Ilha no México é considerada a Veneza da América Latina; Veja fotos

Além de ser o berço da civilização Asteca, Mexcaltitan tem as ruas inundadas entre os meses de junho e outubro, com a elevação do nível das águas. Suas vielas são transformadas em rios e o vilarejo ganha ares de uma versão latina da cidade de Veneza

  
  
Projetada de forma para facilitar a locomoção da população, Mexcaltitan possui cinco ruas, sendo duas vias cortando a ilha de norte à sul em paralelo e outras duas de leste à oeste, também em paralelo

Quem disse que para conhecer Veneza, na Itália, é preciso comprar passagem aérea rumo a Europa? A vila Mexcaltitan de Uribe, no México, está localizada muito mais próxima ao Brasil e não deve em nada a sua concorrente no Velho Continente. Com história milenar, passado glorioso e águas que 'invadem' a cidade de tempos em tempos, este é o vilarejo de Mexcaltitan ou para muitos, a Veneza da América Latina.

Situada num lago da região de San Blas, na cidade de Santiago Ixcuintla, a ilha é oval e possui cerca de 800 habitantes que vivem na localidade. Projetada de forma para facilitar a locomoção da população, Mexcaltitan possui cinco ruas, sendo duas vias cortando a ilha de norte à sul em paralelo e outras duas de leste à oeste, também em paralelo. No centro da ilhota, as ruas se cruzam e formam uma bela praça. Já a quinta e última via circunda a ilha a poucos metros de distância da água do lago.

O vilarejo possui boa infraestrutura com residências e comércios, entre eles cabeleireiros, mercados, lojas, salão de bilhar e até um museu sobre a história da ilha. O único problema é que todos estes edifícios, que foram construídos com tijolos de adobe, estão no nível do lago e com a alta do volume d'água durante os meses de junho e outubro, o local é inundado e suas ruas se transformam em verdadeiros 'rios'. Como as vias terminam diretamente nas águas fluviais, nos períodos de cheia é possível navegar, literalmente, pelas vielas da cidade.

Se no período da cheia, as ruas da cidade ganham a coloração esverdeada das águas do lago, na época da seca as vielas da Veneza da América Latina são 'tingidas' de laranja. Toneladas e toneladas de camarões são expostas ao sol, nas calçadas durante os dias, para secarem e serem revendidas posteriormente.

Ilha Asteca
Uma lenda local afirma que o povo Asteca partiu de Mexcaltitan rumo à região onde hoje está localizada a Cidade do México que na época era chamada de Tenochtitlan. A migração de 1,5 mil quilômetros ocorreu no ano de 1091 e marca o início do Império Asteca. A versão não é confirmada por historiadores, porém também não é negada oficialmente. Com isso, a 'lenda' continua passando de geração para geração.

Outra característica asteca na região é o nome Mexcaltitan. Originário da língua nativa do antigo povo, a Nahuatl, significa em português "A Ilha Cheia de Mescal". No caso, mescal é uma bebida alcoólica que é famosa na região e é derivada do agave.

Como chegar
As passagens aéreas rumo a Cidade do México custam a partir de R$ 1430, com saída de São Paulo. Os voos possuem escala e são operados por companhias nacionais e internacionais.

O percurso entre a capital mexicana e a vila de Mexcaltitan pode ser realizado por carro alugado ou avião, porém é mais seguro optar pelo trajeto aéreo. No caso, há voos ligando as duas cidades que partem três vezes ao dia do aeroporto da capital e possui duração de 1h30.

Mapa


.
Confira fotos da Veneza da América Latina, a Vila de Mexcaltitan

O vilarejo possui boa infraestrutura com residências e comércios, entre eles cabeleireiros, mercados, lojas, salão de bilhar e até um museu sobre a história da ilha
Com história milenar, passado glorioso e águas que 'invadem' a cidade de tempos em tempos, este é o vilarejo de Mexcaltitan ou para muitos, a Veneza da América Latina
  
  

Publicado por em