BITO e ABEOC-RJ comemoram eleição de Cristo

O monumento símbolo do Brasil, feito de pedra-sabão, inaugurado em 1931, ganha reconhecimento mundial. A indústria do Turismo do Rio de Janeiro, representada por suas associações de classe, comemora a eleição do Cristo Redentor como uma das Novas Sete Mar

  
  

O monumento símbolo do Brasil, feito de pedra-sabão, inaugurado em 1931, ganha reconhecimento mundial. A indústria do Turismo do Rio de Janeiro, representada por suas associações de classe, comemora a eleição do Cristo Redentor como uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo, cujo resultado foi anunciado no sábado, dia 07.

Para o presidente da Associação Brasileira de Turismo Receptivo Internacional " BITO, Roberto Dultra, o resultado é o reconhecimento da importância do monumento para o Brasil e internacionalmente, uma vez que o Cristo Redentor é cartão postal não apenas do Rio de Janeiro, mas do Brasil, no exterior.

"A eleição do Cristo Redentor como uma das sete novas maravilhas não poderia vir em momento mais oportuno, quando o Brasil está com suas energias voltadas para a promoção e comercialização dos seus destinos internacionalmente. O Cristo Redentor, que já era o cartão postal do Brasil no exterior, agora ganha uma projeção a mais, sendo reconhecido internacionalmente. Esse resultado certamente irá impulsionar o turismo receptivo internacional, contribuindo para um crescimento expressivo na vinda de turistas estrangeiros para o nosso país. O nosso monumento está de braços abertos para o mundo", comemora Roberto Dultra.

A presidente da Associação Brasileira de Empresas de Eventos do Rio de Janeiro " ABEOC-RJ, Constança Carvalho, ressalta a importância dessa vitória. "Houve uma mobilização nacional para alcançarmos este resultado, o que renova a auto-estima do brasileiro e principalmente do carioca.

A projeção internacional dessa campanha certamente irá refletir em vários setores da economia por intermédio do Turismo, essa indústria que não pára de crescer e se profissionaliza cada vez mais.

Acreditamos que esse título irá impulsionar tanto o turismo de lazer, como também o turismo de congressos e eventos, uma vez que o Rio de Janeiro hoje está estruturado para receber grandes eventos, aliado à sua vocação natural, que é o lazer. Maior prova disso é a realização dos Jogos Pan-Americanos, um dos maiores eventos esportivos do mundo, além de congressos mundiais nas áreas científicas e tecnológicas", comenta Constança Carvalho.

Fonte: Firma Comunicação Integrada

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em