Balneário Camboriú (SC) continua na preferência dos turistas

A Praia Central, que corresponde a 70% do território urbano, continua oferecendo beleza e lazer privilegiados

  
  
Infra-estrutura intacta / Silvia Boom

Apesar das calamidades naturais sofridas por algumas cidades de Santa Catarina na segunda quinzena de novembro de 2008, e que chegaram a afetar três bairros isolados de Balneário Camboriú

, a cidade continua com toda a sua infra-estrutura intacta e a normalidade já retornou ao dia-a-dia do município.

A Praia Central, que corresponde a 70% do território urbano, continua oferecendo beleza e lazer privilegiados, assim como todos os atrativos naturais e os equipamentos turísticos estabelecidos na cidade.

E quem veio aproveitar a praia de Balneário Camboriú no mês de dezembro, pôde comprovar que a cidade está trabalhando com todo o dinamismo, procurando atender da melhor maneira quem a escolheu para passar seus momentos de descontração. Entre os 319 entrevistados, cem por cento pretende retornar às férias no balneário.

Este é o resultado de pesquisa mercadológica realizada pela Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico de Balneário Camboriú. Equipes que realizam trabalho nas ruas avaliaram, no período de 1º a 31 de dezembro de 2008, os níveis de satisfação dos turistas na cidade.

Foram questionados 213 brasileiros, 51 argentinos, 29 paraguaios, 17 chilenos, quatro bolivianos, quatro peruanos, um turista uruguaio, no total dos 319 visitantes, sendo 56,11% do público feminino e 43,89% do masculino. Suas idades variaram, sendo 16,3% abaixo de 18 anos; 7,84% entre 18 e 25; 15,67% entre 26 e 26 anos; 34,17% de 37 a 50; 16,3% na faixa entre 51 e 65 anos, e ainda 9,72% com mais de 65.

No universo pesquisado, quase que sua totalidade, ou 88,09% (281 pessoas) disseram que a diversão e lazer preferidos estão na praia; 4,7% responderam nas compras; outros 4,7% nos passeios e 2,51% nas diversões noturnas.

Na avaliação da infra-estrutura, os turistas caracterizaram o comércio como bom ou ótimo (77,42%), sendo que apenas quatro pessoas (1,25%) consideraram regular. O total de 14,73% não utilizou os serviços e 6,58% não opinaram.

Em relação a bares e restaurantes, a maioria considerou um bom ou ótimo serviço prestado na cidade (79,93%); 13,17% não utilizaram; 0,94% não opinaram; 5,64% consideraram regular e apenas uma pessoa, ou 0,31%, não gostou do atendimento.

No item sobre meios de hospedagem utilizados, novamente a maioria aprovou de forma satisfatória, a rede hoteleira local. Foram 28,84% os que consideraram o serviço ótimo e 44,2% caracterizaram como bom. O total de 24,76% não opinou; 1,88% disseram ser regular e apenas uma pessoa (0,31%) considerou ruim.

As diversões noturnas também foram avaliadas, apesar de que 254 pessoas não chegaram a utilizar o serviço (79,62%). Mas quem aproveitou, considerou ótimo ou bom (18,18%), num número de 58 entrevistados; quatro pessoas não opinaram; duas disseram ser regular e uma não gostou, caracterizando como ruim. Entre os que observaram a sinalização urbana (67,39% ou 215 turistas), 26 pessoas consideraram ótimo o serviço, 168 avaliaram como um bom equipamento; 12 consideraram regular, seis apontaram como ruim e finalmente três não opinaram.

No quesito segurança pública, Balneário Camboriú teve a aprovação de 160 turistas, sendo que o serviço estava ótimo para 19 entrevistados e bom para 141. Foram 86 pessoas que não chegaram a observar o trabalho na cidade; 38 analisaram como um serviço regular; 20 apontaram como ruim e 15 não opinaram.

Foi avaliada, ainda, a limpeza pública (aprovação de 305 pessoas, com a avaliação de boa ou ótima); limpeza das praias (238 responderam bom ou ótimo); Apenas oito consideraram que a cidade precisa melhorar em poluição sonora, e que isso ainda os incomoda; 234 disseram que a água tratada está satisfatoriamente boa ou ótima, sendo que 64 não opinaram, 14 apontaram como regular e sete como ruim.

A maioria dos questionados disse que iria ficar na cidade de sete a dez dias (124 pessoas); e em hotel ou apart hotel (144); vieram de automóvel (159); outros de ônibus de excursão (105) e ainda em ônibus de linha (43). Nenhum dos 319 turistas que responderam à pesquisa reclamou da hospitalidade de Balneário Camboriú. Para 167 pessoas (52,35%) ela foi boa; para 116, ótima; 29 não opinaram e sete disseram receber tratamento regular.

Fonte: Silvia C. Bomm - Prefeitura de Balneário Camboriú

  
  

Publicado por em