Exposição com recursos tecnológicos vai mostrar atrativos culturais do Brasil durante as Olimpíadas

Entre os atrativos da exposição da mostra destaca-se um holograma do jogador da seleção brasileira Neymar, que desafia os visitantes para uma disputa de embaixadinhas, em uma experiência virtual

  
  
O visitante terá à disposição 12 totens, com vídeos e informações de cada uma das 12 cidades-sede da Copa do Mundo

O governo aposta na diversificação de produtos turísticos, tecnologia, cultura e a hospitalidade brasileira para atrair os olhares do mundo para o Brasil. A exposição interativa Brazil at Heart, na embaixada brasileira em Londres, Inglaterra, durante os Jogos Olímpicos, leva ao público mostras de diversos atrativos turísticos nacionais.

O ministro do Turismo, Gastão Vieira, explicou que o governo tem trabalhado para posicionar o Brasil entre as três maiores potências turísticas do mundo até 2022. “Esta ação de promoção é um ato representativo, mostra que o país tem entendido a importância do setor para a geração de emprego e renda”, afirmou Vieira.

A exposição, aberta ao público de 28 de julho a 2 de setembro, é um parceria dos ministérios do Esporte, das Relações Exteriores e do Turismo, do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A abertura oficial será no dia 26 de julho, com a presença da presidenta da república, Dilma Rousseff.

Para o secretário executivo do Ministério do Esporte, Luiz Fernandes, a exposição servirá para atrair não só turistas, mas também investimentos. “Vamos mostrar um país que é um porto seguro para investidores, que encanta com atributos naturais já conhecidos e que está pronto para surpreender com produtos e serviços inovadores”, destacou.

Entre os atrativos da exposição da mostra destaca-se um holograma do jogador da seleção brasileira Neymar, que desafia os visitantes para uma disputa de embaixadinhas, em uma experiência virtual. O visitante terá à disposição 12 totens, com vídeos e informações de cada uma das 12 cidades-sede da Copa do Mundo da FIFA 2014. Outra forma de conhecer o Brasil será por meio do Visorama, sistema de realidade virtual em que, com um binóculo, o visitante poderá “passear” pelo Rio de Janeiro com imagens panorâmicas de 360º.

De acordo com o presidente da Embratur, Flávio Dino, o Brasil terá um alto nível de protagonismo em Londres, por ser a próxima sede dos Jogos Olímpicos. “Teremos uma oportunidade única que pode produzir resultados concretos, contribuindo para nossa meta de dobrar o número de turistas estrangeiros e triplicar a entrada de divisas até 2017, ano seguinte às Olimpíadas do Rio de Janeiro”, afirmou.

Outro atrativo da mostra é o Torcida Social. Ele mostrará como fãs do esporte podem integrar-se em uma competição pelos melhores palpites no Facebook e em smartphones. A ideia é que os participantes enviem previsões dos resultados das partidas e disputem o título de melhor palpiteiro. O aplicativo, que é adaptável a qualquer competição, será utilizado em eventos como o Campeonato Brasileiro de futebol e a Copa 2014.

O governo federal apresentará, ainda, a criatividade, a originalidade e a qualidade da produção artística brasileira. Haverá um video mapping, com projeção de imagens relacionadas ao Brasil, e uma instalação desenvolvida pelo coletivo artístico Bijari, de São Paulo, formado por arquitetos e artistas que se dedicam à criação de intervenções visuais e de multimídia. A mostra em Londres é uma parceria da Apex-Brasil com a Associação Brasileira de Arte Contemporânea (ABACT).

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em