Pesquisa revela que 93% dos turistas de eventos querem voltar a Pernambuco

O que mais agradou aos turistas foi a hospitalidade do povo pernambucano e os atrativos naturais

  
  
A maioria é de participantes com nível superior (44%)/ Divulgação

O Recife Convention & Visitors Bureau divulga os resultados da Pesquisa do perfil socioeconômico do Turista de Eventos 2012 tabulada pela Método Pesquisa e Consultoria durante eventos captados ou apoiados pela entidade.

Dos consultados, 93% afirmaram ter intenção de voltar a Pernambuco

. Entre os principais emissores, São Paulo, Paraíba, Rio de Janeiro, Bahia e Alagoas. A permanência média foi de cinco dias e o gasto médio de R$ 323,20.

O que mais agradou aos turistas foi a hospitalidade do povo pernambucano e os atrativos naturais do Estado, que se destacaram como os mais citados na pesquisa.

O destino também teve os preços avaliados como normais para os padrões por 65,3% dos entrevistados.

De acordo com o presidente do Recife CVB, Paulo Menezes, a avaliação foi positiva para a hotelaria.

“O atendimento nos hotéis foi recomendado como excelente ou bom por 85,5% dos entrevistados. A capital pernambucana passa por expansão e renovação nos meios de hospedagem, o que já traz um impacto positivo na imagem percebida pelos turistas”, reflete.

Com relação à origem, dos turistas entrevistados, 48,9% eram da região Nordeste neste ano. Do Sudeste vieram 29,8% dos turistas entrevistados, enquanto 10,3% eram da região Sul.

O avião foi o meio de transporte mais utilizado (68,3%). Porém, o percentual dos que utilizaram carro próprio chegou a 21,6% dos consultados.

Para se locomover no Estado, a maioria foi de táxi (48,0%), seguindo-se as opções carro (32,8%) e ônibus/micro ônibus (22,2%).

Segundo a diretora executiva, Maitê Uhlmann, entre os atrativos visitados durante o pré ou pós evento, destaque para Olinda (37,6%), Porto de Galinhas, Muro Alto, Cupe (36,2%), restaurantes (34,3%), seguido de Boa Viagem, Pina e Piedade, shopping e Marco Zero.

“As opções escolhidas pelos atrativos foram bem variadas, mas representam os principais segmentos promovidos como o turismo cultural, gastronômico e a praia”, analisa Maitê.

O meio de hospedagem mais utilizado foi o hotel (51,6%), seguido de pousadas (17,1%). Outro dado curioso é que a internet se destacou como a fonte mais frequente de informações sobre os eventos pesquisados, tendo sido citada por 48% dos entrevistados.

Os jovens tiveram uma presença efetiva nos eventos. Isso porque 59,8% tinha 40 anos ou menos (destes 27% entre 18 e 29 anos e 32,8% entre 30 e 40 anos). Entre 41 e 50 anos foram registrados 23,7% dos consultados enquanto os de idade superior a 50 anos somaram 16,3%.

A maioria é de participantes com nível superior (44%). Além disso, neste ano, ao contrário do registrado no ano passado, a proporção de mulheres nos eventos pesquisados (53,3%) foi superior a de homens (46,7%).

Os atrativos naturais e históricos foram muito bem avaliados. O atendimento nos atrativos históricos visitados pelos turistas teve uma aprovação de 88,5% como excelente ou bom.

Já os naturais foram avaliados no atendimento positivamente por 84,3%. Dos turistas entrevistados, 61,4% já conheciam Pernambuco.

Recife CVB:

Tem como missão fomentar o desenvolvimento sustentável dos destinos turísticos de Pernambuco, através de promoção nacional e internacional, gerando oportunidades de negócios para os associados.

Congrega agências de viagens, receptivo, operadoras, bares e restaurantes, espaços para eventos, meios de hospedagem, faculdades, organizadores de eventos e prestadores de serviços, entre outros. Hoje, o Recife CVB é composto por 186 associados.

Visite: www.revistaecotour.com.br
Fonte: Rachel Motta

  
  

Publicado por em