Marrocos: Um país, muitos destinos

No Marrocos você se surpreende sempre. A começar pela enorme diversidade de paisagens: das praias cálidas e tranquilas do Mediterrâneo ao litoral atlântico, onde se pratica surf, dos trilhos do Grande Sul aos picos de neves eternas do Atlas...

  
  
A grande diversidade geográfica, histórica e cultural faz de Marrocos uma terra de contraste fascinante

Marrocos é como “uma árvore com as raízes na África, mas que as folhas respiram o ar europeu”. Esta é a metáfora que o rei Hassan II usou para descrever o seu país, profundamente tradicional, mas ao mesmo tempo, atraído pelo mundo moderno. E é esta dictomia, que nada tem de contraditório, que confere ao Marrocos toda a riqueza e levou o rei Mohamed VI, juntamente com o governo local, a fazer do desenvolvimento turístico uma das suas principais bandeiras. O turismo virou prioridade máxima através de programas como o VISION 2010 e VISION 2020, que visam para o país um modelo de turismo responsável e sustentável.

A grande diversidade geográfica, histórica e cultural faz do Marrocos uma terra de contraste fascinante. No ponto de convergência entre a África, o Oriente e o Ocidente, Marrocos orgulha-se dos seus dez mil anos de história e de um povo que soube unir, num só território, as raízes árabes, barbaras e africanas. E tem razões para isso.

Das prestigiadas cidades imperiais às kasbahs de adobe, dos seus acolhedores souks às medinas, estamos perante autênticos museus a céu aberto que, em muitos casos, já foram reconhecidos como Patrimônios da Humanidade pela UNESCO.

Marrocos soube preservar, e incorporar com simplicidade e naturalidade, as suas tradições antigas – que se manifestam tanto no conhecimento ancestral das artes e ofícios como na gastronomia, rica em cores e sabores, ou na cultura única de abertura, hospitalidade e tolerância – no presente, sem compreender o futuro e o desejo de desenvolvimento.

No Marrocos você se surpreende sempre. A começar pela enorme diversidade de paisagens: das praias cálidas e tranquilas do Mediterrâneo ao litoral atlântico, onde se pratica surf, dos trilhos do Grande Sul aos picos de neves eternas do Atlas, das florestas de cedro do Rif às amendoeiras em flor dos temperados vales de Souss.

Acompanhando as tendências atuais do mercado turístico, o país está preparado para ir ao encontro das novas aspirações e preocupações de quem, mais do que apenas escolher um destino de férias, quer fugir do stress da vida cotidiana.

As principais cidades de Marrocos são Rebez, Casablanca, Ouarzazate, Tétouan, Safi, El Jadida, Saidia, Essaouira, Agadir, Meknés, Tânger, Rabat, Fèz e Marraquexe. E quem for visitar o país áreabe, não pode deixar de fazer uma visita ao Deserto do Marrocos. Cada cidade tem uma cor específica e nenhum prédio pode ser pintado em outra tonalidade. Casablanca, por exemplo, é toda branca. Já Marraquexe é ocre.

As cidades são divididas em duas: as medinas – a parte antiga localizada dentro de uma área murada e protegida, que mantém ruas estreitas e sinuosas – e a parte nova, que foi construída além dos muros.

Vale a pena conhecer este paraíso cheio de destinos...

Fonte: Destinos de Viagem

  
  

Publicado por em