Viagens turísticas chegam a marca de 1 bilhão em 2012

As projeções da Organização Mundial do Turismo (OMT) sinalizam que o mundo chegará, em 2012, à marca de 1 bilhão de viagens de turistas. O cálculo se baseia na expectativa de crescimento do turismo entre 3 e 4%, em 2012

  
  
O cálculo se baseia na expectativa de crescimento do turismo entre 3 e 4%, em 2012, e as 990 milhões de viagens internacionais registradas ano passado

As projeções da Organização Mundial do Turismo (OMT) sinalizam que o mundo chegará, em 2012, à marca de 1 bilhão de viagens de turistas. A data simbólica escolhida para a comemoração foi esta quinta-feira, dia 13. O cálculo se baseia na expectativa de crescimento do turismo entre 3 e 4%, em 2012, e as 990 milhões de viagens internacionais registradas ano passado.

O Ministério do Turismo decidiu apoiar e aderir à campanha em diversas frentes. Por meio de ações de comunicação e marketing, mobilizando as redes sociais, e ainda pela convocação dos integrantes do mercado turístico, com representação no Conselho Nacional de Turismo (CNT). Secretários estaduais e municipais de turismo também foram chamados para fortalecer a ação.

“O turismo é uma força econômica mundial, gera emprego e renda. Nossa ideia é criar uma onda positiva para o setor, estimulando que essa marca do bilionésimo turista seja em breve ultrapassada”, explica o ministro do Turismo, Gastão Vieira. Em 2011, a receita internacional movimentada pelo setor totalizou US$ 1,2 trilhão – aproximadamente 6% das exportações de bens e serviços – segundo a OMT.

Ainda segundo a organização, o turismo gera um em cada 12 empregos diretos no mundo. A Organização Internacional do Trabalho (OIT) acrescenta que esses empregos possuem amplo efeito multiplicador: cada um deles é responsável pela criação de mais 1,5 posto de trabalho em outros setores.

Os dados brasileiros são igualmente positivos: o turismo cresceu 6% em 2011, o dobro da média mundial, que foi de 3%. O setor já é responsável por 3,7% do Produto Interno Bruto (PIB), segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e gera aproximadamente 2,8 milhões de empregos.

Entre 2003 e 2009, as atividades turísticas cresceram 32,4%, mais que a economia brasileira como um todo, que teve índice de 24,6%. As viagens domésticas subiram 18,5%: 58,9 milhões de pessoas viajaram pelo país ano passado – um número recorde.

No turismo internacional, o Brasil também está em alta: nove entre 10 turistas estrangeiros querem voltar; o segmento de negócios, eventos e convenções foi o que mais cresceu – 9,8% –; e nossos serviços são elogiados em quesitos como hospitalidade, gastronomia e segurança.

O Ministério do Turismo trabalha para que esse quadro se amplie cada vez mais, contribuindo para o aumento do emprego e da renda no Brasil e no mundo. Aposta na resiliência do setor, que voltou a crescer em diversas regiões, a despeito da crise econômica enfrentada pelas grandes economias.
A expectativa do MTur é positiva, em função dos grandes eventos que o Brasil sediará já a partir de 2013: Copa das Confederações e Jornada Mundial da Juventude, seguidos da Copa do Mundo da FIFA 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016. Os investimentos para esses eventos totalizam, até agora, R$ 116 milhões, em obras de acessibilidade, sinalização e Centros de Atendimento ao Turista.

O horizonte de objetivos do governo brasileiro é ainda bem mais amplo: o MTur trabalha para estabelecer novos paradigmas para o turismo, garantindo excelência em serviços e competitividade internacional. Tudo isso para que o Brasil comemore o bicentenário de sua Independência, em 2022, entre as três maiores potências internacionais de turismo.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em