Portugal: cultura, boa gastronomia e belezas naturais

As praias portuguesas se enquadram nas mais belas da Europa e do mundo, pelas águas claras e formações rochosas

  
  

A maioria dos brasileiros que visitam Portugal tem a sensação de “estar em casa”, seja pelo fato de falarem a mesma língua, por terem um povo acolhedor ou simplesmente por terem colonizado o nosso país. Isso faz de Portugal uma extensão do Brasil ou do Brasil uma extensão de Portugal.

Conhecer a rica cultura portuguesa, apreciar de perto a gastronomia regada a peixes, pães, vinhos e azeite, e visitar diversos pontos turísticos de um dos mais antigos países da Europa, faz da viagem uma verdadeira aula de história.

As praias portuguesas se enquadram nas mais belas da Europa e do mundo, pelas águas claras e formações rochosas, que as transformam em lugares paradisíacos. Sempre requisitada para o Campeonato Mundial de Surf, a orla de Portugal é um verdadeiro paraíso para os amantes do esporte, que encontram no país ondas para todos os gostos e também algumas das mais altas do mundo. As praias de Nazaré, Ericeira, Sagres, Peniche, Arrifana e Paúl do Mar são algumas das mais procuradas por surfistas.

Locais que de fato devem ser conhecidos na terra lusitana são as Sete Maravilhas de Portugal. Trata-se de um roteiro com os sete monumentos mais relevantes do patrimônio arquitetônico português, que mostra as maiores belezas do país. Castelos, mosteiros e palácios de centenas de anos estão na programação. A agência Ahoba Viagens oferece diversos pacotes para o país e monta opções de passeios que envolvem todo roteiro das maravilhas portuguesas.

- Sete Maravilhas de Portugal

- Torre de Belém: A construção da Torre de Belém (1514-1520) tinha como objetivo proteger Lisboa dos invasores, mas com o passar do tempo sua função defensiva foi se perdendo e hoje é ponto turístico de Lisboa.

- Mosteiro dos Jerónimos: Monumento mais visitado de Portugal, o Mosteiro dos Jerónimos é um dos mais belos monumentos do país e soma mais de 800 mil visitantes por ano.

- Palácio Nacional da Pena: Localizado na vila de Sintra e também conhecido como Castelo da Pena é um dos principais retratos do romantismo arquitetônico existentes. No século XII, onde hoje está o palácio, foi construída uma capela em honra de Nossa Senhora da Pena.

- Castelo de Óbidos: Erguido em um pequeno monte, a construção do Castelo de Óbidos teve início no primeiro século na época dos romanos. Além da construção que hoje está completamente restaurada, quem estiver no local não pode deixar de visitar a linda vila que fica dentro do castelo.

- Mosteiro de Alcobaça: A construção do mosteiro teve início em 1178 e foi concluída apenas no ano de 1252, data que foi inaugurada pelo rei D. Dinis. Quem visitar o espaço poderá conhecer diferentes cômodos do Alcobaça que um dia foi roubado pelas tropas de Napoleão.

- Mosteiro da Batalha: O mosteiro foi erguido em 1386 por ordem de D. João I, após vitória na batalha de Aljubarrota, em agradecimento a Virgem Maria. Com uma belíssima arquitetura gótica, o mosteiro foi considerado pela UNESCO em 2007 patrimônio mundial.

- Castelo de Guimarães: Localizado no distrito de Braga, a fortaleza de Guimarães foi erguida por ordem da Condessa Mumadona Dias, entre os anos 950 e 957. Foi criado para inibir constantes ataques que a comunidade vinha sofrendo. O castelo está sofrendo diversas intervenções para sua benfeitoria, dentre elas melhor acessibilidade e estrutura.

Visite: www.revistaecotour.tur.br

Fonte: Ahoba Viagens

  
  

Publicado por em