A Paraíba da Cana de Açúcar

É a rota Civilização do Açúcar – Caminhos dos Engenhos, que envolve os municípios de Bananeiras, Areia, Alagoa Grande e Campina Grande.

  
  
Roteiro paraibano chama a atenção pela beleza natural. História do engenho brasileiro, com produção de álcool e rapadura, agrega valor ao destino

A Paraíba oferece uma viagem de sabores e belas paisagens. Um passeio estruturado com foco na preservação ambiental, repleto de conteúdo com abordagem da história nacional, cultura regional, técnicas de produção rapadura e cachaça. É a rota Civilização do Açúcar – Caminhos dos Engenhos, que envolve os municípios de Bananeiras, Areia, Alagoa Grande e Campina Grande.

É a oportunidade de conhecer de perto o dia a dia dos engenhos brasileiros e entrar em contato com as tradicionais construções citadas nos livros de história, como Casa Grande e Senzala de Gilberto Freyre. A produção dos derivados da cana de açúcar são levados tão a sério que no campus da Universidade Federal da Paraíba, o visitante encontra o Museu da Rapadura, onde ele pode observar as várias etapas da fabricação dessa iguaria e dos outros produtos como a cachaça.

Além de conhecer o processo produtivo da cachaça e rapadura, o turista terá a oportunidade de apreciar a arquitetura do século XIX. As reservas ecológicas, cachoeiras e o clima ameno, numa mistura singular entre a natureza e a cultura, tornam o passeio ainda mais agradável.

É a rota Civilização do Açúcar – Caminhos dos Engenhos

Todos os anos, geralmente em novembro, a cidade de Areia promove o Festival da Cachaça e da Rapadura. No mesmo período ocorre o Bregareia, maior festa brega do planeta, que une os mais importantes cantores do gênero, como Amado Batista, Adilson Ramos, Maurício Reis, Reginaldo Rossi. O evento arrasta multidões para o município. São visitantes de diversas regiões fãs dos mestres do brega. Por alguns dias, a cidade tombada como Patrimônio Histórico Nacional se rende a irreverência, alegria, ganha cores destoantes e mal combinadas.
Investimentos

De 2003 a 2008 o MTur investiu R$ 259,1 milhões em infraestrutura, R$ 28 milhões em eventos e R$ 448 mil na divulgação da Paraíba como ponto turístico.

Ezipaulo da Silva – Produção Associada

Além das belezas naturais, a produção artesanal paraibana é um atrativo a parte. Ampla e diversificada ela chama a atenção dos visitantes. Ezipaulo da Silva vai representar o estado no 4º Salão do Turismo. A matéria-prima básica que ela usa é o tecido e a linha.

Com uma gilete e tesoura ela desfia o tecido. Em seguida as mãos habilidosa da artesã munidas de agulha trançam o material para produzir um colorido especial em panos de prato, roupas, descansos de mesa e toalhas de mesa. Ezipaulo tem uma capacidade mensal para produzir 50 peças.

BANANEIRAS - Prepare-se para viver aventuras fantásticas nos exuberantes cenários naturais da região de Bananeiras, cidade localizada na Serra da Borborema, região do Brejo paraibano, a 130 km da capital João Pessoa e a 70 km de campina Grande - PB.

AREIA - Principal município do Brejo paraibano, Areia surgiu como povoado em 1625. É a cidade natal do pintor Pedro Américo, do escritor José Américo de Almeida e do Padre Azevedo, inventor da máquina de escrever. Fica a 120 km da Capital, João Pessoa, e deu exemplo para o país ao tornar-se a primeira cidade brasileira a libertar os escravos, antes mesmo da Lei Áurea.

ALAGOA GRANDE - O município onde nasceu o músico Jackson do Pandeiro fica a 110 km da Capital. No centro da cidade ainda existem casarões cobertos por azulejos importados de Portugal no século XIX, construídos por escravos.

CAMPINA GRANDE - É a segunda cidade mais populosa do estado da Paraíba. Fica a 120 km da capital do estado e é considerada um dos principais pólos industriais e tecnológicos da Região Nordeste do Brasil. A cidade possui uma agenda cultural variada, destacando-se os festejos de São João, conhecido O Maior São João do Mundo.

Mais informações
www.salao.turismo.gov.br
www.setde.pb.gov.br

Credenciamento
Jornalistas, visitantes e voluntários interessados em participar do 4º Salão do Turismo podem se cadastrar gratuitamente no site www.salao.turismo.gov.br

Calendário
Quarta (01 de julho) a sexta (03 de julho)
das 14h às 22h
Sábado (04 de julho)
das 10h às 22h
Domingo (05 de julho)
das 10h às 20h

Fonte: Salão Nacional do Turismo

  
  

Publicado por em

Geisa/Alagoa Nova

Geisa/Alagoa Nova

01/07/2011 10:59:59
Campina Grande não tem nada com relação a Engenhos. Por favor, mas sim outros municípios do brejo, como Alagoa Nova, além dos citados acima.