Mergulhe em Cabo Verde e descubra as belezas dos navios naufragados

Pelo futuro da biodiversidade e do turismo de mergulho, as águas de Cabo Verde estão mais ricas. Mais um motivo para descobrir o arquipélago

  
  
Com os recifes artificias, o mergulho recreativo sustentável ganha outro peso

Pelo futuro da biodiversidade e do turismo de mergulho, as águas de Cabo Verde estão mais ricas. Mais um motivo para descobrir o arquipélago.

O nome do projeto é Rebuilding Nature e visa a criação de recifes artificiais nas águas de Cabo Verde, uma das principais riquezas deste arquipélago africano.

Com este projeto em mente, o centro de mergulho de Santa Maria do Sal, Manta Diving Center, juntou-se à direção geral do ambiente de Cabo Verde. Numa primeira fase, dois navios foram afundados na baía de Santa Maria, ilha do Sal – o primeiro em 2006 e o segundo em 2008.

A ideia teve o apoio de empresas locais e internacionais, como o Banco Comercial do Atlântico. As diferentes espécies escolhem estas estruturas para seu habitat e, ao mesmo tempo, a iniciativa tem solucionado problemas relacionados com a sobrepesca e a degradação ambiental, assegurando também a gestão integrada dos ecossistemas marinhos.

O turismo é uma das principais armas de Cabo Verde para progredir economicamente e socialmente. Com os recifes artificias, o mergulho recreativo sustentável ganha outro peso.

Além disso, esta iniciativa permitiu que, desde Abril de 2008, se tenha realizado um conjunto de estudos desenvolvidos por investigadores portugueses do IPIMAR, do Oceanário de Lisboa e da Universidade do Algarve. O resultado saiu em livro – Sob os Mares de Cabo Verde – e na forma do primeiro guia de identificação subquática das principais espécies de fauna das águas do arquipélago. Agora já sabe, mergulhe de forma consciente.

Fonte: Destinos de Viagem

  
  

Publicado por em