Quito terá novo Centro de Convenções

Uma das mais importantes características do empreendimento é a ampla capacidade de sediar eventos

  
  

Há algumas semanas, iniciou-se a construção do Centro de Convenções Metropolitano de Quito, um ambicioso e estratégico projeto no coração do Parque Bicentenário, que impulsionará as ofertas da cidade como um destino líder para reuniões, incentivos, convenções e exibições em nível regional e global. O empreendimento está programado para ser finalizado no segundo semestre de 2018.

No dia 6 de abril, o Conselho Metropolitano de Quito deu o sinal verde aprovando a portaria metropolitana n° 86, que regula as áreas de construção para o novo projeto arquitetônico. O novo Centro de Convenções oferecerá 2.600 metros quadrados de espaços para reuniões, salões para eventos grandes e privados, edifícios de hotéis e escritórios, locais de recreação e uma arena no local.

A primeira fase do projeto está programada para estar completa em, aproximadamente, 14 meses, e abrange 1.527 metros quadrados e inclui duas entradas: uma com 162 e o outra com 126 metros quadrados. Quando pronta, a estrutura incluirá dois espaços de exibição com mais de 232 metros quadrados com capacidade para mais de 4.000 pessoas cada, um auditório multifuncional para até 800 pessoas, um espaço para eventos com 232 metros quadrados também com capacidade para 4.000 pessoas, e diversos locais de trabalho.

O projeto se tornará uma importante parte da paisagem de Quito e um instrumento para a cidade, uma vez que a capital do Equador se esforça para se tornar um destino líder para reuniões e convenções.

Quito já foi anfitriã de convenções mundialmente conhecidas, como a Conferência das Nações Unidas sobre Habitação e Desenvolvimento Urbano Sustentável (Habitat III), realizado em setembro de 2016.

Após diversas rodadas de revisões por organizações de turismo e companhias nacionais e internacionais que operam centros de convenção pelo mundo, o design atual do Centro de Convenções inclui melhorias, quando comparado com o layout original. Algumas adições incluem salas de conferência extras, locais de reunião expandidas, mais áreas de serviço, escadas rolantes e a possibilidade de uma recepção maior.

O principal objetivo das modificações é garantir que o novo Centro de Convenções siga os parâmetros das duas organizações internacionais líderes em eventos: o International Association of Conference Centers (IACC) e o International Congress & Convention Association (ICCA).

Uma das mais importantes características do empreendimento é a ampla capacidade de sediar eventos. Em média, a capacidade para eventos na cidade de Quito é de 300 pessoas por evento; o novo Centro de Convenções contará com espaço para 12.000 pessoas. As largas dimensões e tecnologia ecológica permitirão que seja possível sediar múltiplos eventos ao mesmo tempo, aumentando a eficiência e capacidade das instalações.

A primeira fase da construção é financiada por meio de doação feita pela AECON, a maior empresa de capital aberto de construção do Canadá, e gerenciada pela CEES, o Conselho Equatoriano de Construção Sustentável, que escolheu Ekron como a construtora oficial do projeto. Com relação aos planos para depois da finalização da construção do Centro de Convenções, a ideia é tornar-se um local com certificado LEED [certificação para construções sustentáveis, de acordo com os critérios de racionalização de recursos (energia, água, etc.) atendidos por um edifício], reduzindo emissões de gás estufa e usando menos água e energia.

- Sobre Quito

Atribuída pelo quarto ano consecutivo como o destino turístico líder na América do Sul pelo World Travel Awards, Quito representa uma combinação única do antigo e moderno. O destino oferece aos viajantes uma joia que conta com uma cultura autêntica, rica em tradições indígenas e hispânicas, que oferece um panorama gastronômico saboroso com especialidades locais e internacionais e tem uma variedade de hotéis, teatros e museus.

A capital do Equador, além da zona moderna e urbana, está rodeada de paisagens andinas e atrações naturais como o Bosque Nublado, montanhas, lagos e pântanos, com diversidade de ecossistemas localizados entre 500 e 4200 metros.

Visite: www.revistaecotour.tur.br

Fonte: Viviane Laubé

  
  

Publicado por em