Catálogo destaca reserva indígena e área de proteção ambiental em SP

Lançado pelo Sebrae/SP, o Catálogo do Roteiro Turístico da Região Sul da Cidade traz 55 páginas com dezenas de fotos de roteiros pouco conhecidos dos turistas

  
  
Apresentação musical com 16 índios marcou o evento

O turista brasileiro ou estrangeiro que vem a São Paulo normalmente procura o que a cidade tem de melhor a oferecer: teatro, cinemas, gastronomia, negócios. Pouca gente sabe, no entanto, que na periferia da megalópole esconde-se um dos roteiros histórico-cultural mais interessantes da cidade: as aldeias indígenas de Tenondé-Porã e Krukutu.

São cerca de mil índios tupi-guarani que vivem do artesanato e do turismo na Área de Proteção Ambiental (APA) de Capivari-Monos, a 40 quilômetros do centro da capital paulista na região de Parelheiros. A situação desses índios e a preservação ambiental de toda a região começaram a mudar há seis anos, quando uma rede de parceiros se organizou para tratar de questões como energia, saneamento básico, pavimentação, segurança, saúde e melhoria da qualidade de vida da população da área.

Lado a lado ao progresso, o turismo também vem crescendo. Segundo a Associação dos Empreendedores de Ecoturismo da APA Capivari Monos, a região atraiu 120 mil turistas em 2008. Pouco para o fluxo de turistas que visitam a capital paulista anualmente. A cidade de São Paulo foi o destino escolhido por 11 milhões de turistas em 2008, de acordo com balanço da São Paulo Turismo (SPTuris).

Por isso, a região ganhou na quinta-feira (19) mais um produto para fortalecer o turismo: o Catálogo do Roteiro Turístico da Região Sul da Cidade. Com 55 páginas e dezenas de fotos e ilustrações, o catálogo revela informações importantes sobre a área de proteção ambiental, os passeios, as manifestações culturais e indica roteiros de dois dias para quem está interessado em cultura, história, vida rural ou ecologia.

Os roteiros levam em consideração o acesso, as características do território, as distâncias a serem percorridas entre os atrativos e a oferta de serviços em cada região das Áreas de Proteção Ambiental.

Entre os atrativos: passeios de escuna ou lancha, pesqueiros, cachoeiras, mirante, trilhas na Mata Atlântica, esportes de aventura, estudos do meio com foco em educação ambiental, áreas de produção de orquídeas e plantas ornamentais, produção de cogumelos, agricultura familiar, patrimônio cultural (edificações históricas e aldeias indígenas), manifestações religiosas (no Solo Sagrado, no qual se praticam filosofia messiânica e o candomblé no Asé Ilê do Hozoouane) e atividades de lazer disponíveis em diversas propriedades.

O lançamento aconteceu na sede do Sebrae em São Paulo e reuniu mais de 150 pessoas. Uma apresentação musical com 16 índios entre quatro e 26 anos marcou o evento. Eles tocaram com violão, rabeca e chocalho. As músicas, cantadas pelo coral indígena em tupi, faziam referência à natureza, aos deuses e ao modo de vida das tribos.

Para Sérgio Akaraijeguaka, líder do grupo, o catálogo ajudará na venda do artesanato e na preservação ambiental da área. “Teremos mais turistas visitando a região e ao mesmo tempo o catálogo mostra a importância da preservação da nossa reserva e do meio ambiente”.

A iniciativa do catálogo partiu do escritório regional Capital Sul do Sebrae em São Paulo.

Para o gerente Luis Rogério Muniz o catálogo, além de surpreender o leitor com as belezas naturais do lugar, será de extrema importância para o desenvolvimento econômico da região. “As pessoas vão se deparar com um oásis dentro da capital, além de encontrar uma comunidade motivada a aliar rentabilidade nos negócios com preservação do meio ambiente.”

Claury Alves da Silva, secretário estadual de esportes, lazer e turismo do Estado de São Paulo, acredita que o catálogo lançado pelo Sebrae/SP é, sem dúvida, um dos melhores materiais de turismo mostrando as belezas da capital. “Quem pode imaginar que uma cidade conhecida pelos seus altos prédios, museus e shoppings, possa oferecer um verdadeiro oásis dentro da metrópole? Isso é maravilhoso.”

Serviço:
Escritório Regional Capital Sul/Sebrae-SP – (11) 5522-0550

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

  
  

Publicado por em