Viaje quase de graça com Milhas Aéreas

Notícias > Turismo > Turismo nacional > 

Aquário do Pantanal terá 20 tanques retratando o Pantanal e a biodiversidade do Brasil

A estrutura terá 90 metros de comprimento e 18 de altura. O prédio possuirá um amplo saguão, equipado com banheiros, setor de informações, auditório para 250 pessoas, restaurante, lanchonete, biblioteca e bancada de interação, entre outros detalhes.

9 de Maio de 2010.
Publicado por Equipe EcoViagem  

Aquário do Pantanal

Aquário do Pantanal
Foto: Rachid Waqued

Um dos mais importantes empreendimentos de Campo Grande e Mato Grosso do Sul, a construção do Aquário do Pantanal contará com 20 tanques, sendo 16 com espécies do Pantanal e 4 com as espécies da biodiversidade do Brasil.

O governador André Puccinelli realizou na terça-feira (04), juntamente com o arquiteto Ruy Ohtake e o oceanógrafo Hugo Gallo, a apresentação e discussão da proposta de construção do Centro de Pesquisa e Reabilitação da Ictiofauna (CEPRIC) – Aquário do Pantanal.

“É um importante empreendimento. Hoje, apresentamos detalhes de uma idéia que há anos vem sendo estudada. O aquário é uma representação ao público da história, memória e ictiofauna do nosso Pantanal. É o portal de Mato Grosso do Sul para o mundo em Campo Grande” destacou Puccinelli. Os recursos para construção do Aquário fazem parte dos 3,1 bilhões do programa MS Forte, lançado pelo governo do Estado em 2009. A obra custará cerca de R$ 80 milhões e está previsto para entrar em operação no fim de 2011.

A estrutura terá 90 metros de comprimento e 18 de altura. O prédio possuirá um amplo saguão, equipado com banheiros, setor de informações, auditório para 250 pessoas, restaurante, lanchonete, biblioteca e bancada de interação, entre outros detalhes.

Escadas rolantes comuns e elevadores próprios para portadores de necessidades especiais levam o visitante aos 20 tanques. São 16 no interior do aquário e quatro externos, além de um ambiente especial para as sucuris. Nos ambientes externos, ficarão plantas nativas do Pantanal, jacarés, ariranhas e lontras, entre outros animais.

Considerado o maior do Brasil, o Aquário do Pantanal pretende abrigar 263 espécies de peixes, entre elas as pantaneiras de escama e de couro, com 7 mil exemplares. Serão, também, 4 milhões e 275 mil litros d’água. “A intenção é que façamos, com o Aquário do Pantanal, a divulgação do Pantanal sul-mato-grossense, que corresponde a 65% de todo o bioma pantaneiro”, afirmou o governador André Puccinelli.

Ruy Ohtake, arquiteto responsável pelo projeto, acredita que o Aquário será o centro turístico de Mato Grosso do Sul. “As pessoas virão ao Mato Grosso do Sul para ver o aquário. Será uma referência para o Pantanal, com um banco de dados para estudos científicos, com laboratórios e biblioteca e servirá para formação de teses. Também atenderá aos alunos das escolas. Para o turismo, será o maior local de visitação do Centro-Oeste, com capacidade para receber 20 mil visitantes por dia” afirma Ohtake.

O complexo Aquário do Pantanal, que será construído no Parque das Nações Indígenas, com entrada pela avenida Afonso Pena, terá uma área de 17 mil m2, abrangendo aquários, laboratório, biblioteca e um espelho d’água na parte externa, onde ficarão jacarés e plantas típicas da flora pantaneira.

O projeto foi entregue ao governo do Estado no último dia 30, para entrar em fase de licitação. Após assinada a ordem de serviço, a estimativa é que o Aquário fique pronto em 18 meses. Ao todo serão 16 grandes aquários internos e, na parte externa, mais 5 aquários com jacarés, sucuris, lontras, ariranhas, entre outras espécies e vegetação pantaneira.

“O Aquário do Pantanal se constituirá numa referência em tecnologia e modernização significativa não só para Campo Grande, mas para o Estado e região. A previsão de afluxo de visitantes é otimista. Será um ponto educativo de muita qualidade, abrindo o Pantanal para o conhecimento dos visitantes em geral e aos estudantes de todos os níveis”, destaca Ruy Ohtake.

Fonte: Governo do Estado do Mato Grosso do Sul

Compartilhar nas Redes Sociais

Comentários

José Eduardo Soares

 postado: 11/5/2010 20:12:02editar

Tomara que haja camping, pois sempre se esquecem da forma mais interativa e barata de turismo. E caso haja previsão de camping, espero que comporte trailers e Motor Casas, equipamentos mais confortáveis para acampar, mas sem perder o espirito campista.

 

DBCODA

 postado: 13/5/2010 09:29:28editar

Parece-me mais uma notícia retumbante e espalhafatosa daquelas comuns em anos eleitorais cujos projetos não saem do papel.
Gostariamuito de acreditar que estou enganado.

 

NIVALDO PEREIRA DA SILVA

 postado: 14/5/2010 08:48:40editar

JÁ PASSOU ATÉ DA HORA DE SE INVESTIR NISSO...ACHO QUE SE AO INVÉZ DO SR.JUSCELINO, TER JOGADO TANTO DINHEIRO FORA COM A CONSTRUÇÃO DE BRASILIA, TIVESSE INVESTIDO NESSE TIPO DE (ANIMAIS), O MUNDO INTEIRO JÁ ERA GRATO. PARABENS AO AUTOR DA IDÉIA, O FUTURO AGRADEÇE.

 

Danilo Guedes

 postado: 14/5/2010 10:33:33editar

O Aquário do Pantanal será o maior empreendimento turístico da nossa linda capital. Esse projeto foi lançado pelo prefeito há algum tempo, mas só agora a verba para o projeto saiu. Eleitoreiro ou não o certo é que o aquário será a porta de entrada para o Pantanal.

Quanto á questão do acampamento, o acesso ao parque só feito a pé, não é permitido entrada de veículos.

 

Indignado

 postado: 4/4/2011 11:24:06editar

Acho que primeiro precisamos cuidar das pessoas. Não temos um hospital que preste no Mato Grosso do Sul e vamos construir um aquário de 84 milhões? Acredito que nós contribuintes não fomos consultados sobre o que vão fazer com nosso dinheiro. Quero mais saúde, mais educação, não quero um elefante branco para inglês ver. Do que adianta peixes em condições de higiene, alimentação e tudo de melhor para viver fora do seu habitat, enquanto vemos pessoas definhando nos corredores da Santa Casa? Vamos protestar, vamos exigir melhor uso do nosso dinheiro. Vamos fazer protestos em frente ao parque das nações. Chega de obras faraônicas que favorecem pequenos grupos de empreiteiros e políticos.

 

Fátima Mack

 postado: 13/4/2011 17:24:21editar

Estou confiante, que realmente é preciso pensar no turismo, geração de empregos e na nossa biodiversidade. O governador acertou em alavancar o nosso MS. Parabéns!! A saúde e educação sempre foram prioridades e continuarão sendo, mas a natureza agradece quando é lembrada.

 

 

Veja também

Descubra a sua Angra dos ReisAquário do Pantanal vai marcar Mato Grosso do Sul como Estado do Pantanal; construção deve começar no segundo semestre

 

editar    editar    editar    755 visitas    6 comentários