Belo Horizonte completa 114 anos

Parabéns procê, uai! Cidade garante crescimento econômico sem perder tradições

  
  
Parabéns procê, uai!

‘Belô’, ‘beagá’, ‘cidade-jardim’. O carinho dos brasileiros por Belo Horizonte se manifesta nas formas simpáticas de se referir à cidade. Ao completar 114 anos de fundação, a capital de Minas Gerais alcança o posto de quarta cidade mais rica do Brasil, segundo dados o IBGE. Com este misto de contemporaneidade e tradição, segue se desenvolvendo, numa paisagem que se estende até onde os olhos conseguem enxergar.

Belo Horizonte já foi indicada pela ONU como a metrópole com melhor qualidade de vida na América Latina e a 45ª entre as 100 melhores cidades do mundo. Pela revista América Economia, a capital mineira aparece no ranking de 2009 como uma das 10 melhores cidades para fazer negócios da América Latina e segunda no Brasil.

Este misto de sossego e metrópole atrai cada vez mais turistas à capital mundial do pão-de-queijo. Na região metropolitana de BH, o número de desembarques nacionais cresceu quase 30% em um ano, de 2,9 milhões em 2009 para 3,7 milhões de desembarques em 2010, nos aeroportos da Pampulha e Confins.

Entre os pontos turísticos imperdíveis a serem visitados em Belo Horizonte está o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, onde fica o Museu de Arte da Pampulha, primeiro projeto de Oscar Niemeyer, construído para ser um cassino. Também é recomendável visitar o Parque das Mangabeiras, maior área verde da cidade, com 2,3 milhões de metros quadrados, nas encostas da Serra do Curral, região onde nasceu Belo Horizonte.

A culinária é um atrativo a parte. É possível encontrar pratos típicos como leitão à pururuca, tutu de feijão, canjiquinha com costelinha de porco, vaca atolada, feijão tropeiro e galinha ao molho pardo. Entre as sobremesas tradicionais estão os doces de leite e de goiaba, acompanhados de queijo branco. A cidade é reconhecida também pela quantidade e qualidade de seus bares, com destaque para a região da Savassi, agitado ponto de encontro da noite belo-horizontina.

Para os turistas ligados em artesanato, a dica é buscar lojas e centros de compra especializados em artigos manufaturados em palha, cerâmica de Saramenha e Pedra Sabão.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em