Cataratas do Iguaçu e Amazônia vão se juntar na campanha New 7 Wonders

As Cataratas do Iguaçu e a Amazônia vão unir esforços na terceira e última fase da campanha para eleger as Novas 7 Maravilhas da Natureza.

  
  
A grande vantagem de se firmar uma parceria deste porte é a busca integrada por recursos para a divulgação dos atrativos que representam o Brasil na disputa

As Cataratas do Iguaçu e a Amazônia vão unir esforços na terceira e última fase da campanha para eleger as Novas 7 Maravilhas da Natureza para conquistar uma das sete vagas que estão sendo disputadas por 28 atrativos naturais de diversas partes do planeta.

“Não somos concorrentes, por isso temos de participar de forma integrada. E agora nessa reta final é importante unir esforços pois cada eleitor tem de votar em sete destinos. Temos de criar uma campanha Brasil para unir o país inteiro“, afirmou o presidente da Agëncia de Desenvolvimento Turístico da Macrorregião Norte, José Raimundo da Silva Morais, que também é presidente da ABAV do Acre, que participou nesse final de semana da reunião de diretoria da ABAV (Associação Brasileira dos Agentes de Viagens) em Foz do Iguaçu.

A grande vantagem de se firmar uma parceria deste porte é a busca integrada por recursos para a divulgação dos atrativos que representam o Brasil na disputa. “É uma parceria em que os dois destinos saem ganhando, pois os dois atrativos representam o Brasil e não podemos pensar pequeno. A campanha tem de ganhar o mundo“, disse o secretário de Turismo de Foz do Iguaçu, Felipe Gonzalez, que iniciou as tratativas para consolidar essa união, com o apoio dos demais membros do comite de divugação do Vote Cataratas, que é composto pela Secretaria Municipal de Turismo de Foz do Iguaçu, Itaipu Binacional, Iguassu Convention & Visitors Bureau, Conselho Municipal de Turismo e representantes da Argentina.

Nos próximos dias será feita uma agenda de reuniões para determinar os rumos da campanha que prossegue até o final da disputa, prevista para o início de 2011. “Temos de falar uma língua só para elegermos as duas atrações e a expectativa de isso acontecer é a melhor possível, pois agora é que vamos entrar realmente na disputa“, finalizou o presidente da Adetur Amazônia.

As Cataratas do Iguaçu representam o Brasil e Argentina no concurso, já a Amazônia concorre por nove países, o que representa um contingente de eleitores muito grande.

A ABAV nacional também confirmou que vai apoiar a campanha, colaborando na divulgação dos dois atrativos em todos os eventos nacionais e internacionais, material promocional e através de parcerias que possam colaborar na busca por votos para os dois atrativos.

A declaração foi feita pelo presidente nacional da entidade, Carlos Alberto Amorim, que comandou o encontro de trabalho dos presidentes e membros do conselho nacional da entidade em Foz. Além da pauta de trabalho, os presidentes das Abavs de todos os estados brasileiros participaram de extensa programação de visitas aos atrativos da região. “Esse tipo de visita é muito importante para que os operadores de turismo conheçam melhor o destino e possam indicar a cidade com toda segurança aos seus clientes“, explicou Amorim.

Ele próprio não visitava a cidade havia 15 anos e se surpreendeu com as novidades que viu, especialmente na Itaipu e no Parque Nacional. “Os brasileiros não tëm idéia do complexo existente dentro da usina, nem de todas as opções de passeio dentro do parque“, afirmou o presidente da Abav.

Para Amorim, hoje o Destino Foz do Iguaçu demanda de uma estadia mínima de quatro dias para que o turista conheça todos os atrativos. “Isso também torna a viagem mais viável, pois a vinda pra cá ficava cara para que o turista permanecesse aqui somente um ou dois dias“, avaliou.

Fonte: Secretaria de Turismo de Foz do Iguaçu

  
  

Publicado por em