Turistas podem pedir reembolso dos impostos sobre produtos

Você sabia que dá para economizar nas viagens ao exterior? Turistas podem pedir o reembolso dos impostos sobre produtos em muitos países!

  
  
Os impostos no Brasil são um problema? Conheça como é a situação fora daqui para os turistas.

As férias estão planejadas com passagens e hotéis pagos, mais um dinheiro para as compras, certo? O que a maioria dos turistas não lembra ou não sabe é que existe o valor agregado dos impostos sobre os produtos no exterior. Mas, a boa notícia é que tem como pedir o reembolso da taxa de quase todos os bens adquiridos para uso pessoal que não estejam usados. O valor varia bastante entre os países.

Europa

Galeries Lafayette, Paris. Na Europa, o reembolso do imposto chamado VAT gira em torno de 5% a 27%.

Na Europa, o reembolso do imposto chamado VAT (“Value Added Tax”) gira em torno de 5% a 27%. Na França, os valores oscilam entre 5% e 19%, em Portugal entre 6% e 23% e no Reino Unido entre 5% e 20%.

A dica é verificar antes se existe o retorno do dinheiro, pois nem todas as lojas têm o sistema de devolução. É só conferir se o estabelecimento tem o selo Tax Free.

Além disso, algumas regras devem ser seguidas como: preencher o formulário, apresentar o passaporte, gastar um valor mínimo na mesma loja, entre outras. Por exemplo, na França a compra tem que ser de cerca de € 170, em Portugal de € 60 e no Reino Unido de € 36.

Estados Unidos

Alguns estados nos EUA isentam o imposto em roupas e calçados, como New Jersey.

Nos Estados Unidos, o percentual de devolução dos impostos (“sales taxes”) varia muito de estado para estado, inclusive, a maioria deles não devolve a taxa. Vale ressaltar que lá os produtos estão nas prateleiras sem o valor do imposto, ou seja, o valor real da compra aparece na hora do pagamento e muita gente não se lembra desse detalhe.

Em Miami e Nova Iorque, destinos bem procurados por quem quer fazer compras, não devolvem o imposto e os acréscimos são de aproximadamente 7% e 8,9%, respectivamente.

Já alguns estados isentam o imposto em roupas e calçados como New Jersey, Vermont, Pensilvânia e Minnesota. Neste caso vale consultar qual o valor unitário mínimo da compra para valer o reembolso.

E os únicos estados livres dos impostos no país são: Delaware, Montana, New Hampshire e Oregon.

América do Sul

O Uruguai tem uma ótima política de incentivo ao turista com leis, inclusive, de isenção do imposto chamado IVA. (La Barra de Manantiales, Punta del Este, Maldonado, Uruguay).

O destaque aqui é o Uruguai, um país que tem uma ótima política de incentivo ao turista com leis, inclusive, de isenção do imposto chamado IVA (imposto sobre valor agregado). Uma delas tem data prevista para terminar dia 31/7/2015, mas provavelmente será renovada, o que tem acontecido nos últimos anos.

A lei isenta a cobrança do IVA em diárias de hotéis, além de permitir a devolução de 18,5% em locadoras de carro e restaurantes, e de 10% no aluguel de apartamento por temporada.

O melhor, no entanto, é a devolução de 100% do imposto em compras feitas nas lojas com o selo Tax-Free. É só preencher um formulário que será carimbado pelo estabelecimento, juntar a nota fiscal e apresentar tanto no aeroporto quanto nos postos das fronteiras, caso a viagem seja por terra.

Já na Argentina a devolução do IVA pode chegar a mais de 20% do valor da compra que deve ser mínima de cerca de 70 pesos, também apenas nas lojas com o selo Tax Free. Uma diferença nas regras do país é que a devolução só vale para produtos feitos 100% na Argentina, portanto não entram as marcas internacionais mais cobiçadas dos turistas.

  
  

Publicado por em