Bons ventos para o turismo mundial

Apesar da crise, países mostram recuperação em 2010. Ásia e Oriente Médio apresentam expectativas de crescimento maior do que a média mundial

  
  

A perspectiva de crescimento do turismo internacional, atividade que corresponde a 38% da balança de serviços do mundo, é de 6% para 2010. Esse foi um dos exemplos utilizados pelo diretor da Organização Mundial de Turismo (OMT) Márcio Favilla, durante congresso no Festival de Turismo de Gramado (RS), para destacar a importância do setor na economia mundial.

Favilla mostra, com informações do Barômetro do Turismo da OMT, que o setor iniciou uma trajetória de recuperação das perdas acumuladas em 2009, auge da crise econômica internacional. Segundo ele, de janeiro a agosto, as chegadas internacionais cresceram 7% em relação ao mesmo período do ano passado. Ele explica, no entanto, que ainda não se pode falar em resultados importantes como os de 2008, “um ano excelente para o turismo”, como definiu.

Os ganhos mais expressivos em termos de chegadas de turistas internacionais foram registrados, segundo ele, nos países em desenvolvimento. “A única região do mundo a ter um desempenho positivo foi a África. A África do Sul já está acima do recorde de 2008”, exemplificou o diretor da OMT.

A Ásia e o Oriente Médio devem crescer 12% neste ano , superando a marca mundial. Márcio Favilla, que já foi secretário executivo do Ministério do Turismo, destacou que o Brasil, que tem 75% do seu PIB do turismo calcado no mercado interno, foi pouco impactado pela crise mundial. “Destinos emergentes tendem a crescer mais rapidamente e mantiveram esse diferencia em 2009”, disse, durante o painel Um novo olhar sobre a indústria turística em uma economia globalizada: sustentabilidade, negócios e investimentos.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em