Viagens especiais ao amanhecer e entardecer no Topo da Europa

Até o dia 24 de outubro, os visitantes podem adquirir tickets exclusivos para a estação de trem mais alta de Europa

  
  
Jungfraujoch - Topo da Europa

A mais alta estação de trem da Europa, Jungfraujoch, está localizada a 3.454 metros acima do mar e é um dos pontos turísticos mais conhecidos da Suíça. Uma maravilha da engenharia moderna, a atração, que também é conhecida como Topo da Europa, está entre duas das mais imponentes montanhas dos Alpes: Mönch e Jungfrau. Para conhecer a belíssima região, declarada Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco, a companhia ferroviária Jungfrau Railways oferece dois tickets especiais até 24 de outubro, para passeios diurnos e vespertinos.

Com a opção "Good Morning", o trem sai de Interlaken Ost às 6h35 e faz o percurso ao amanhecer. Uma oportunidade inesquecível para aqueles que gostam de acordar cedo e aproveitar o dia. No roteiro "Good Afternoon", o viajante sai de Interlaken às 14h05 e desfruta o crepúsculo sobre os Alpes.

O Topo da Europa oferece uma esplêndida vista das montanhas Jungfrau e Mönch, picos alpinos, geleiras e vales. Nos dias claros, pode-se avistar, ainda, o caminho até a Floresta Negra na Alemanha e a cordilheira dos Vosges, na França. Para chegar ao local, existem duas opções, em que é possível reservar grupos de 10 pessoas, no mínimo.

A maioria dos viajantes em passeios de um dia para Jungfraujoch iniciam o roteiro na estação de trem Interlaken Ost. Deste ponto ao topo da Europa são pouco mais de duas horas de viagem. O percurso inclui uma troca de trem nas estações Lauterbrunnen ou Grindewald e a travessia de um túnel de sete quilômetros escavado nas rochas das montanhas Eiger e Mönch rumo à Kleine Scheidegg. A partir de Grindewald a viagem dura cerca de meia hora. Já de Lauterbrunnen, são 45 minutos. Mas não se preocupe, a paisagem é tão deslumbrante que o tempo passa voando: chalés típicos, pastos verdejantes, vacas com os típicos sinos dourados e a presença imponente de montanhas cobertas de neve.

O penúltimo ponto é Kleine Scheidegg, uma bonita estação que, por estar a 2.320 metros acima do nível do mar, quase sempre está coberta de neve. Os trens atravessam a montanha Jungfraujoch e param duas vezes em pontos especiais que permitem aos passageiros um visual deslumbrante do alto da montanha.

Ao chegar em Jungfraujoch, a estação final, os turistas recebem o ar frio dos Alpes. O local é, na realidade, um complexo cravado dentro da rocha e do gelo. Uma das primeiras paradas é o "Palácio de Gelo", uma galeria de túneis e câmaras escavadas diretamente na geleira do Aletsch que, nos seus 24 quilômetros de comprimento, é a maior dos Alpes. Lá, existem estátuas esculpidas no gelo.

O Sphinx é um prédio localizado a 3.571 metros acima do mar, o ponto mais alto do Jungfraujoch. Ele abriga não apenas a plataforma para os turistas, mas também um observatório especializado em astronomia, astrofísica e observação das radiações cósmicas. No complexo de Jungfraujoch, há inclusive restaurantes, lojas, correio e museu.

Os bilhetes estão disponíveis em todas as estações da Jungfrau Railways, desde que em tempo útil antes da partida do trem. Desfrute a viagem ao topo do mundo. Para obter mais informações, acesse o site www.jungfraubahn.ch.

Fonte: AD Comunicação & Marketing

  
  

Publicado por em