12 de outubro: Minas Gerais para a família

Destinos turísticos mineiros agradam pais e filhos no feriadão

  
  
No 12 de outubro, Minas Gerais tem atrativos para toda criançada

Há quem prefira ficar em casa na semana da criança por acreditar que a maioria dos destinos turísticos inclui programações voltadas exclusivamente aos adultos. Mas o que muitos pais não sabem é que em Minas Gerais, opções para curtir os dias de folga ao lado dos filhos é o que não falta. A Secretaria de Estado de Turismo elaborou algumas dicas que atendem aos mais variados estilos.

Os destinos mineiros contemplam desde o merecido descanso no sossego do turismo rural a deliciosos banhos em cachoeiras deslumbrantes com paisagens encantadoras e programação específica para as crianças. Nos 42 Circuitos Turísticos existentes no Estado, o turista pode escolher a alternativa ideal para a semana de folga, com a certeza de que terá à disposição gastronomia farta, natureza exuberante e momentos harmoniosos em família.

Diversão na Serra

A advogada Ana Lobato, 38 anos, seguiu a recomendação de amigos e foi curtir uma semana em Monte Verde (480 km de BH). “Os hotéis têm uma programação muito boa para a família”, diz. Ana conta que todas as expectativas foram superadas. “Você pode descansar e seus filhos aproveitam ao máximo. Monitores fazem recreação o tempo todo, a alimentação é adequada, os brinquedos e as animações atenderam as exigências das minhas duas filhas, que têm idades diferentes. Elas adoraram, assim que eu puder, volto lá”, recomenda.

Distrito de Camanducaia, Monte Verde foi considerado recentemente o melhor destino de romance do país, mas também é indicado por oferecer altermativas para divertir tanto os pais quanto os filhos. O lugar também conta com infra-estrutura fora dos estabelecimentos hoteleiros, como campo de paintball, pista de patinação no gelo, aluguel de quadriciclo, passeios a cavalo e muito mais.

Brincando nas Águas

Estrategicamente localizada entre São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, a região das Águas é indicada para os que não dispensam a calmaria aliada a um revigorante mergulho em uma das várias estâncias hidrominerais. Somente os pais sabem o quanto uma criança adora brincar na água. Para os aspirantes a ‘peixinho’, opção é o que não falta nessa região, farta em nascentes, fontes, piscinas e balneários das estações de água e termais. Conciliar o prazer dos pequenos com um relaxante banho acrescido de propriedades terapêuticas para os adultos, não será tarefa difícil.

Os municípios mais conhecidos da região são Caxambu (370 km de BH) e São Lourenço (400 km de BH). Mas as demais cidades que também fazem parte do mesmo destino não deixam nada a desejar, como Cambuquira, Conceição do Rio Verde, Lambari e Campanha, entre outras.

Doce Encanto

Visitantes interessados em desfrutar momentos inesquecíveis em um ambiente de tranquilidade e rara beleza encontram na região de Araxá (375km de BH) diversos atrativos, entre eles as famosas águas e também passeios para saborear os doces do local e conhecer os encantos de D. Beja, personagem que faz parte de sua história.

Foi pensando nos filhos – de 10 e 12 anos –, que o empresário Artur Veríssimo optou por passar o feriadão no Grande Hotel Termas de Araxá. Ele conta que sempre que pode escapa de Belo Horizonte para recarregar as energias na cidade. “Nós temos a tranquilidade de aproveitar as atividades dedicadas aos adultos na certeza de que nossos filhos estão aproveitando tanto ou mais que nós”, explica o empresário que gosta tanto da cidade que somente esse ano já esteve por lá pelo menos oito vezes.

Descobrindo a natureza

São Gonçalo do Rio Preto (340 km de BH) está localizada na região dos Diamantes, que abriga também a história de Diamantina. O município chama a atenção pelo patrimônio histórico, cultural e arquitetônico.

A médica, Flávia Naves Givisiez e o marido, Eduardo Mendes, gostam de explorar as belezas naturais escondidas no Parque Estadual Rio Preto, em São Gonçalo do Rio Preto (340 km de BH), um dos destinos preferidos do casal. Os papais de Mariana ensinam desde cedo os encantos de Minas à única filha, de sete anos. A cada viagem, uma descoberta. “Ela viaja conosco desde os três anos e adora. Obviamente tomamos todos os cuidados com a saúde e a segurança”, explica. A estrutura oferecida pela região que o casal frequenta conta com pousadas, hotéis-fazenda e camping.

A médica sugere para o dia 12 de outubro a região da Serra da Canastra (a 320 km de BH), destino preferido do casal. De acordo com ela, as características mais marcantes nos passeios são a hospitalidade e o resgate dos valores culturais impregnados nesse lugar. “A comida caseira, o carinho que nos é dispensado e a beleza das cidades que visitamos fazem de Minas um Estado cada vez mais especial”, afirma.

Para a pequena Mariana, opção de lazer é o que não falta em quaisquer das viagens em família. “Ela gosta de nadar nos rios e cachoeiras enquanto meu marido faz trilha de jipe. Quando as condições de segurança permitem, embarcamos todos juntos no jipe”, completa.

Fazendas de Minas

Pelo menos três vezes ao ano, o advogado Eduardo Oliveira arruma as malas e parte com a esposa e suas duas filhas caçulas (uma de 7 e outra de 6 anos) para o centro-norte de Minas Gerais. O clima por lá é marcado pelo sol forte quase durante o ano inteiro. Para se refrescar, Eduardo conta que costuma se hospedar em um dos diversos hotéis-fazenda ou pousadas da região que oferecem contato com a natureza e piscinas com toboágua. “Augusto de Lima (240 km de BH) e Buenópolis (275 km de BH), por exemplo, oferecem uma estrutura muito boa de hospedagens”, conta. Arvorismo, passeio a cavalo e charrete, treking, e outras brincadeiras são algumas das atividades dedicadas à pais e filhos.

Além de uma programação variada, na região é possível aliar esporte, contato com a natureza e ainda mostrar para os pequenos como é o cotidiano de quem vive na fazenda. Belas paisagens conjugadas ao ritmo tranquilo encantam aqueles que vivem na correria das grandes cidades. Diante de tantas opções, os pais podem transformar este Dia das Crianças em uma data pra lá de especial. É só escolher o destino, fazer as malas e se preparar para a diversão. E viva a criançada!

A Setur-MG preparou algumas dicas para que a viagem no dia 12 de outubro seja perfeita:

- Leve na mochila: boné ou chapéu, roupas de banho, filtro solar, lenços de papel, repelente, e cantil.

- Respeite as comunidades locais.

- Para caminhada, prefira sempre carregar objetos numa mochila, assim o peso fica bem distribuído e as mãos livres.

- Cuidado com a alimentação – alimentos muito condimentados não são aconselháveis em regiões muito quentes.

- Avalie as condições climáticas e as distâncias a percorrer.

- Ao fazer passeios de barco, certifique-se sobre as condições de manutenção e se está há coletes salva-vidas disponíveis.

- Fique atento! Banhos em rios e cachoeiras oferecem risco de afogamento e acidentes.

- Evite depredar o meio ambiente, com atitudes como jogar lixo na mata e nos rios. Em caminhadas pelas trilhas ou nos passeios de barco, carregue sempre um saco plástico para recolher o lixo que produzir.

- Evite apoiar-se na vegetação durante as caminhadas e colocar as mãos em buracos ou fendas.

- Não caminhe rapidamente em descidas íngremes ou perigosas.

- Registre cada momento de seu passeio! As melhores condições de luz acontecem ao amanhecer e entardecer.

- E o mais importante: cuide de nossas crianças!

Fonte: Secretaria de Turismo de Minas Gerais

  
  

Publicado por em