região enriquecem a expedição. O serviço personalizado e o ambiente muito aconchegante nos navios, decorados por um especialista chileno de renome, também marca a viagem.

Para os brasileiros, há também a vantagem de ser um destino exótico que fica no mesmo continente, facilitando a chegada ao local. Também atrai a atenção a possibilidade de fazer um roteiro onde também visita-se as capitais dos países da expedição, Santiago e Buenos Aires, e o sistema all inclusive, no qual já está incluído alimentação e passeios. O cruzeiro pelas águas do sul do continente é uma viagem ecoturística de contemplação, onde não se exige um grande preparo físico.

O Via e o Stella possuem cabines amplas e confortáveis, todas com grandes janelas com vista ao exterior, possibilitando observar a paisagem a qualquer momento. As paisagens também podem ser admiradas pelas amplas vidraças dos salões e do restaurante, que recebe os hóspedes com gastronomia internacional e regional, além de vinhos argentinos e chilenos.

Mais informações no site www.australis.com ou com os principais operadores de turismo brasileiros.

Fonte: AD Comunicação & Marketing

  
  

Publicado por em