Primavera marca o início da temporada de navegação na região dos Lagos e Vulcões

Fauna e flora criam espetáculo para visitantes durante a travessia dos lagos andinos, no Sul do Chile

  
  
Região dos Lagos e Vulcões, no sul do Chile

O cenário é de lagos com águas cristalinas que refletem vulcões e montanhas com picos cobertos de neve. A belíssima paisagem descrita é a da região dos Lagos e Vulcões, no sul do Chile, que ganha ainda mais atrativos durante a primavera e o verão, quando as temperaturas sobem, mas ainda são amenas (de 13°C a 26°C). Na temporada, soma-se ainda, com um toque especial, o verde de plantas e lindos gramados.

Diversas opções turísticas atraem visitantes para o local, mas a travessia dos lagos andinos se destaca, já que permite a navegação na Cordilheira dos Andes. Desde 1913, a Cruce Andino, realiza o circuito com dois itinerários. O primeiro é iniciado no Chile, pelas cidades de Puerto Montt e Puerto Varas, e o outro por Bariloche, na Argentina. A aventura é a mesma nos dois sentidos e encantada turistas com paisagens extraordinárias.

Em território Chileno, o moderno catamarã Lagos Andinos realiza o percurso de 32 quilômetros do Lago Todos Los Santos, um dos maiores do Chile. O lago também é chamado de Esmeralda, por causa da cor nítida e hipnotizante de suas águas, em contraste com a areia escura e pedregosa da orla. No circuito, é possível admirar os vulcões Osorno, Puntiguado e Tronador. O primeiro é o mais famoso ícone da região dos Lagos e Vulcões e teve sua última erupção em 1850. Do topo de sua montanha, coberta de gelo o ano inteiro, pode-se ter uma visão impactante de toda a região montanhosa que o rodeia.

A aventura por terra engloba o parque Nacional Vicente Pérez Rosales, onde existem bosques nativos, quedas-d'água e rios com águas límpidas de um azul encantador. A viagem conta ainda com paradas no vilarejo ecológico de Peulla, propício para caminhadas e cavalgadas pelo interior do vale e de bosques milenares.

Já na Argentina, a embarcação Ciudad de La Fé navega pelo lago Frías, com vistas ao vulcão Tronador. Em Puerto Blest, os turistas embarcam no catamarã Victoria Andina, que cumpre o trecho até Puerto Pañuelo, para logo continuar por terra até Bariloche, cidade turística que no verão oferece uma excelente infra-estrutura de esportes e no inverno é um dos destinos favoritos de esquiadores.

Para mais informações sobre Cruce Andino®, rotas, itinerários e excursões, consulte www.cruceandino.com

  
  

Publicado por em