Rodada internacional de negócios proporciona facilidade para empresários do turismo

O primeiro dia do I Salão Baiano de Turismo está sendo bastante produtivo para os empresários de turismo

  
  

O primeiro dia do I Salão Baiano de Turismo está sendo bastante produtivo para os empresários de turismo. Centenas de executivos participam da Rodada de Negócios, realizada através da parceria entre Bahiatursa e o Sebrae, que proporciona mais de 800 encontros entre empreendedores do segmento turístico e agentes e operadores de viagem do exterior, interessados em contratar empresas baianas.

Entre as fornecedoras estão empresas de vários segmentos, como meios de hospedagem, restaurantes e aluguel de veículos. “As empresas preencheram uma ficha informando quais serviços desejavam colocar em negociação, e um sistema do Sebrae cruzou os dados para formular os encontros”, explica Mafalda Moura, gestora da rodada.

Funcionária do hotel Vilamar, Suely Pinho conseguiu fechar negócios na área de hospedagem. Ela ressalta a facilidade que a Rodada de Negócios proporciona para o trade turístico baiano. “O evento é muito bom para os hotéis, porque proporciona facilidade em fazer contatos sem precisar ir até um operador, por exemplo. Fazemos relacionamento agora e podemos fechar negócios durante o Salão ou depois”, ressalta.

Já Roberta Arruda, gerente comercial do hotel Ecoporan, conversou com algumas operadoras de turismo para conseguir novos clientes. “O evento consegue reunir, em um só lugar, vários operadores, dos mais diversos cantos do planeta. Estamos em andamento para fechar bons negócios”, acredita.

A executiva de contas da rede Golden Tulip, Caroline Guimarães, trouxe novidades na área de reforma de apartamentos e estratégias para cidades. “Aqui as pessoas conhecem a cidade, veem nossos negócios e as nossas estruturas. Isso traz movimentação para o turismo”, afirma.

A rodada nacional de negócios acontecerá nesta sexta-feira (18), das 14h às 18h, com pequenas reuniões - de 15 a 20 minutos – para a formatação de pacotes de viagens, tendo como destinos os municípios das 13 zonas turísticas da Bahia. Ao todo, cerca de 70 profissionais dos dois órgãos vão dar suporte às negociações.

Fonte: Governo da Bahia

  
  

Publicado por em