Destinos com neve na América do Sul são excelentes para férias de julho

Uma das opções é Santiago, capital do Chile, e sua Cordilheira dos Andes, maior cadeia de montanhas do mundo, que fica coberta pela neve no inverno.

  
  
O Chile e a Argentina são destinos incríveis para quem busca aventuras abaixo de zero e quer ter contato com a neve e com atividades invernais / Divulgação

As férias de julho estão chegando e com elas, a oportunidade perfeita para quem gosta de aproveitar o tempo frio para viajar, atraídos por roteiros aconchegantes, charmosos e inesquecíveis, em destinos que dispõem de belas paisagens, gastronomia requintada e ele, o frio como principal atrativo.

Pensando em atender este público, a agência Livre Acesso Turismo criou roteiros de inverno para abranger todos os gostos, em países vizinhos como Argentina e Chile, que oferecem excelentes estruturas, com belas paisagens em meio às montanhas repletas de neve.

Uma das opções é Santiago, capital do Chile, e sua Cordilheira dos Andes, maior cadeia de montanhas do mundo, que fica coberta pela neve no inverno. Além do cenário espetacular, a metrópole de 6 milhões de habitantes ainda oferece ruas arborizadas, parques, praças, grandes shoppings, prédios históricos e museus.

Bem perto dali, está a maior estação de esqui da América do Sul e provavelmente o mais moderno do Chile. Valle Nevado está 3.205 metros sobre o nível do mar e tem 9.000 hectares de superfície ‘esquiável’, distribuídas em 31 quilômetros de pistas. O local tem também catorze teleféricos e é possível ter aulas de esqui.

Os outros dois roteiros sugeridos pela Livre Acesso estão localizados na Argentina. Um deles é Bariloche, situada na Província de Rio Negro, junto à Cordilheira dos Andes, que oferece diversos tipos de atrações, como esportes radicais, roteiro de compras, shows e várias opções gastronômicas. Ótima alternativa para quem pretende usar a temporada para admirar as montanhas nevadas, andar na neve e esquiar.

A cidade de Ushuaia, conhecida como a cidade do fim do mundo é outra opção na Argentina. Está localizada no extremo sul do país, mais próxima da Península Antártida do que da capital Buenos Aires.

Apesar de sua localização remota, a cidade está preparada para enfrentar o inverno austral e recebe seus visitantes com uma excelente rede de hotéis e ótimos serviços. Para os que gostam de esquiar, a cidade oferece duas estações de esqui e para quem prefere outras atividades, há vários centros invernais como o Valle Tierra Mayor, Valle de Lobos e Las Cotorras, onde é possível contratar atividades de inverno como caminhada com raquetes de neve, esqui de fundo, moto e quadriciclo de neve, passeios de trenós e muito mais.

“O Chile e a Argentina são destinos incríveis para quem busca aventuras abaixo de zero e quer ter contato com a neve e com atividades invernais. Esta é a hora ideal para começar a planejar a viagem de julho, melhor período para quem tira parte de suas férias no meio do ano e quer levar a família para uma viagem, aproveitando o descanso escolar dos filhos”, explica Thiago Zacharias, diretor da agência.

São muitas as opções para quem quer curtir as férias de inverno na América do Sul. Com o frio e a neve garantidos, basta decidir qual estilo de viagem e passeios que mais combinam com você, que ora pode querer esquiar, aproveitar os requintados restaurantes e suas altas gastronomias ou ainda ficar diante da lareira, tomando um chocolate quente ou um bom vinho.

Visite: www.revistaecotour.tur.br

Fonte: Flávia Rocha

  
  

Publicado por em