Deslumbre-se com o céu do deserto do Atacama

A completa ausência de umidade e luz artificial fazem do deserto do Atacama o melhor ponto de observação astronômica das Américas. Acontecerá na região, entre os dias 20 e 24 de maio, a Semana Astronômica, que contará com momentos únicos

  
  
O ciclo da lua nova é o período ideal para observação noturna

A completa ausência de umidade e luz artificial fazem do deserto do Atacama o melhor ponto de observação astronômica das Américas. Acontecerá na região, entre os dias 20 e 24 de maio, a Semana Astronômica, que conta com momentos únicos de contemplação do céu combinados com sessões de música andina e boa gastronomia.

O ciclo da lua nova é o período ideal para observação noturna, pensando nisso a organização local preparou uma programação especial, que conta com jantar, música ao ar livre ao redor de uma grande fogueira, com músicos locais utilizando instrumentos criados com pedra, madeira, ossos e couro, e contemplação das estrelas e planetas com a ajuda de um guia astronômico, especializado e apaixonado pelo tema.

Para entenderem melhor o que vão observar, Cesar Anza, astrônomo, ministra workshops e palestras para preparar os visitantes para o que vão vivenciar. São aulas sobre constelações gregas e locais, solstícios, planetas, bem como lendas, cerimônias e como se guiavam estes conjuntos de estrelas. Em seguida, todos se deleitam na primeira saída para obervar o céu a olho nu para encontrar Cruzeiro do Sul, Três Marias, Vênus, etc. Por último, todos podem visitar o observatório astronômico Ahlarkapin, onde poderão contemplar outros corpos celestes mais distantes, como nebulosas, galáxias e planetas, com a ajuda de binóculos de grande alcance, laser e dois telescópios.

Fonte: AD Comunicação & Marketing

  
  

Publicado por em