Estações de esqui são uma das principais atrações da Itália no inverno

País tem diversos destinos para quem quer esquiar ou praticar outros esportes de inverno

  
  
País tem diversos destinos para quem quer esquiar

A Itália não é só feita de bons vinhos e ótima gastronomia. Na verdade, pode ser uma escolha perfeita para quem gosta de praticar esportes de inverno, como esqui, patinação, snowboarding e outros, mas não abre mão de comer e beber bem ao fim de um dia repleto de atividades.

Na região de Friuli Venezia Giulia, por exemplo, estão algumas das mais belas montanhas do mundo, bem parte oriental dos Alpes. Oferecendo a possibilidade de prática de vários esportes de inverno como esqui, snowboarding, patinação no gelo, entre outras. Tudo isso com o suporte de modernos resorts, pistas e trilhas bem estruturadas.

Entre as sugestões na região, estão o pequeno vilarejo de Forni di Sopra, localizado no ponto mais alto da montanha, com uma pista de esqui de 5,8 km, ou no Ravascletto, um outro vilarejo de pequeno porte, que se conecta com o monte Zoncolan através de um sistema de teleférico e oferece uma pista de 8 km para descer a montanha.  Outra sugestão ainda na região de Udine é Tarvisio, bem na fronteira entre a Itália, a Áustria e a Eslovênia.

Mas um dos pólos de esqui mais populares é Sella Nevea-Bovec, uma grande área  dedicada à prática de esportes de inverno, com um sistema de trilhas que conecta vilarejos dos dois países, a Itália e a Eslovênia,  e permite praticar o esqui em paisagens fascinantes onde a natureza é praticamente intocada.

Outro lugar apaixonante para quem gosta de esquiar é Cortina d’Ampezzo, um destino turístico perfeito para apaixonados por montanhas.  Lá, existe um circuito chamado de Dolomiti Superski, com 1200 km de pistas, conectando 12 vales. E curiosidades como um tour da Grande Guerra, que mostra os teatros de batalha da Primeira Guerra Mundial, entre outros roteiros temáticos. Cortina também se destaca pelo alto padrão das lojas, como joalherias, obras de arte, antiguidades, e mais excelentes restaurante e hotéis.

Pantheon, Patrimônio Mundial da Humanidade declarados pela UNESCO

A ​ Agência Nacional Italiana de Turismo, o Enit,  estima um aumento de pelo menos 20% no número de brasileiros em visita à Itália em 2017, em comparação com o ano passado. Os dados de 2016 ainda não foram fechados, mas em 2015 o país recebeu 873 mil brasileiros, um aumento de 14,4% em relação a 2014. Em número de pernoites, foram 2,2 milhões, uma alta de 16,9% em relação a 2014. No ano passado, os gastos dos brasileiros na Itália cresceram 5,7% em relação a 2015.

Além disso, o Turismo da Itália também promove, este ano, os Patrimônios da Humanidade da Unesco. Só na Itália são 53. A #53wonders busca um resgate do orgulho de ser italiano, o país com o maior número de patrimônios na lista da Unesco, além claro de incentivar os visitantes a conhecer cada um deles.


Mais informações em www.italia.it.

Fonte e Informações para a imprensa
Egom PR Agency – (11) 3666 7979/ 3666 7981
Sala de imprensa: http://egom.com.br/press-releases/
E-mail: egom@egom.com.br

  
  

Publicado por em